História Conquistando e sendo conquistado (Furries) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bara, Bullying, Drama, Engraçado, Fofo, Furry, Hentai, Humilhação, Lemon, Romance, Sangue, Sexo, Shotacon, Tenso, Triste, Violencia, Zueira
Exibições 73
Palavras 1.805
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


MUITOS FEELS ESSE ARCO VAI TER !

Capítulo 11 - Jay mal (Parte 1)


Fanfic / Fanfiction Conquistando e sendo conquistado (Furries) - Capítulo 11 - Jay mal (Parte 1)

 {__}: Pensamento

                                                             P.O.V.: Evan

 Duas semanas depois: O Jay estava andando bastante com a Lean, normalmente ele andava junto comigo, nós 3, só que com o passar do tempo, o Jay ficava mais tímido perto dela, então ele ficava mais quieto entre nós. Eu fiquei meio que íntimo já com o Jay, um dia ele trocou de camisa na minha frente sem se sentir incomodado. Já a Lean, não mostrava tal intimidade com ele, ele às vezes flertava ela, mas ela apenas o chamava de bobo entre risos. Ainda não sei a sexualidade dela, é como se ela tivesse medo de falar sobre isso, então eu também tenho. Mas também acho que num é por causa “dele” que ela num é íntima com ele, eu conheço ela a alguns meses e ela nem tem coragem de falar sobre seu ou sua senpai. Afinal, todos temos no mínimo um (eu tenho uma lista gigante de senpais, o mais recente é o Ziggy Racoon <3). Mas bem, o Jay andava meio que tímido perto da Lean e ela não parecia gosta-lo. Até que do nada ele começou a ficar mais... silencioso e... medroso...? E-eu não sei se usei a palavra correta mas como se ele estivesse temendo algo e ele ficou tão do nada assim.
 Eu e ele estávamos deitado na cama dele conversando, e pros maliciosos, já era algo meio que comum, afinal ele meio que começou a ficar em seu quarto muito mais. E estávamos falando de assuntos aleatórios.

 [Evan]: Tô te falando cara, foi um dos carros velozes que fez o Relâmpago Marquinhos capotar.

 [Jay]: Ele perdeu o controle, o próprio narrador disse.

 [Evan]: Foi literalmente a única coisa que ele disse e na cena já dava pra ver que o pneu já estava esfumaçando – Ele ficou com uma cara meio impaciente.

 [Jay]: Tá, tá, pense oque quiser... – Ficamos olhando pro teto por vários segundos – Você acha que a Lean gosta de mim ? – Deu um arrepio misturado com tristeza em mim. Ele parecia tão confiante antes, mas agora ele parece inseguro ou assustado. Eu meio que não sabia oque dizer.

 DENTRO DA MENTE DO EVAN:

 Caso 1: Dizer sim.

 [Evan]: Com certeza !

 [Jay]: ... Eu sei que você só quer me fazer bem... mas não precisa mentir – Chora.

 Caso 2: Dizer não.

 [Evan]: Olha, acho que não em.

 [Jay]: É... eu meio que já pensei nisso, só queria saber se você também pensava, agora parece que tá na cara que ela não gosta de mim – Chora.

 Caso 3: Dizer que não sabe.

 [Evan]: Sei lá.

 [Jay]: Com certeza não – Chora.

 FORA DA MENTE DO EVAN:

 { QUE QUE EU FALOOOOOOOOOOOOOO ?!?!!?!?!? O Jay é um cara que apesar de ser bonitão e engraçado, é super sensível, qualquer coisa que eu falar agora pode assombrar sua vida pra sempre !!!!! } Fico com uma cara de assustado olhando pro teto.

 [Evan]: V-você... acha que ela gosta de você ?- { UAU ! MELHOR, RESPOSTA ! MINHA RESPOSTA É UMA PERGUNTA ! QUE GENIAL ! }

 [Jay]: Sinceramente, eu... não sei.

 [Evan]: Mas porque está tão duvidoso ? Você parecia super confiante antes.

 [Jay]: Eu só... comecei a pensar sobre isso tudo. Mas ao menos... ela fala de mim ? Já que você é quem anda passando mais tempo com ela – Ele vira cabeça pra mim { PUTA MERDA ! ELE ME ENCURRALOU ! ELA NEM FALA SEU NOME ! } Fiquei encarando preocupado e assustado pra ele – Sem resposta... Já entendi... – Eu vi seu lindo rosto virar uma cara cheia de apatia, tristeza, foi como ver um lindo diamante lentamente virar pó. Até que escorreu uma lágrima de seu olho, era a primeira vez que eu vi aquela cena e meu coração quebrou em milhões de pedaços, eu não podia ver mais um segundo de seu coração quebrado, então eu apenas abri completamente minha mente sem mesmo pensar em que dizer. Eu me sentei, virei seu rosto pelas bochechas e gritei pra ele.

 [Evan]: VOCÊ NÃO DEVERIA FICAR ASSIM ! Olhe pra você ! Você é bonito, grande, inteligente, descolado, gentil. VOCÊ É UM PUTA PARTIDÃO ! Ela teria que ser MUITO lésbica pra não gostar de você ! – Derreto e tapo minha boca. Ele fica com uma cara assustada olhando pra mim, ainda com sua lágrima no rosto – E-eu... – Eu tentei falar algo como desculpas, mas aquilo não tinha motivo nenhum pra desculpas, porque foi praticamente um elogio. Ele enxugou sua lágrima com os dedos e olhou fixamente pra mim com nenhuma expressão.

 [Jay]: Evan... – Ele deu um sorriso – Obrigado... – Ele se encurvou deitado e me abraçou, seu abraço era tão confortável e quente, eu queria que aquele momento nunca acabasse, eu queria estar nos braços dele pra sempre, eu queria ser só dele e ele ser só meu. Eu fiquei muito vermelho, mas mesmo assim eu o abracei de volta de olhos fechados.

 Uma semana depois: Depois do oque aconteceu, ele começou a conversar um pouco mais com a Lean e ele parecia mais feliz. Mas nesse dia, segunda-feira, ele parecia SUPER confiante. A gente estava andando na calçada até o portão.

 [Evan]: Você parece eletrizado, oque aconteceu ? – Eu disse com um pequeno sorriso curioso.

 [Jay]: Hoje eu finalmente irei me declarar a Lean ! – Minha cara lentamente virou de apatia.

 [Evan]: Legal... – Ele ficou me encarando – Que foi ?

 [Jay]: Pergunta !

 [Evan]: Perguntar oque ?

 [Jay]: Perguntar “como você vai fazer isso ?”.

 [Evan]: Ugh... “como você vai fazer isso ?”

 [Jay]: Que bom que perguntou, hoje vamos passar no parque, mas eu irei me atrasar de propósito, eu irei levar uma caixa de chocolate pra ela também – Dava vontade de plantar a mão na cara dele.

 [Evan]: Hm... – Ele me viu meio triste.

 [Jay]: Não precisa ficar assim, se ela me corresponder não significa que eu sairei SÓ com ela.

 [Evan]: Hm... – A caminhada depois foi silenciosa.

 15:00 : Eu estava no sofá jogando Piano Tiles no meu celular, eu estava mega concentrado até que a porta abre e bate na parede.

 [Jay]: CHEGAY NESSA PORRA ! – Eu dei um susto e celular voou do outro lado do sofá.

 [Evan]: PELAMOR DE DEUS JAY ! Num faz isso ! Eu tava chegando no meu recorde !

 [Jay]: Hehe, foi mal, bem, já voltei da academia, AGORA EU VOU NO PARQUE COM A LEAN ! TUTS, TUTS, TUTS, TUTS, TUTS, QUERO VER !!!!!!

 [Evan]: DÁ PRA FAZER MENOS BARULHO ?! – Eu gritei estressado – Ugh.

 [Jay]: Desculpa... mas enfim, eu vou me trocar – Ele saiu correndo pro quarto. Minutos depois ele saiu com a mesma roupa que ele foi na festa da Mary – Como se acha que eu tô ? – Eu nem olhei pra ele e respondi.

 [Evan]: Legal – Ele ficou me encarando por alguns segundos e depois ele saiu pela porta com a caixa de chocolate { E se a Lean aceitar ele ? Oque vai ser de mim ? } Sem menos perceber, lágrimas escorriam pelo meu rosto. Eu abracei os joelhos com o rosto neles enquanto eu chorava e soluçava, até que meu celular vibrou, eu fui ver e era uma mensagem da Lean.

 [Lean]: O jay me chamo pro parque e to aki a 10 min. Vc tá dano o cu pra ele é ?

 [Evan]: Ele cabo d sai

 [Lean]: Ele tá mt estranhu, c num acha ?

 [Evan]: Oq qr dizer ?

 [Lean]: Ele fica me flertando, tu acha que ele gosta de mim ?

 [Evan]: Vc é bem legal, qm n gostaria d vc ?

 [Lean]: Eu nunca toquei esse assunto com vc, mas vc sabe qual o meu gênero, né ?

 [Evan]: Vc realmente nunca tocou nisso, mas eu num sei n

 [Lean]: Eu sou *censura*

 Ao ler oque ela era, deu um branco gigante em mim. Eu comecei a respirar ofegante e paralisei completamente. O celular escorregou da minha mão e fui me trocar rapidamente pra avisá-lo, era melhor eu contar isso pra ele do que ela, ia doer, mas menos. Eu coloquei a roupa que eu vou na escola mesmo e sai do apartamento sem mesmo trancar a porta, eu tinha que chegar nele o mais rápido possível.

                                                         P.O.V.: Walter

 Eu sem ninguém ter notado, sou o vizinho do Jay e do Evan, sou do quarto a esquerda dele. Eu tinha ouvido a porta abrir, eu espiei o mais silencioso e possível e o Jay estava indo pras escadas com uma caixa de bombom { Hmmm, parece que num é só um “amiguinho”, tem outro ! }. Depois de alguns minutos, eu ouvi a porta de novo e era o Evan, ele foi correndo até as escadas e ele nem trancou a porta { Não trancou a porta ? Isso deixa as coisas mais fáceis ! Hihihi }. Eu entrei no apartamento e aquela porra parecia um quarto de hotel 5 estrelas. Eu fui nos dois quartos, um tinha tinta laranja pra cabelo e uma cama de solteiro, então afirmei ser do Evan. O outro quarto tinha um pouco de pelo loiro no travesseiro, cama de casal e um monte de roupa espalhada, então afirmei ser do Jay, o quarto que eu queria. Eu procurei em cada canto daquele quarto, até que eu olhei numa pequena fresta em sua cama { Ora ora, parece que temos algo interessante aqui }.

                                                          P.O.V.: Evan

 O parque era quase do outro lado da cidade, então era mil vezes melhor pegar o busão, mas chegando no ponto, eu vi o Jay dentro do ônibus olhando para a caixa de chocolate com um sorriso, eu corri o mais rápido possível, mas mesmo assim o ônibus estava muito longe e ele partiu sem mim. {MERDA MERDA MERDA ! O PRÓXIMO É SÓ DAQUI MEIA HORA ! } Eu taquei o absoluto foda-se e fui correndo pro parque. 20 minutos depois: Eu estava no portão do parque, eu fui correndo até o banco que eles normalmente sentam que é em frente ao lago. De longe eu avistei o Jay de costas sozinho no banco de cabeça baixa com as mãos no rosto. Eu me arrepiei ao ver ele daquele jeito, eu calmamente cheguei perto dele. Ele parecia estar chorando e soluçando muito.

 [Evan]: J-Jay ? – Ele se virou e seu rosto e olhos estavam vermelhos de tanto chorar, seu nariz escorria, seus olhos cheios de tristeza, sua cara de insegurança, fez meu coração quebrar por completo.

 [Jay]: E-Evan *fungada*... E-ela... *chora mais* ELA É ASSEXUAL ! (alguem que não gosta nem de homem, nem de mulher)

 [Evan]: É, só agora eu soube disso – Sento ao lado dele e ele imediatamente me abraça com a cabeça no meu ombro. Eu corei muito, ele parecia um bebê chorando, aquilo foi de partir o coração. Eu o abracei de volta e ele me apertou mais.

                                                    Continua na parte 2...


Notas Finais


Calma gente, os feels só estão começando, vai piorar :)
Meu DeviantArt: http://darklu1231.deviantart.com


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...