História Conquistando e sendo conquistado (Furries) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bara, Bullying, Drama, Engraçado, Fofo, Furry, Hentai, Humilhação, Lemon, Romance, Sangue, Sexo, Shotacon, Tenso, Triste, Violencia, Zueira
Exibições 77
Palavras 1.801
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ondé que eu tô ? Será que to no wattpad ?

Capítulo 10 - Walter (Parte 2)


Fanfic / Fanfiction Conquistando e sendo conquistado (Furries) - Capítulo 10 - Walter (Parte 2)

                                                                  P.O.V.: Jay

 *CONTINUAÇÃO DO FLAAAAAAAAAAAASHBAAAAAAAAAAAAACK*

 Eu tinha acordado, mas não era na minha cama, era em um lugar, todo escuro, plano, quando eu virei para trás, estava o Walter de costas a mim, ele estava com a cara pra baixo e com suas mãos em seus olhos, ele estava soluçando muito, então eu percebi que ele estava chorando, eu corri até ele.

 [Jay]: W-Walter ? – Até que no meio do caminho, eu vi suas lágrimas no chão caídas, mas algumas eram lágrimas, e outras eram sangue. Eu fiquei assustado, então eu andei devagar até ele, eu peguei no ombro dele, e ele virou metade de sua cara. Vendo seu olho direito chorando muito.

 [Walter]: P-porque você fez isso ?

 [Jay]: O-oque ? O-oque que eu fiz ? – Ele se virou completamente e ele não tinha o olho esquerdo, só um buraco sombrio, e saía sangue de lá, como se estivesse chorando. Eu fiquei chocado e assustado, eu deixei seu ombro e comecei a me afastar – W-Walter !?

 [Walter]: Porque você fez isso ? – Ele começou a andar até mim enquanto eu me afastava.

 [Jay]: E-eu não fiz isto ! Eu juro !

 [Walter]: Eu pensei que você era meu amigo.

 [Jay]: S-somos amigos !

 [Walter]: Aquele beijo sequer significou algo pra você ? – Eu tropecei e fiquei me afastando, arrastando pra trás.

 [Jay]: C-claro que significou ! – Ele continuava a andar até mim triste, e eu me afastava.

 [Walter]: Eu pensei que... – Seu olho esquerdo começou a sangrar muito – Você me amava... – Ele cai de cara na minha frente e fica saindo sangue por todas as aberturas de seu corpo. Eu fiquei perplexo, branco, assustado, eu fiquei tremendo e hiperventilando, eu me ajoelhei em sua frente e virei seu rosto, e seu rosto não tinha olhos, nariz, boca, nada !............................. Então, eu dei um grito e levantei da minha cama... foi tudo um sonho, não, um pesadelo...

 (Evan): Meu deus do céu, QUE PERTURBADOR !

 (Lean): Fiquei perplexa !

 Eu estava respirando forte e muito assustado, eu fui ver, e eu estava com algumas lágrimas no rosto, eu enxuguei elas e me levantei pra tomar um leite com café, já que é a coisa mais relaxante do universo. Depois eu fui na casa do Walter. Eu bati na porta e ele imediatamente atendeu.

 [Walter]: Oi Jay ! – Quando eu vi seu olho normal, eu fiquei extremamente aliviado. Eu abracei ele. – J-Jay ? – Eu imediatamente deixei de abraça-lo.

 [Jay]: A-ah,  desculpe, eu só... estava com saudades – Eu olhei corado pro lado coçando minha nuca.

 [Walter]: Oh, e-eu também, hihihi.

 [Jay]: Hm.

 [Walter]: Então... quer entrar ?

 [Jay]: Claro. – Fomos no quarto dele e ficamos jogando o dia inteiro de novo, nós trocamos alguns pokémons, porque tínhamos Pokémon Fire Red. E quando chegou de noite, eu fui posar na casa dele, na cama, ele ficava mexendo na minha juba, e me elogiando, eu falava que ele era um fofo.

 (Lean): Gente, do, céu. Vocês são perfeitos ! Eu até estou com medo de saber o porque terminaram.

 No dia seguinte a gente deu uma passeada, no outro fomos no cinema, e no outro, o penúltimo, dormimos juntos de novo. Mas durante todos esses dias, eu ficava muito confuso porque por ele ser bipolar, eu não sabia se ele estava no clima de fazer tal coisa ou não, mas mesmo assim eu fiquei ao lado dele. Mas... no sétimo, último dia... fomos dar uma passeada pelo parque de lá, nós sentamos em um banco em frente ao lago e ele colocou sua cabeça em meu ombro, enquanto meu braço estava em seu ombro.

 [Walter]: Essa foi a melhor semana da minha vida.

 [Jay]: A minha também.

 [Walter]: Pena que você vai embora hoje a noite.

 [Jay]: Mas olha, a gente continua conversando pelo Face e de alguma forma, eu te visito de novo ! Eu já tenho 19 anos.

 [Walter]: E é um vagabundo – Ele disse rindo.

 [Jay]: Ah, para ! – Dou um empurrãozinho nele – Ei, sabe, a gente está praticamente namorando num é mesmo ?

 [Walter]: Siiiiim.

 [Jay]: E ainda que hoje é o último dia, eu queria que nós, fizemos uma coisa “especial” se é que me entende – Fico grudado nele e com um sorriso malicioso.

 [Walter]: GAAAASSSP !!!! SIM ! SIM ! SIM ! UM MILHÃO DE SIM ! EU JÁ SEI OQUE QUER FAZER ! – Ele parecia super animado, talvez porque aquela era a sua primeira vez com um homem.

 [Jay]: Hehe, acalme-se.

 [Walter]: VAMOS LÁ NA MINHA CASA AGORA ! – Ele levanta, pega no meu braço e vamos direto a casa dele. Ele estava estático ! Ele estava muito entusiasmado. Quando a gente chegou na casa dele, ele foi correndo pro quarto e eu fui andando normal. Quando eu cheguei lá no quarto, ele estava de quatro na cama com sua bunda virada pra mim.

 (Lean): MEU DEUS ! Você tem mesmo que contar essa parte ?

 (Jay): Mas é por causa dessa parte que terminei com ele !

 (Evan): QUE ?!?! Ele tinha o pinto pequeno ? É por causa disso ?

 (Jay): N-NÃO ! ERA MÉDIO ! Que eu me lembre..........

 [Walter]: Jay, eu não posso mais esperar ! – Eu fechei e tranquei a porta.

 [Jay]: Calma, é sua primeira vez com um homem – Eu abaixei suas calças e seu..... pênis, estava com MUITO pré.

 (Evan): Acho que eu vou ter pesadelos essa noite.

 Eu juntei meus dois dedos e enfiei em seu ânus.

 [Walter]: A-ah !

 [Jay]: Tá doendo ? – Eu paro por um momento.

 [Walter]: E-eu só quero sentir seu pau dentro de mim !

 [Jay]: Hehe, ok – Eu tirei minhas roupas e mesmo antes de colocar dentro dele ele já gritou:

 [Walter]: ARROMBA O MEU CU !

 [Jay]: Calma Walter ! – Eu começo a enfiar dentro dele e ele fica gemendo alto por dentro, apertando forte as mãos, mordendo os lábios, ele parecia estar com muita dor – Ei, você está aguentando tudo isso mesmo ? Quer que eu pare ?

 [Walter]: N-não ! – Eu mudei de posição, eu fiquei deitado na cama e ele em cima do meu pau que ainda estava enfiado nele.

 [Jay]: Aí, agora você pode controlar a penetração.

 [Walter]: Você não precisa ser gentil, eu fui um menino mal e preciso de castigo – Pensei: “WTF ?!” E quando menos eu percebi, ele pegou na minha cintura e se enfiou rápido – Mais fundo papai !

 [Jay]: E-ei ! Espera !

 [Walter]: A-ah ! Papai ! Isso dói ! – Eu fiquei indignado de como ele estava agindo, eu coloquei minhas mãos em sua bochecha, fazendo ele olha pra mim, ele parou de se enfiar e ficamos nos olhando.

 [Jay]: Walter, não me chame de “papai”, deixe de agir assim – Eu tirei minhas mãos dele e ele ficou de cabeça baixa.

 [Walter]: Eu não entendo... eu estou oferecendo minha virgindade a você, eu quero ser seu brinquedo, oque eu estou fazendo de errado ? Você não gosta de mim ? – Fiquei chocado com suas palavras e levantei um pouquinho com os braços.

 [Jay]: É claro que eu gosto de você ! Teremos tempo para “encenações” depois. – Eu peguei em seu pênis e comecei a masturba-lo devagar – Mas oque importa agora é irmos devagar, eu não quero te machucar. Então não finja ser uma estrela pornô, é sua primeira vez. (CORAÇÃO DERRETEU AQUI ! JAY 110% SENPAI !)

 [Walter]: Ngahh ! Eu acho que eu vou gozar ! – Ele gozou um pouco na minha cara. Mas ele não parecia estar tão “satisfeito”.

 [Jay]: Como está se sentindo ?

 [Walter]: Bem... eu estava esperando mais – Eu fiquei completamente indignado fiquei tipo “masoq” – Você é entediante, eu esperava algo mais selvagem e ardente para minha primeira vez... Mas você não gozou ainda, quer que eu te chupe ou algo assim ?

 [Jay]: ........... Não – Sua cara ficou chocada. Eu estava indignado com ele ! Ele estava tão desilusionado ! Tão poignante ! Eu tirei ele de cima de meu pau e me troquei rápido – Eu vou embora...

 [Walter]: E-espere ! – Eu ignorei ele e fui andando rápido e pisando forte até a porta. Quando eu sai, ele pegou no meu braço. – Espere ! – Eu olhei para trás para ver seu rosto impaciente e bravo – Porque você não me quer ? – Eu olhei pra frente de novo.

 [Jay]: Eu não te quero mais... – Meu coração quebrou. Ele agarrou mais meu braço.

 [Walter]: Por favor, me ame !

 [Jay]: Largue meu braço...

 [Walter]: Sem você, eu não sou nada.

 [Jay]: Largue AGORA o meu braço... – Ele aperta mais meu braço, me arranhando um pouco com suas garras.

 [Walter]: EU TE QUERO !!! – Ele aumentou seu tom de voz.

 [Jay]: Eu disse, LARGUE O MEU BRAÇO ! – Eu me virei e por impulso arranhei ele com minhas garras. Ele finalmente deixou meu braço e caiu no chão tapando seu olho esquerdo.

 [Walter]: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHH !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! MEU OLHO !!!!!!!!!!!!!!!!!!! – Eu tinha arranhado seu olho esquerdo, percebendo a merda gigantesca que eu fiz, sai correndo até minha casa sem olhar para trás. E depois de uma meia hora, fomos pro aeroporto pra casa, e eu não me despedi dele.

 *FIM DO FLAAAAAAAAAAAAASHBAAAAAAAAAAAAAACK*

 [Evan]: MEU SANTO BENEDITO ! TUDO FAZ SENTIDO AGORA ! ELE TE ODIAR ! ELE COM AQUELA CICATRIZ NO OLHO !

 [Lean]: Meu cérebro explodiu agora...

 [Jay]: Heh.

 [Evan]: Mas sério, que babaca que ele foi.

 [Lean]: É ! Onde ele pensava que estava ? Numa fanfic ?

 [Os 3]: AHSUAHSUHAUHSAH ! (4º Parede)

 [Evan]: É sério, parabéns Jay, você botou uma grande moral nele.

 [Jay]: Mas mesmo assim eu tenho dó dele, ele é facilmente influenciado pelas coisas que ouve, assiste, etc. E ele era muito solitário, então de tanto pornô que ele via, sua mente ficou bagunçada com aquilo.

 [Evan]: Então você vai perdoá-lo ?

 [Jay]: Eu................................ – Eu ia dizer não, mas eu pensei melhor - Eu não sei...................... Ele me humilhou... ou ele se humilhou ?.. Acho que ele humilhou nós dois.

 [Evan]: Só sei que você deve ficar longe dele, você viu como ele te observava ? Ele deve ser um psicopata !

 [Jay]: Eu vou ficar, e ainda que tenho vocês dois como meus guarda-costas.

 [Lean]: O Evan tem que ser maior pra ser um guarda-costa.

 [Evan]: Ah, vai chupa minha piroca de um metro sua escrota.

 [Jay e Lean]: ASUAHSUAHSHAHSAHSHAU !

                                                       P.O.V.: Evan

 Penso:  “Tomara que aquele pervertido não machuque o MEU Jay. E que assustador o sonho dele, foi uma profecia ! *pensa no sonho que Jay teve quando ele dormiu com ele* Ai meu deuxo”

                                                     P.O.V.: Walter

 Eu estava no espelho do banheiro do meu quarto, me olhando. Passo a mão no meu olho esquerdo.

 [Walter]: Você me humilha, e ainda deixa essa cicatriz como presentinho – Ri maleficamente – Mas saiba que o mundo dá voltas, é só esperar.

                                                        Continua na parte 3...


Notas Finais


Meu DeviantArt: http://darklu1231.deviantart.com
PRÓXIMA PARTE VAI SER GIGANTEEEEEEEEEEEEEEEEEEE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...