História Conhecendo o amor-jikook - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Manu95

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook
Exibições 54
Palavras 939
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Ciúmes


Fanfic / Fanfiction Conhecendo o amor-jikook - Capítulo 4 - Ciúmes


Jimin POV

Acho que eu fiquei tão empolgado que não aguentei esperar até o outro dia pra falar com Kokie. Mandei uma mensagem.

Mensagens.

Eu: Kokieeeeee.

Kokie: Q foi baby?

Eu: Quer posar na minha casa no final de semana?

Kokie: Claro.

Eu: Vai ta só a gente.

Kokie: Hmmmmmmm.

Eu: Mais por favor, se eu ficar com medo, não me force.

Kokie: Jamais meu amor, eu te amo e nunca vou fazer algo que você não queira.

Eu: E se eu quiser dar o cu, você não vai me largar depois ne?

Kokie: Não rsrsrs, vou querer e mais.

Eu: Melhor assim. Vou dormir.

Kokie: Beijo meu amor, até amanhã.

Eu: Até meu biscoito, durma bem.

Kokie: Durma bem também. Meu baby.

Eu agora poderia dormir com tranquilidade, deitei, fiquei pensando em como seria passar todos esses dias com Jungkook, vai ser maravilhoso. Vou fazer ficar maravilhoso.

De manhã...

Eu acordei, tomei meu banho, coloquei uma calça azul escura, uma blusa listrada e um moletom por cima, hoje estava frio. Quando desci meu pai me perguntou:

- Filho, você pode trazer esse Jungkook aqui hoje?

- Claro, porque? - perguntei com receio.

- Só pra mim conhecer, ver se e uma boa influência como a sua mãe tanto diz que é.

" caralho, tomara que ele não perceba que nos namoramos. "

- Tudo bem. - eu disse.

Eu só comi uma maçã e sai.

- Ei! Esqueceu de mim?! - Olhei para trás e era TaeHyung correndo em minha direção.

- Ah me desculpe, eu estava tão distraído que não lembrei que tinha irmão. - falei em tom de brincadeira.

- Essa doeu. - ele disse com cara de tristeza.

Eu o abracei de lado e fomos assim até acharmos Yoongi.

- Olá meninos! - Yoongi disse com seu bom humor infinito.

- Oi! - eu disse.

- Olá Yoongi. - disse Tae

Vi eles trocando olhares, Tae gostar dele e bom, Yoongi e um bom menino e não tem cara de quem vai machucar meu irmão, mas se ele machucar vai ser pior pra ele.

De repente vi Jungkook, ele estava falando com uma garota, não gostei. Fui até ele.

- Oi. - o surpreendi dando um beijo em sua buchecha e ignorando a garota.

- Oi, essa aqui e a Neide (n/a n resisti :)) - ele me apresentou.

Não gostei do nome e nem fui com a cara.

- Hum, vamos? - perguntei ignorando a gitana da Neide.

- Ok. Tchau Neide. - ele disse indo dar um beijo na buchecha dela mais eu não dei passagem.

Aí a gente foi.

Ele começou a rir.

- Qual a graça? - perguntei sério.

- De você com ciúme de mim.

- Você não viu o jeito que ela tava te olhando

- Ah, para, você sabe que eu te amo e não te trocaria por aquela garota água sem sal e nenhuma outra, e você sabe que eu não gosto da fruta, a unica pessoa que me interessa e você Minie, eu amo tudo em você, seu sorriso, seus olhos, seu jeito, tudo, você me fascina, você é lindo, eu te amo <3 - ele fez um coração com as mãos - meu baby, meu perfeito, e nada vai nos impedir de sermos felizes . - ele me abraçou.

Foi tão lindo, quase chorei com aquelas palavras, foram tão lindas.

- Isso foi muito lindo amor. - eu disse

De repente o sinal tocou. Bufei por aquela porra ter estragado o nosso momento.

Hoje teve prova de inglês, e por sorte eu já havia estudado aquela matéria na outra escola, se não, estaria fodido. Por sorte, passou rápido a aula, não aguentava, a ansiedade me dominava, queria estar com Jungkook a qualquer hora. O sinal tocou, quando todos saíram da sala, me agarrei a Kokie.

- Hoje você tem que ir a minha casa - eu disse, quase tinha esquecido.

- Por que? - ele perguntou.

- Meu pai quer te conhecer.

- Você contou sobre nos?

- Não, ele só quer te conhecer, por que minha mãe falou tão bem de você que ele quer te conhecer.

Ele pareceu aliviado.

- Vamos? - perguntei impaciente. Queria beija- lo logo. Queria sua boca colada a minha.

- Claro.

Mais aí, tinha uma Gitana pra estraga tudo. Veio a Neide.

- Oi Kokie. - chegou ela toda assanhada pra cima do Jungkook.

- O...

Eu o interrompi, puxando- o pra fora da sala.

Ele estava rindo.

Quando chegamos ao muro eu disse.

- Quem ela pensa que é pra chamar o meu biscoito de Kokie? Pra ela é Jeon Jungkook. Vagabunda, vai arranja outro Boy minha filha esse já tem dono.

Ele ria da minha cara.

- Do que você tá rindo Jungkook, quero ver você ri quando eu mete a mão na cara da sua amiguinha.

- Aí que lindo, vem cá amor.

Ele sentou em uma cadeira e me puxou pro seu colo. Aquilo me deixou muito exitado. Minha vontade era de tirar todas as nossas roupas e... deixa quieto. " pare Park Jimin " " meu deus, eu sou um pervertido"

Jungkook começou a beijar meu pescoço " descobri meu ponto fraco, logo ele também irá descobrir" . Nos ficamos agarrados o recreio todo como o anterior.

Quando chegou a hora da saída vi Tae vindo em nossa direção com Yoongi.

- Olá, onde vocês estavam no recreio? - Tae perguntou

Eu senti meu rosto corar.

- Não precisa responder. - ele falou entendendo tudo pela nossa cara.

Nos quatro chegamos na nossa casa e meus pais já estavam com tudo pronto.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...