História Consequências de uma Noite- ST - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bernard Duarte, Claire Holt, David Luiz, Lucas Piazón, Mauricio Destri, Natalia "Nah" Cardoso, Oscar Emboaba
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Crianças, Drama, Revelaçao, Segunda Temporada
Visualizações 60
Palavras 722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Ficção, Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente desculpa pela demora, mais final do ano tá aí, e eu preciso estudar 😝😝, mais aqui está o capítulo; mais uma coisa os capítulos as vezes vou ser pequenos pois pelo celular eu não tenho uma base.
Boa Leitura
&
Beijos

Capítulo 13 - Eu te amo, Eu te odeio


Fanfic / Fanfiction Consequências de uma Noite- ST - Capítulo 13 - Eu te amo, Eu te odeio


Eu te odeio, eu te amo
Eu odeio te amar
Não quero, mas não consigo colocar
Mais ninguém acima de você


P.O.V Julie

Eu não sei como podemos amar e odiar uma pessoa ao mesmo tempo, eu amo o Oscar mais do que posso explicar mas eu também odeio ele. Isso a cada dia fica mais confuso a cada dia eu penso que esse sentimento vai morrer mas parece que a cada dia ele cresce eu não consigo entender, como isso pode acontecer? Não estamos mais juntos, ele me traiu, como esse sentimento ainda reina dentro de mim? 

Isso é inexplicável!

Se passaram alguns dias, e desde então não tenho mais notícias suas, nem para as meninas ele ligou, ou visitou.

- mamãe,papai vai vir hoje? _Aurora pergunta 

-eu não sei meu amor, mais acho que sim_Respondo alisando seus cabelos.

A campainha toca e eu abro, dando de cara com Oscar.

-Esqueceu que tem duas filhas? 

- estou com problemas Julie, sem drama_Ele diz seco, e eu respiro fundo.

- meninas pegam suas coisas_Grito e logo elas aparecem correndo em direção ao pai.- Cadê meu beijo?_Elas riem e vêem, dou um beijo em cada uma observo elas indo em direção ao carro com Oscar, mas o mesmo para e me olha 

- você ainda vai insistir nessa de ir pra Paris?

-ainda não decidi 

- minha decisão de pedir a guarda das meninas ainda tá de pé_Ele diz e se vira, respiro fundo porque se não eu vou lá e mato aquele desgraçado 

Pensei que Oscar iria desistir disso mas cada dia tenho a plena certeza que não. E o medo de perder a guarda das meninas está se instalando em mim. 

- qual o problema, amor?_Brian fala me abraçando por trás 

-Oscar continua com a idéia de tirar as meninas de mim, caso eu vá pra Paris 

-quem ele pensa que é pra fazer isso?_ Brian fala, seu tom de voz é de raiva.

-o pai das meninas, eu estou pensando seriamente em não ir pra Paris 

- o que?  _Ele diz surpreso 

- eu não posso perder a guarda das meninas, nada é mais importando que minhas filhas 

- É só por isso mesmo?

-vai começar?

-sim vou, eu não aguento mais isso, o Oscar sempre está entre nós, isso cansa 

-ele não está entre nós 

- está sim, só você não percebe, todo mundo tem limite e o meu acabou 

-o que você quer dizer com isso?

- você vai ter que escolher ou eu,ou ele 

Ele diz, e pega suas chaves e sai tento impedir mais é em vão, eu não acredito nisso como pude deixar chegar a esse ponto. 

As lágrimas caem involuntariamente,  tendo controlar mais não consigo o campainha toca e enxugou as lágrimas e abro dando de cara com Oscar

- tá fazendo o que aqui?

-Aurora esqueceu a bolsa_Ele diz e revira os olhos.

- vou buscar, entra aí

Saio em direção a escada, mas Oscar segura meu braço.

-porque está chorando?

-não é da sua conta 

- me responde_Ele diz grosso - Foi Brian?

- não foi ele, foi você_Solto meu braço - Sempre é você 

-eu?

-sim desde que eu te conheci minha vida virou de cabeça pra baixo.

- não pode está me culpando disso

-posso sim 

- não pode não, tanto você como eu temos culpa do que aconteceu 

- eu te odeio, e meu ódio é tão profundo que eu nem sei por onde começa

Ele me prensa na parede, tento me soltar mas ele segura minha mão e coloca em cima da minha cabeça.

-não você me amo, assim como eu amo você.

Dito isso ele me beija desesperadamente, tento recuar ou não me entegrar mas acabo cedendo,  aos poucos ele solta minha mão e eu agarro seu cabelo, Oscar distribui beijos em meu pescoço me fazendo arfar, dentro de minutos ele rasga minha blusa ao meio, retiro sua camisa  e distribuo beijos em seu peitoral, arranho o mesmo estamos sendo movido ao desejo ao prazer.

Em questão de segundos estamos nus, Oscar me dá impulso e eu subo em seu colo sem aviso prévio ele me penetra, um grito saí de meus lábios, agarro seus ombros  suas entocadas são fundas e rápidas.

-gostosa_Ele sussurra 

(...)

Perdi a conta de quanta vezes gozamos, isso realmente tinha de tornado melhor. Agora aqui estamos sentados no chão, tentando controlar a respiração, Oscar joga a cabeça pra trás.

-merda, isso não era pra ter acontecido

-eu sei disso melhor do que....

-Ludmila tá grávida_Oscar dispara 



Notas Finais


Gostaram?
Comentem
Favoritem
Indiquem
Minha fanfic com 1D, a história é bem interessante
https://spiritfanfics.com/historia/criminal-love-10519696


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...