História Consequences - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Marco Reus, Mario Götze
Personagens Personagens Originais
Tags Demi Lovato, Marco Reus
Exibições 153
Palavras 1.139
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Capítulo 18- Uma nova mulher?


Ver aquela cena mexeu comigo de todas as formas possíveis. Era impossível não sorri com o sorriso de Anthony, ao abraçar Marco. Involuntariamente uma única e solitária lágrima desceu por um dos meus olhos, mas ao contrário de tanta outras lágrimas de dor, essa era de emoção, de felicidade. A ternura daquele momento fez eu parar no tempo e voltar a alguns anos atrás, fez eu perceber que tudo o que Anthony precisava era de um Pai e eu me sinto culpada por isso, sentia-me culpada por ter poupado ele de tal momento. Eu deveria persistir até Marco assumir o filho, mas não, eu fugi dele. Acredito que esse foi o meu maior erro.

- Vem mamãe! - Falou Anthony. Certamente me chamando para o abraço.

Por um minuto me desliguei dos meus pensamentos e caminhei timidamente até a cama onde os dois estavam deitados. Sentei-me na pontinha da cama, mas o que eu queria realmente era abraçar os dois e não larga-los mais. Anthony vagarosamente pegou a mão de Marco e a posicionou em cima da minha.

- Agora vocês vão namorar novamente, não é? - Ele questionou com o cenho franzido.

Anthony não compreende que tudo não é tão simples como passa pela cabecinha dele. Anthony acredita quê o único problema era a sua reconciliação com Marco. Mas não é apenas isso, é além.

- Nós vamos Kelly? - Questionou Marco. Ele estava com aquela conhecida cara de cachorro sem dono.

- Não Marco, nós não vamos. Acho que você já deveria saber disso. - Respondi enquanto puxava a minha mão que estava embaixo da sua.

- Por que não mãe? - Questionou Anthony cruzando os braços e fazendo bico, Mania. - Tudo na minha vida é triste. Eu queria tanto que vocês ficassem juntos, então seríamos uma família. E vocês poderiam até ter um filho para ser o meu irmãozinho, eu iria cuidar muitíssimo bem dele.

- Poxa vida Kelly! Perdoa o Marcinho, tenham uma creche de filhos e me chamem para ser o padrinho é pronto sejam felizes. - Falou Mario. Eu havia até esquecido que ele estava ali.

- Anthony vá preparar algo com o Mario para o Marco comer! - Falei. Na tentativa de ficar a sós com Marco.

- Com o Mario? Certamente eles vão colocar fogo na casa, vão explodir tudo. E melhor irem comprar algo. - Disse Marco, ele pareceu entender a minha intenção.

- Tudo bem. Vamos Anthony. - Falou é Anthony saiu correndo atrás dele.

Marco e eu ficamos apenas nos olhando, as palavras haviam sumido por completo.

- Você deveria tomar um sol, está realmente precisando. - Falei quebrando o silêncio horrível que se formou ali.

- Não. Eu não estou precisando de Sol algum, estou precisando apenas de você. - Havia tristeza em suas palavra, isso estava me incomodando.

- Você não precisa de mim, você apenas acha que precisa, mas não precisa, Marco.

- Só eu sei o quê passei quando estava longe, principalmente por que você se afastou por um erro meu. Eu ouvia o seu choro, senti as suas lágrimas caindo sobre o seu travesseiro, mesmo estando tão longe eu as sentiam, as ouviam. Isso doeu muito pois eu sabia que o causador delas fui eu. Eu, Marco, sou o responsável por todas as suas lágrimas de dor, não sou? Eu sinto muito por isso. - Disse posicionando a sua mão novamente em cima da minha.

- Que bom que você sabe que me fez sofrer. Espero que saiba também que eu não vou lhe perdoar, mesmo que venha com esse papinho: "Ah, eu sou humano Kelly, eu erro.

- Pode deixar que não vou falar mais isso, por mas que seja verdade. Também não se preocupe que eu não vou mais mendigar o seu perdão. - Disse. Marco havia desistido de .mim, isso tudo era o que ru mais queria, mas ao mesmo tempo não.

E novamente o silêncio se estendeu. Nesse momento o que eu mais queria era abraçar e beijar Marco, mas pelo outro lado eu queria bater nele o máximo que eu conseguir. Mas nem uma das opções é válida no momento.

- Eu posso abraçar você? - Ele perguntou para a minha total e estranha surpresa.

- Pode sim Marco. - Falei é imediatamente ele veio até mim.

Aconchegou sua cabeça em meu colo, entrelaçou as suas mãos em minha cintura e me apertou contra o seu corpo. Levei timidamente meus dedos até o seus cabelos e os cariciei, Marco parecia gostar pois sorria.

Ao embalo do Momento Marco discretamente desceu uma de suas mãos até minha bunda e a apertou.

- Sem safadeza Marco. - Falei tentando parecer séria.

- Não é safadeza. Eu havia esquecido como e a sensação de ter o seu corpo assim... tão coladinho com o Meu, ela e Maravilhosa, você é maravilhosa e eu não queria te perder, queria te amar, amar e amar.

- Não e melhor você dizer "Eu queria te magoar, magoar e magoar"?

- Não Kelly te magoar será uma coisa que eu nunca irei te fazer novamente, muito ao contrário. Você ouviu o que Anthony falou? Ele quer que fiquemos juntos, se não fizer isso por mim, pelo nosso amor, faça pelo nosso filho. O Anthony merece.

Marco sabe exatamente como usar as pessoas para o seu bem, para satisfazer-se. Mas dessa vez ele tem um pingo de razão, o Anthony merece, mas ele não. A única coisa que ele merece é o meu desprezo.

Eu estou determinada a fazer Marco sofrer por cada ato, cada erro. É não a melhor forma a não ser paga-lo com a mesma moeda, a traição na cara dura.

Não que eu seja uma pessoa vingativa, só quero que ele pague pelos seus atos, quero que sofra na pele. Ele não vai sofrer por besteira, irá simplesmente sofrer pelos seus erros e escolhas.

- O Anthony tem apenas que entender que as coisas não são como ele quer, esse é o mundo real.

- Gostei muito do seu novo corte de cabelo, por mais quê ele não combine com sua personalidade. - Falou, mudando totalmente de assunto.

- Ele não combinaria de eu ainda fosse a mesma tapada de antes, mas não sou. 


"Quem é que trabalhou duro?

Está com a cabeça sobrecarregada?

Conseguiu esse corpo perfeito

Doendo da cabeça aos pés

Isso não é nada, não é nada

Todas as minhas garotas ao redor do mundo

Isso não é nada, não é nada

Boas garotas, melhor ficarem más

Você já ficou para baixo antes Já se machucou antes

Já se levantou antes

Você estará pronta, pronta para ir Como Destiny’s Child dizia, você tem que se levantar e conseguir

Fique completamente independente e não esqueça jamais disso

Tem uma sujeira no seu ombro, deixa eu limpar para você

Se você me entendeu, toca aqui

Essa é minha garota

Essa é minha garota

Essa é minha garota

Essa é minha garota" 

- That's my girl, Fifth Harmony. 


Notas Finais


#KellyVingativa MARCINHO VAI SOFRER MAIS UM POUQUINHO!
A KELLY VAI APRONTAR.
UMA DICA: O MAX TA ENVOLVIDO NISSO.

Bjus!

Xau *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...