História Congratulations - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lu Han, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Bad, Chanbaek, Day6, Sebaek, Tôchorando, Xiuchen
Exibições 53
Palavras 1.539
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, volteeeeei mais demorei ♡

Capítulo 3 - Colors


Fanfic / Fanfiction Congratulations - Capítulo 3 - Colors

•Bar do sortudo•20:00pm•
•MesmoDia•

Já era o décimo copo de álcool que aquele garoto sofredor, amante do amor colocava na boca, suas caretas alegravam o grande amigo das horas tristes Kim Jongin e Yixing, aluno chinês que fazia dança com os mesmos. Enquanto Sehun bebia na sua cabeça apenas vinha a cena de horas atrás, como ele pode aceitar? Se perguntava o loirinho em pensamento. 

— Porque ele não presta atenção em mim? eu sempre 'tô do lado dele. - disse o mesmo embolado, fazendo Kai e Lay darem a devida atenção ao loiro. — Eu sou gato, danço bem, tenho um puta sorriso lindo... O que falta?

— Você ser o Chanyeol? - quando Sehun dizia que Kim Jongin era seu melhor amigo, ele não se lembrava dos momentos que o mesmo havia sido um grande babaca consigo. Já Sehun, bêbado, triste e sentimental ; resumindo, choro é mais choros. — Ya! Não chore, eu estava brincando. 

Lay se sentiu corado ao sentir os braços de Sehun o abraçando com força, até porque os mesmos nunca trocaram se quer uma palavra. O chinês encarou Kai pedindo socorro e então o mesmo apenas sorriu fazendo Lay encarar o corpo adormecido do loiro. 

— Kai, acho melhor levarmos ele, não acha?

××××

— Valeu mesmo Xing, eu não iria aguentar ele até em casa, graças a Deus a casa dele e perto do bar. - Lay sorriu meigo para Jongin, não se sentia tão bêbado então ele iria para casa. Estava se virando para ir embora quando sentiu seu corpo voltar violentamente na direção que estava antes fazendo lábios se chocarem, Lay ficou sem reação ao toque de lábios do moreno a sua frente que só conseguiu proferir uma palavra depois de separados. 

— P-por que? - gaguejar nunca ajuda pequeno Lay. Kai sorriu para o mesmo.

— Sua boca é bonita, meio que só segui meus instintos; desculpa se você não queria isso, eu posso apenas...

Palavras pela metade formaram o apartamento de Sehun claro que as vezes uns resmungos eram escutados mais nada que fosse fazer Oh Sehun acordar. 

××××

•Apartamento do Byun• 2:30am•

Já estava tarde demais e Byun estava preocupado com o amigo, não era de seu fetiche não mandar mensagens a noite e isso estava deixando Baekhyun muito mal. Quando o mesmo decidiu ir deitar seu celular apitou, sua felicidade ao desbloquear o mesmo morreu no exato momento que leu 'chanYei'. Não que ele não estivesse feliz, até porque era o garoto que ele era apaixonado, só que não era quem ele queria não é mesmo?

{Mensagem}

ChanYei : Ainda acordado? 
ChanYei : Acho que sim, acabou de visualizar.

Byun : Ya! Deixa eu responder pelo menos uma.
Byun : Apressado u.u

ChanYei : Está bem tarde para você estar acordado, não acha? 

Byun : Meu melhor amigo não me avisou sobre nada, estou preocupado.

ChanYei : Sehun? -.-

Byun : Não começa, eu conheço ele a uma ano (vai fazer dois) você conheço a uns dois meses só por pegarmos o metrô juntos aos sábados. Quem diria, fazer trabalho comunitário no mesmo lugar

ChanYei : Destino baby ^-^

Byun : Ya! Não me chame de baby, Chanyei!

ChanYei : Queria sentir raiva dos gêmeos por terem contado meu apelido, mas ver você falando e escrevendo me alegra ^^. 'Tô apaixonado. 

Byun : Quero dormir, me desculpa kk. Até amanhã na escola Park.

ChanYei : Uma hora, não terá para aonde fugir baixinho >.>

Byun : Tchau Chanyeol.

Byun se ajeitou um pouco mais na cama e então virou para o lado dando de cara com o quadro de avisos que era cheio de fotos dele com Sehun(o fundo do quadro era uma foto dos dois ). Será que o mesmo estava com raiva de si? Só por ter aceitado sair com o garoto que o mesmo ficava horas a fio falando de quanto era bonito, alto e de voz forte?  

— Será que Sehun gosta mesmo de mim? - Baekyun olhou para o celular vendo a foto dos dois na tela de bloqueio, sorrindo para a tela. — Nah, isso é loucura. 

Seria loucura seu melhor amigo se apaixonar por você?  Para uns sim, para outros não, só que naquele exato momento Byun Baekhyun não queria ter os sentimentos de Oh Sehun para si, não mesmo.



•Faculdade ShinWa• 8:40am•

Dançar estando da ressaca não é a melhor coisa do mundo, imagina estar de ressaca, chateado e deprimido?  Esse era o estado de Oh Sehun. Já era a oitava vez que o mesmo errava os passos de dança e com certeza seu professor não iria aturar mais isso.

— Se a aula não está prendendo sua atenção, pode ir esperar a próxima Oh Sehun. - Sehun apenas pegou suas coisas e saiu porta a fora, foi em direção da cantina pensando ser o melhor lugar para ficar; só pensando mesmo.

— Bom dia Sehun. - O mesmo nem se virou para responder o orelhudo que estava atrás de si, apenas pegou o lanche com sua coca-cola light, comprou uma barra de chocolate e foi em direção de uma mesa afastada deixando Chanyeol para trás.- "Olá Chanyeol, me desculpe estou com presa", é difícil fazer isso?

Sehun viu Chanyeol sair da cantina e voltar a sala; então começou a comer o lanche de forma calma, quando sentiu um tapa forte na cabeça e ao se virar viu um Byun ofegante... que legal, o mesmo havia chegado atrasado. 

— Você tem noção que horas eu fui dormir ontem? - Sehun encarou o telefone vendo que eram 8:58 e se o mesmo havia chegado naquele horário ele deveria ter dormido?

— Não faço a mínima ideia. - outro tapa foi lhe dado e Sehun apenas riu alto. — Olha, toma. 

— Se você acha que... Ai obrigado! - Byun era tão facilmente comprado que Sehun tinha medo do menor ser sequestrado por causa de um chocolate. Após dar três mordidas Byun já estava mais calmo. — A culpa é sua seu idiota.

— Minha? Oque eu fiz?

— OQUE VOCÊ ... -após ver que estava gritando Byun diminuiu o tom de voz e encarou Sehun novamente. — Por sua causa, eu dormi tarde demais ontem, estou destruído e... Eca Sehun!

— Oque? eu sempre fiz isso, vai dizer que agora tem nojo da minha saliva?! - disse o grandão rindo, quem nunca teve saliva de mãe para tirar remela dos olhos não é?  — Me desculpe, não deixarei de te ligar ou mandar mensagem ok?

Baekyun olhou, olhou de novo e então sorriu. O que Sehun não pedia sorrindo, que o mesmo não fazia chorando não é mesmo? 

— Ok, agora tenho que ir, te vejo depois? - O maior balançou a cabeça em positivo e recebeu um beijo na bochecha de forma rápida que o deixou corado. — Isso é pelo chocolate, tchau.

Se Byun não queria os sentimentos de Oh, ele deveria agir de outra forma... Não fazer o maior ficar mais apaixonado ainda.

— Eu definitivamente sou um trouxa...

"Sim Oh Sehun, todos somos."

×××××

— Xing, tem como para de me evitar?  Só por um momento? - Definitivamente Kim Jongin estava cansado de seguir Zhang Yixing por todo o campos, até porque ele queria aquilo, ele não estava bêbado, se tivesse ele teria deixado Lay partir e nunca teria conseguindo beijar o mesmo, só que agora Lay parecia ter se arrependido de tudo que tinha acontecido. Após conseguir pegar na mão de Lay e o puxar para sua direção, Kai pode ver o quanto o mesmo chorava. Abraçou o mesmo só que não durou muito, pois sentiu seu corpo sendo empurrado para longe. — Caralho Lay, que foi?



— Foi tudo um erro, eu estava triste aquilo não deveria ter acontecido Kai, me perdoa eu.. Jongin? - Lay queria empurrar ele para longe e correr novamente, só que estava tão triste que não conseguia fugir, mas só de lembrar que Junmyeon iria sofrer com aquela traição?  Sim, aquilo era uma traição, mesmo Junmyeon e ele não estando juntos, na cabeça dele aquilo era uma traição. Então empurrou Kai e saiu correndo de forma desesperada, ele não podia ficar perto do mesmo, nunca mais. Já Kai, encostou na parede e começou a chorar, ele gostava de Lay, não sabia se era amor ou não, mas o sorriso do mesmo o fazia se sentir alegre.

— Eu nunca serei o suficiente para ele, nunca. - Disse o mesmo limpando as lágrimas, não queria chorar mais, não tinha lógica. Voltou todo o percurso esbarrando em um garoto baixinho. O moreno proferiu um "me desculpe" e continuou andando, o baixinho de óculos grossos olhou na direção que o mesmo ia e sorriu triste.

— 'Eu nunca serei seu tudo, não é?' - deixou uma lágrima escapar e então continuou a andar, sem perceber que Kai havia olhado em sua direção novamente, voltou até uns passos e viu o baixinho sumindo de sua visão ao pegar o caderninho que estava no chão. O abrindo e dando de cara com uma foto do mesmo sorrindo e outras fazendo careta, foto bonita pensou ele. Apenas levou o caderno consigo, uma hora ele iria sentir falta e iria procurar não é mesmo?


Notas Finais


Não esqueçam de dizer o que acharam, tenha uma ótima semana ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...