História Condenadas Pelo Sangue - Capítulo 67


Escrita por: ~ e ~NekoDasQuebrada

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, CL (Chaelin Lee), EXO, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, Hentai
Visualizações 60
Palavras 1.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 67 - Amigos, amigos, negócios a parte


Fanfic / Fanfiction Condenadas Pelo Sangue - Capítulo 67 - Amigos, amigos, negócios a parte

Pov's Luah


Depois de alguns dias em Miami, gravando os comebacks, e passeando com a equipe, para gravar alguns vídeos... Finalmente voltamos para a Coréia... Finalmente nada ! Queria ter ficado nos States, mas a vida não me permite isso *Sad*.

  - Isso me trás recordações.- Nay disse, e eu sai do meu transe.

  - Como assim ?.- Perguntei, estávamos na van, só eu e ela acordada.

  - Tipo... Faz apenas 5 meses que estamos aqui na Coréia, e nessa vida De Idol e coisa e tal...

  - Tu tá me bugando legal, e não é pouco.- Falei e ela riu me levando junto.- Mas é sério, você se arrepende ?.- Perguntei e ela negou.- Você sente falta dele, não é ?.

  - Sim, eu não acredito que ele foi para Miami e não me ligou, já faz dois meses que estamos nessa, sinto a falta dele, mas parece que ele não sente o mesmo.- Falou e eu engoli em seco, suspirei.

  - Ele deve estar resolvendo algo importante.- *Ou não, talvez ele esteja tramando contra alguém, não é Luah ? Cala a boca ! Consciência*.

  - É deve ser ! Mas eu ainda estou chateada com ele, ele tem agido de forma agressiva na maioria das vezes, não me toca como antes, não me olha como antes, e meu interior grita para que eu fiquei longe, mas eu não consigo, simplesmente não consigo.- Falou chorando, abraçei ela de lado, colocando sua cabeça em meu peito, deixei que ela chorasse, até chegarmos em casa.

  - Tchau ! Tenham uma boa noite ! Obrigada por cuidar de nós durante a viajem, continuem assim.- Agradecemos em frente ao prédio, para os staffs e a equipe, e ao nosso manager.

  - Casa finalmente !.- Isa gritou e entrou no prédio, eu fiz que não com a cabeça, mas um cheiro em questão me fez ficar parada no lugar.

  - Ya !.- Gritei e elas 6 me olharam.- Leve para mim por favor !.- Pedi entregando minha mala na mão De Lexy.

  - Aonde você vai ? Já está quase amanhecendo.- Neko perguntou, olhei para ela e depois para a direção em que o cheiro estava vindo.

  - Vou caminhar, estou um pouco dispersa hoje, acho que preciso caçar e andar por ai, até depois.- Falei acenando e sai andando, coloquei meu capuz e sai atrás do cheiro conhecido.

  O vi sentando olhando o nada, inalei seu cheiro mais uma vez, antes de segurar a minha respiração, ele se virou e sorriu, congelei por um momento.

  - Olá Luah ! Quanto tempo.- Ele disse e eu apenas revirei os olhos.- Você sabe que eu odeio quando faz isso.- Suspirou, dei de ombros.

  - O que faz aqui ?.- Perguntei e ele se fingiu indignado.

  - Sempre direta, não é ? Eu vim ver você, e te falar que sinto saudades.- Ri e ele me olhou sério.

  - Há ! Não me faça rir Jace, o que você quer comigo ?.- Perguntei arqueando uma sobrancelha.

  -  Você já deve saber.- Respondeu sorrindo.

  - E Marisa ?.- Perguntei.

  - Ela não precisa saber.- Respondeu e eu ri.

  - Eu acho que ela já sabe.- Disse pulando para trás, quando a morena caiu na minha frente, quebrando o chão com um soco, revirei os olhos, logo o chão voltou a ser o que era, e ela se endireitou.- Olá ! Marisa Cuzco.

  - Luah Santos ou devo dizer... Luah Summer ?.

  - Pode me chamar de Kim Lu Ah, se quiser.- Desafiei-a, ela serrou os punhos e veio em minha direção, segurei seus braços e quebrei os mesmos, a vendo urrar no chão, sem mais delongas, arranquei sua cabeça do seu corpo. Tudo isso olhando para o parceiro dela em minha frente.

  - Adoro quando faz isso !.- Jace falou animado, ri sem humor jogando o corpo para o lado.

  - O anel, antes de tudo.- Falei sem enrolações.

  - Ai ! Direta e reta, vejo que não mudou em nada Lu...- Kal falou saindo da parede.

  - O anel.- Repeti sem enrolações novamente.

  - Entregue a ela Kal.- Jace mandou e o menor me entregou o anel.

  - É ônix esculpido a diamante.- Jace explicou.- Seu novo anel, espero que tenha gostado.

  - Obrigado.- Falei e joguei o maço de dinheiro para o mesmo, que pegou e me olhou.

  - Foi bom ver você de novo Luah ! E o que eu disse sobre sentir saudades, é verdade, você mesma pode ver em minha cabeça.- Falou, acenei com a cabeça e ele suspirou derrotado.- Luah ! Tome cuidado, não vai fazer algo que no final, você se arrependa.

  - Vão pela sombra Jace, Kal.- Kal sorriu e sumiu em um dos carros parados.

  - Estamos esperando que você volte para o nosso mundo, o mundo que você criou.- Jace falou.

  - Vai demorar mais um pouco, mas diga a Ele que eu voltarei, mas por agora... Estou bem aqui.- Pedi e Jace acenou com a cabeça.

  - Goodbye Luah !.- assenti e ele entrou no portal.

  - Bom...Bora ir no mercado, esse cheiro de comida me fez sentir vontade de comer coxinha e Yakissoba...- Falei, voltando para casa, guardei a pedra em uma das minhas tatuagens, sorri.- Argh ! Odeio ter que colocar algo escondido em meu corpo..- Reclamei...


Pov's Kai

Depois de ter dito a Isa que estávamos em Miami, Lukas ficou puto da vida comigo, e bem... Acabamos brigando, espero que Isa encontre o livro e Luah o reconheça...

 Agora estou pendurado e amarrado, cheio de cortes e mais cortes pelo sangue, sede e com saudades de casa, das meninas, de Isa, Luah e Lena.

  - Jo ! Jo ! Eu sei que você está acordado, fala comigo !.- Gritei para Jo, que estava nas mesmas condições que eu, só que bem pior. Lukas deu chicotadas nele com o próprio veneno, fazendo ele ficar desacordado e sangrando, mesmo todo machucado, Jo não parou de tentar lutar contra Lukas, mas infelizmente... Lukas só perde para Luah, e ela está na Coréia.- Math ! Math !.- Gritei o nome do loiro, ele não estava pendurado, estava preso em correntes jogado no chão, Math estava sem seu dom de cura, graças a Lukas que sugou os benefícios da imortalidade.

  - Desiste Kai !.- A voz grave de Lukas se fez presente.- Eles não vão acordar tão cedo... Graças a você !.- Falou e parou em minha frente, o olhei com ódio e ele riu.- Vocês inferiores são tão... Divertidos, pena que não são tão imortais assim... O que é uma pena.- Falou, olhei para ele sem entender, ele sorriu, senti um rasgo em meu peito, e logo apaguei. 



Continua...


Notas Finais


Ficaram curiosas ? 🤔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...