História Confissões de um coração confuso - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Culpa É Das Estrelas
Personagens Personagens Originais
Exibições 9
Palavras 384
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Um recomeço!


Me afastei um pouco dele. Quando chegava em casa após o culto, ele estava lá na casa do meu vizinho da frente (imagino eu que esperando eu chegar pra conversarmos como de costume), mas eu dava oi de longe e entrava para casa, mesmo que a minha vontade fosse de passar a noite toda conversando com ele. Mas eu sabia que ficar ali alimentaria meu sentimento, e eu não queria mais chorar. Então continue afastada. 

Certo dia, eu parei para conversar com um amigo também irmão de igreja e vi Davi me olhando de longe. Sua expressão era um pouco triste não sei, mas me fez sentir que algo acontecia e sabia que era sobre meu afastamento. Mais tarde, depois que cheguei em casa, ele me chamou no whats e então conversamos um pouco, chegando no assunto do por que eu me afastei dele, inventei algo mas não disse que o motivo era ele. Daí conversamos mais sobre isso, vi o quanto ele sentia minha falta (confesso que isso me fez o querer ainda mais):

 (...) 

_você nem senti minha falta Davi... 

_ é isso que você acha?

_sim, você tem outras meninas pra conversar, suas "namoradinhas"... 

_ é sério, você acha que sou desses galinhas que pega todo mundo? Não sou. 

_ tabom... 

_ai ai... olha desse tempo pra cá, nunca beijei outra menina a não ser você! O que acha que isso significa? 

_ que você gosta de mim?

_ claro. 

Depois disso ele me pediu em namoro novamente e eu aceitei, acreditei nas suas palavras pois ele não expressa muito seus sentimentos, então aquilo significou muito pra mim. 

Meus sonhos com ele ao meu lado ganharam vida de novo, mais ainda eu ainda sentia aquele medo la no fundo, aquele medo de chorar novamente pelo mesmo motivo. Acredito que ao sentir minha falta ele tenha percebido que o sentimento dele era maior do que imaginava, ou talvez ele não quisesse me perder, eu não sei. Mas eu estava alegre com aquela declaração, estava alegre por ver que ele me queria por perto.

 De uma coisa eu tinha certeza, esse sentimento que eu tinha por ele era diferente de todos os outros sentimentos que um dia eu já tive, era intenso, era confuso, era verdadeiro, era complicado, doído, bom, era tudo ao mesmo tempo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...