História Confident - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Justin Bieber, Selena Gomez, Wilmer Valderrama
Personagens Demi Lovato, Justin Bieber, Selena Gomez, Wilmer Valderrama
Tags Confident, Demi, Dilmer, Wilmer
Exibições 82
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiie, eu ia postar só semana que vem, mas então mudei de ideia. Voces estão pedindo bastante Dilmer, eu prometo que irei recompensá-los depois, ou logo. Boa leitura.

Capítulo 42 - Carro


    Wilmer parou o beijo e caminhou, ficando de costas para mim. Eu adorei nosso beijo, precisava de mais.

    -Desculpa Demi. – Ele saiu e fiquei lá, sozinha pensando em suas palavras.

    Por que ele pediu desculpa se fui eu quem começou o beijo? Será que ele não gostou? Fiz algo de errado? Como vou fazer agora? Fiquei com meus pensamentos até que decidi ir para onde estavam todos.

    -Finalmente, já estava com saudade. – Nick me abraçou com um sorriso. – Como foi a conversa?

    -Foi normal. – Disse tentando parecer convencida e parece que deu certo. – Harry vai dormir no quarto com a gente, tudo bem?

    -Eu tinha outros planos pra nós dois, mas tudo bem, eu adoro ele.

    -Podemos ver se minha mãe fica com ele um pouco enquanto vamos para algum lugar. O que acha? – Imediatamente um sorriso brota em seus lábios.

    -Não seria pedir muito pra ela?

    -Vou mandar uma mensagem, tenho quase certeza que ela cuida dele pra gente poder divertir. – Pego seu celular, já que o meu ficou em casa e mando uma mensagem detalhada para ela, que responde com um simples sim. – Ela aceitou. Para onde vai me levar?

    -Estava pensando em um motel que abriu aqui perto.

    -Nossa, desse jeito vou levar o Harry sempre lá pra casa. – Dei um selinho nele. – Convidei o Wilmer pra ir lá em casa ficar na piscina e pra levar a Ariana.

    -Ele aceitou?

    -Sim. – Nick saiu de perto de mim e fui atrás dele. – Eu nunca te escondi nada, mas te respeito. É só nadar e curtir um pouco, matar a saudade de quando ficávamos todos juntos.

    -Eu confio em você, mas não nele. – O encostei na parede, beijando seus lábios e logo depois separei.

    -Esquece isso. – Disse enquanto o puxava de volta para a mesa, onde Wilmer e Ariana estavam. – Podemos nos sentar aqui?

    -Claro. – Ariana sorri com a mão entrelaçada na do Will. – Fiquei sabendo do convite para irmos a sua casa amanhã, queria lhe dizer que iremos.

    -Vou preparar um almoço especial, já que terei duas pessoas famosas almoçando lá. – Me sentei ao lado de Nick, de frente para Wilmer.

    -Não é necessário Demi, você me conhece e sabe que gosto de comida simples. – Wilmer disse e me deu um sorriso.

    -Então vou preparar seu prato favorito, macarrão com queijo.

    -Você ainda lembra disso? – Ele me olha e nesse momento, parece que só há nós dois.

    -Como esquecer? Sempre que estávamos só nós quatro, você me pedia para fazer e comia três vezes.

    -Me lembro de quando você me acordou de madrugada pedindo para fazer macarrão pra você. – Rimos com a lembrança.

    -Foi a primeira vez que você dormiu na minha casa. – Ele disse e corei.

    Justin e Selena juntaram a nós, felizes pelo noivado e por saberem que poderão ir pra lua de mel sem se preocupar com o pequeno Harry. Logo fizeram um discurso e Harry veio para o meu colo.

    -O que foi príncipe da dinda? – Pergunto com ele deitado com a cabeça em meu ombro.

    -Harry com soninho.

    -A dinda vai pegar sua mochila e vai chamar o tio Nick pra irmos embora. – Peguei a mochila dele com Selena, que deu um abraço demorado no filho e Justin beijou a testa do pequeno.

    Nick me esperava no carro, me despedi de todos e entrei com Harry no banco de trás. Calmamente, Nick dirigiu até minha casa, estacionando o carro na garagem e abrindo a porta do carro para que eu pudesse descer com Harry, que adormeceu em meu colo. Subimos a escada e o deitei em minha cama, logo minha mãe apareceu para me ajudar.

    Abri a mochila dele, pegando o pijama que Selena havia colocado e comecei a trocar a roupa dele.

    -Demi, vou fazer uma ligação para reservar algo especial para gente. – Nick saiu me deixando sozinha com minha mãe, enquanto trocávamos a roupa de Harry.

    -Wilmer está na cidade. – Digo quando coloco a calça nele.

    -Como foi ver ele?

    -Foi estranho, porque eu senti tanta falta dele e agora eu estou com o Nick e ele com a Ariana, não é como antes. – Me sento na cama, minha mãe está colocando a blusa no pequeno, que parece não acordar tão cedo. – Eu senti o mesmo como quando namorávamos, ainda mais depois desse tempo todo longe.

    -E vocês conversaram? – Deitou Harry direito.

    -Sim, ele falou que não parou de pensar em mim e pediu desculpas por ter demorado. Isso me fez sentir como me sentia na adolescência ao lado dele, como se sempre estivéssemos juntos.

    -Só isso mesmo? – Minha mãe me conhece muito bem, não deixa de perceber as coisas.

    -Eu o beijei. – Ela pareceu ficar espantada. – Não fala com o Nick, ele já tá com raiva e se souber disso, vai querer brigar e estou tentando evitar isso.

    -Vai logo, antes que ele volte. Aproveitem bastante, mas você tem que dormir em casa pelo Harry. – Me repreendeu.

    -Eu sei mãe. – Me levantei e a abracei. – Ah, o Nick vai dormir aqui hoje. – Ela somente assentiu e desci.

    Nick já havia tirado o carro da garagem, me esperando e entrei. Ele fechou as janelas e ligou o ar condicionado, estava um pouco calor.

    -Não consegui reservar um quarto. – O olhei e ele colocou a mão na minha coxa.

    -Tudo bem. Podemos ir para sua casa. – Sugiro e ele nega.

    -Prefiro outro lugar.

    -Como quiser. – Ele volta a atenção para o caminho e logo estaciona em uma rua sem saída, escura e pouco movimentada.

    Nick começa a me beijar, passando as mãos por minha coxa e entrando em meu vestido. Passo minha língua até o lóbulo de sua orelha, onde dou uma leve mordida. Retiro sua gravata e depois o paletó. Suas mãos levantam meu vestido, deixando minha calcinha à mostra. Começo a desabotoar lentamente sua camisa social, até estar toda aberta e só passei minhas mãos por seu ombro, permitindo que ela caísse no banco.

    -Vamos para o banco de trás para termos mais espaço. – Falei e ele abriu a porta para passar para o outro banco. Eu, ao contrário, apenas passei o corpo por entre os bancos da frente.

    Nick era sarado, isso me deixava fascinada e eu adorava arranhar seu corpo, deixando belas marcas vermelhas. Ele não ficava atrás, deixava chupões pela extensão do meu corpo e ele adorava ver as marcas que ficavam. Mas havia um único problema, não era amor, não era o Wilmer, não era tal real assim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...