História Confie em Mim - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Exibições 14
Palavras 897
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Capítulo 16


                  Quatro meses depois

Bom, até hoje nunca falei para o Luan que esse filho aqui é do Tiago. Ele aprendeu a amar e estou muito feliz, mudei para casa dele faz dois meses. Lili usa e abusa, vem aqui quase todo dia e põe culpa no filho. Eu estou com quatro meses e ela com cinco, tudo bem fazer o que né? Ainda trabalho com o Luan, e a nossa Maio discussão desde mês passado é o nome que daremos ao bebê.

-Luan é uma menina, sei que você quer Nicole mas eu amo Cristine!

-Cristine é feio para! Vai ser Nicole e pronto!

-A Lili tá grávida de um menino e você não quis impor do nome ser Breno, por que no meu tem que ser Nicole?

-Ainda não conversei com a Lili sobre isso! Mas tá, já que é o jeito vai ter que ter Cristine!

-Isso amor!-selei nossos lábios. -Vai ser Nicole Cristine, tá meio longe mas enfim, pelo menos já acabou esse assunto! -me arrumei ali no sofá e ali ficamos de conchinha, Luan fazendo carinho na Minha barriga, ainda não muito enorme, até que dormimos. Quando acordei estava sozinha no sofá, olhei para os lados e nada. Caminhei até a cozinha e vi Lili em pé ao lado da mesa, com uma faca na mão. -Ai que susto Lili! Pensei que eu estava sozinha em casa! -me sentei em uma cadeira ali perto.

-Pois é eu falei com o Luan e ele disse que eu podia ficar aqui com você, enquanto ele está m agência! -ela olhava fixamente para a faca que segurava em suas mãos. 

-E o que está cortando? Fazendo algo para comer? -eu estava começando a me preocupar com aquilo.

-Sabe... há uns três anos atrás, era eu.. era eu que estava prestes a morar nessa casa. Com o Luan, sabe eu amei tanto ele, mas aí comecei a sair nas noites e conheci uns caras legais, entre eles seu gatinho Tiago. Então Luan decidiu terminar, mas antes disso eu fiz a gente ter a melhor noite de amor de todas! E aí surgiu esse bebê, fruto do nosso amor, então eu pensei que poderia vir atrás dele e concertar e voltar tudo denovo! Mas quando vi tinha uma piranha vadia com ele, e o tempo passou e tudo foi ficando mais sério! Até você decidir engravidar e então eu parei de ter ele em minhas mãos, ontem eu estava em casa, pensando na vida, e pensei que se eu pegasse uma faca e enfiasse nessa sua barriga de Baranga esse bebê aí pararia de existir. E o Luan voltaria a comer na minha mão!-me levantei rápido da cadeira e corri pra sala, Lili veio atrás. 

-Lili você não precisa fazer isso! O Luan vai ajudar você com esse filho, ele assume, mas não mate o meu, EU IMPLORO!

-SOFIA EU SEMPRE QUIS TER ELE SÓ PRA MIM E NÃO VAI SER VOCÊ COM UM FILHO NA BARRIGA QUE VAI ESTRAGAR TUDO! -LIli tremia toda, as mãos, a voz.

-Lili você não pode ficar assim, você também está grávida! -ela simplesmente paralisou, abriu a mão e a faca caiu no tapete que estava ali.

-Sofia me desculpa, eu não sei o que me deu. Sabe eu pensei que se me livrasse de você poderia ter o Luan, mas se eu fizer isso ele vai me odiar pra sempre!  Me desculpa de verdade !-Lili me puxou para um abraço e eu a abracei pareceu tão sincero. Mas foi um longo abraço, e senti algo afiado passando de raspão no meu braço, porque eu já estava saindo do abraço. Olhei para Lili e ela tinha um canivete em mãos, olhei para meu braço e ali tinha um corte, não muito fundo, mas sangrava. -Pensou o que? Que eu quero ser sua amiga? Quero que você morra Sofia! E aí de você se contar pro Luan que eu fiz isso, porque eu volto e termino o serviço! Tchau amiguinha! -olhei para aquela cara é falsa saindo da casa, corri até a cozinha e procurei o kit de primeiros socorros, passei um bom tempo procurando. Escutei barulhos na porta, só faltava ser ela pra terminar comigo. Finalmente encontrei o kit, mas o deixei cair no chão quando alguém gritou meu nome.

-SOFIA! O QUE FOI ISSO AMOR?-Luan gritou e correu até mim. -A Lili não estava aqui com você?

-Luan calma foi só um corte no braço! E ela veio sim, ficou comigo e foi embora! Então eu decidi... cortar umas.. frutas, então errei o caminho da faca e me cortei, já ia fazer o curativo, aí você chegou!

-Eu me preocupo com você, vai que fosse algo mais sério? Eu morria sem você meu amor!-Luan me abraçou forte. -Agora senta aí que eu que vou fazer esse curativo! -me sentei ali e fiquei observando como ele cuidava de mim. 

-Luan quando vamos casar?-ele ficou em silêncio. -Ein? Não pretende casar comigo?

-Claro que sim, quando você menos esperar, eu vou te pedir meu amor!-selou nossos lábios. -Pronto terminei, agora não inventa de cortar as coisas errado de novo! A Geo não veio hoje dei uma folga pra ela!

-Tudo bem por mim. Agora quem quer tomar um banho gostoso comigo? -ele não disse nada simplesmente me pegou pelo colo, paramos no quarto, tirei minha roupa e tivemos um longo banho.

CONTT. ..


Notas Finais


Nogenta. ..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...