História Confusão interna - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 505
Palavras 641
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem, opinem sobre o que acham e boa leitura ❤❤❤
Ps : Desculpem os erros de português e não deixem de ler. 🌹

Capítulo 5 - 214


Fanfic / Fanfiction Confusão interna - Capítulo 5 - 214

19:12 p.m

Condomínio "Bom Kkoch"

tradução : Flores da primavera.


     A van preta na qual estava parou em frente de um prédio com aproximadamente 25 andares, suspeitava que eles iriam morar em algo luxuoso, conclui isso quando notei a alta segurança para poder entrar no condomínio, com a ajuda do motorista subi todas minhas "tralhas" para o último andar, no apartamento 214, fui notificada que iria morar em frente aos "meus meninos" o que particularmente acho ótimo, pois nos meus últimos trabalhos fui obrigada a morar com os ídolos, o que atrapalhava totalmente minha vida pessoal.
Eu estou tão acostumada com entradas padronizadas que não muitas atenções para o hall, com a ajuda do motorista colocamos minhas coisas no elevador como não havia muitas coisas, em uma única viagem seria o suficiente para levar tudo, peguei meu celular para acompanhar o trajeto do -1 até 25°.
" Oi , cheguei agora no apartamento novo, vou agora me instalar, espero que esteja tudo bem, quando der me liga, beijo"  SMS enviada para a Christie. 
     Não sou do tipo de mulher mais doce do mundo, na verdade roubaram o carinho que tenho pelas pessoas na minha infância, mas ao invés dos meus acontecidos do passado não me tornou uma pessoa amargurada, ou ruim, apenas sem sensibilidade, é claro que gosto da minha namorada, mas não é nada que uma garrafa de Absolut não me faça esquecer. Quando se abriu o elevador no último andar, meus olhos vasculhou rapidamente o corredor, as paredes brancas, luminárias entre uma porta e outra, notei que havia apenas 2 portas, o que me deixou inquieta pelo o tamanho dos apartamentos pois a extensão era realmente extrema do local onde iniciei a andar com as malas, felizmente a primeira porta era a minha. Com a ajuda do motorista, as caixas estavam descarregadas na minha nova sala, sinceramente ? Era bem aconchegante, estava completamente mobiliado, as paredes cinzas tomavam conta de todos os ambientes, me trazia paz a visão da cidade de todas as janelas, como previa era grande demais os cômodos, o que dava entender que iria me sentir sozinha demais quando tiver folga.


07:15 a.m


   O despertador parecia estar dentro da minha cabeça ao invés de ter colocado-o no criado mudo ao lado da cama, apesar de ainda estar cansada pude dormir bem, principalmente pela a cama de casal. Levantei com toda força de vontade para poder viver o primeiro dia de trabalho, fui checar minhas SMS do celular da empresa que havia recebido no dia anterior. 
" Bom dia Heloísa, esqueci de avisar que precisará acordar os meninos, eles são como crianças. Fighting, Mi-cha" 
- Era só o que me faltava, acordar um bando de marmanjo. — sussurrei lendo aquela SMS, era incabível na minha mente isso. 


(...) 


    Depois de ter me arrumado com uma calça, um casaco azul marinho até a altura das coxas e uma botinha de salto ( o que foi necessário, a diferença de altura era como se eu fosse uma criança perto deles) fui até o apartamento deles com a ajuda da chave que havia recebido no "kit" da empresa, entre essas coisas era incluso camiseta, crachá, notebook, agenda, cartão de crédito, tablet, pastas e mais pastas sobre os membros ( alimentação, personalidade ) entrei sem nenhum problema. Meus olhos se perderam diante tantas bagunças, a sala extensa interligada a uma sala de jantar estava similar a um campo pós guerra, a quantia de roupa pelo o chão era extrema a ponto de me fazer pular entre elas até chegar ao corredor. 
- Primeira coisa a se fazer é contratar uma diarista, porque esses garotos estão sobrevivendo à catástrofe nuclear aqui. — sussurrei olhando a pilha de roupas que estava formada no fim do corredor, contei rapidamente que havia 5 portas, agora a questão é : O que se esconde atrás delas ?


Notas Finais


Como será ela acordando os 7 garotos ??? O próximo cap será cheio de emoções amoras, aguardem 🌞🌞🌞🌞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...