História Contagem Regressiva - Capítulo 198


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Ashley Benson, Camila Cabello, Chris Colfer, Demi Lovato, Dianna Agron, Dinah Jane Hansen, Joe Jonas, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Mark Salling, Miley Cyrus, Naya Rivera, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Shay Mitchell, Vanessa Hudgens
Tags Semi Delena Govato
Exibições 114
Palavras 2.604
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Então...
Eu achei que não daria pra rolar mais um hoje.
Mas não é que deu!?kkk
Postandoooo!

Capítulo 198 - No option


Fanfic / Fanfiction Contagem Regressiva - Capítulo 198 - No option

DEMI P.O.V

- VOCÊ ATIROU A NOSSA REPUTAÇÃO NA LAMA,DEMETRIA!QUASE INDUZIU O SEU PRÓPRIO IRMÃO AO COMA!FOI INCONSEQUENTE! - A Dianna me descascava;devido à umas imagens da luta,que tinham soltado no youtube.

PRECISAMENTE,a que eu deixava o bebezinho inconsciente:

- VOCÊ TEM NOÇÃO DO QUE EU SENTI AO  DESCOBRIR POR UM MALDITO VÍDEO DE INTERNET QUE A MINHA ÚNICA FILHA SE TRANSFORMOU NUMA  BARBARA!?VOCÊ TEM NOÇÃO DO QUE EU SENTI AO VER MEUS ÚNICOS FILHOS SE PORTANDO,FEITO ANIMAIS NUMA ARENA?O SEU PAI,E A SUA AVÓ QUASE VOLTARAM PRA O HOSPITAL!O NOSSO TELEFONE TEVE QUE SER BLOQUEADO!...

Embora,eu estivesse TÃO!(Ou talvez até mais ferida que ele.Já que ELE havia me batido com mais raiva).EU havia me tornado a vilã e ele o mocinho!EU, que havia causado a porra toda!

Se ferrar!

Não sabia exatamente O QUE,o desgraçado tinha inventado.Mas,a julgar pela histeria: Não a verdade.Não MESMO a verdade.

- QUANTO A VOCÊ,GOMEZ!- Ela virou,de repente pra Sel:

- Francamente,eu não poderia estar mais decepcionada. !

- Uou!Uou!

Aí  já foi um pouquinho demais pra mim:

- NÃO OUSE METÊ-LA NISSO! - Me levantei num salto,andando com toda a pressa em sua direção,A Sel moveu-se da mesma forma para segurar meu braço.

- Não! – Ela sussurrou:

- Demi,não!

Só então a olhei,preocupada.Pois não sabia como estava recebendo aquilo.

Novamente...

NOVAMENTE!A mulher que deveria me apoiar, e se posicionar ao meu lado;me  jogava de escanteio,pra tomar partido do filhinho querido!

Novamente,a Dianna,se voltava contra quem não tinha culpa nenhuma, pra acobertar um mau caráter!E o pior;Foi que por ter sido pega de surpresa,eu não soube o que responder!AINDA que soubesse também não adiantaria!Após ter,só não me chamado de santa,ela me deu as costas;batendo a porta.Crente abafando de que estava cheia da razão.

- AAAAAAAAAH! – Me descontrolei;Chutando a primeira coisa que vi:Um centrinho decorativo de madeira.

- Não!Para!PARA! – A Sel,me conteve,me abraçando por trás.

Voou vidro por todas as partes:

- Para!Você vai se machucar mais!Não vale a pena.

Tive uma crise de choro.

- Shiiu!Tá tudo bem.Tá tudo bem!

Minha respiração estava saindo feroz pelo meu nariz, mais uma vez humilhada!Podia sentir minha face arder, devia estar vermelha.

- Ei! – A Sel me acolheu em seu colo:

- Tá tudo bem.

Assim como eu havia feito na rua;Me balançava,beijando minha testa.

- Não é justo! – Choraminguei.

- Eu sei,amor!Eu sei que não é.Mas nós vamos lhe dar com isso.Okay?E com o que quer que venha!

- Ela não tinha o direito de te responsabilizar!

- Demi!Me ouve!

Eu estava mental e fisicamente exausta.Ainda não havia conseguido descansar.

- Você escolheu dar uma lição no Bieber e deu.Ele viu aí a chance que tanto esperou pra se vitimizar outra vez.Ponto.Que os seus pais caiam na dele!Que o mundo caia!Foda-se!

- Eu vou...

-Não!Você não fazer nada! – Fui cortada:

- Chega!Você prometeu.Todos nós nos prometemos não cedermos mais a nenhuma provocação.Lembra?

Antes de partirmos,havíamos sentado em grupo,pra estabelecer uma espécie de pacto de paz.

- Mas e a Mitchell?E o Olyphants?E o Cheadle?! – Questionei,tremendo de ódio.

- Cedo ou tarde,ele se tocam de que estão servindo ao diabo.Eu já fui vítima do Justin;o Chris já foi!Aposto que eles estão sendo também.

Neguei:

- Sel...

- Olha só! – Mais um corte:

- Nós não temos porquê nos prejudicar em função de ninguém!Você entendeu?Largar os estudos não é uma opção válida.Nós vamos dar passos contrários ao que estão esperando.

- Como assim? – Funguei.

- O Justin tem certeza que você não vai aceitar frequentar a orientação.Ele previu que você enfrentaria a direção.Previu que você armaria uma baita confusão.Mas amanhã você vai se desculpar com o Cheadle.

- COMO É QUE É? - Abri a boca num O:

- MAS DE JEITO NENHUM!NEM MORTA!

- Você vai sim!

A encarei incrédula.

- Amor...Certa ou errada,você disse coisas,dignas de um castigo dos grandes.Você desafiou a figura máxima da Universidade.

- VOCÊ ESTÁ CRITICANDO A MINHA ATITUDE!? – Me inconformei.

- Não.Eu estou finalmente tomando as rédeas das nossas vidas.Estou,como eu já disse estrategiando passos opostos aos que estão na expectativa que você dê.Eu não vou mais tentar argumentar contra o que você sente pelo JB.Muito menos julgar.Mas também não vou fazer vistas grossas.Foi,por eu agir como se essa maldita guerra não existisse,que você preferiu mentir.

- Sel,eu não vou me desculpar! – Falei firme.

- Você vai!Ela falou mais firme ainda:

- E em seguida vai topar ver o Olyphants.Dessa vez sou eu quem peço: Confia em mim.

ASHLEY P.O.V

- EU NUNCA VOU ESQUECER ESSE ANIVERSÁRIO!NUNCA!NINGUÉM NO INTERNATO VAI ACREDITAR! – A Stella vibravam ao chegarmos,no dormitório.

Enquanto narrava cada detalhezinho de tudo (o que presenciamos).A Vanessa e eu,falecíamos no sofá,destroçadas:

- OS AMIGOS DE VOCÊS SÃO OS MELHORES!E LINDOS!

Somente, após MUITO falatório;EM FIM,a criatura decidiu tomar um banho e descansar,antes de se preparar pra viajem de volta.

Amaríamos poder tê-la por mais tempo.Mas tanto sua escola,quanto a Universidade não autorizaria.

- Mano!QUE SEMANA! – Exclamei.Sendo apoiada:

- Se no ano anterior me dissessem que toda essa loucura rolaria conosco,eu riria na cara da pessoa.

- Somos duas.

Houve um silêncio...

- Ash!

Eu já estava quase cochilando ali.Mas respondi.

- Hum?

- Foi incrível o que você fez por Semi!

Suspirei,me ajeitando:

- Eu...apenas não aguento mais sofrimento.

A Vanessa me encarou,séria:

- Eu também não.

Foi o segundo momento intenso que tivemos,desde o rompimento.

- VAAAAN! – A Stella berrou,surgindo de calcinha e camisão.

- VOCÊ ESQUECEU SEU CELULAR COMIGO CHEGOU UMA MENSAGEM!

Ao ler o conteúdo escrito no aparelho,sua irmã sorriu,largo.

NÃO que eu me importasse!Eu não me importava!Mas,fiquei curiosa:

- De quem é?

- Da mama.O Jason acaba de ser solto!A avisaram agorinha.

DEMI P.O.V

Finalmente uma notícia boa!

- MAMÃEEEEEEE!

A Sel e eu ainda “discutíamos” sua ideia absurda,quando a Amanda ligou,informando que seu filho obterá a liberdade.Corremos pra delegacia:

- FILHA!

Ao me ver a mulher se assustou,com os hematomas:

- DEUS!O QUE ACONTECEU?!

- Er...- Travei.

- Mais tarde eu explico!Prometo!Cadê o Jay? - Minha noiva me poupou do desgaste.

Eis,que avistamos o moleque e o doutor Meclean;que sorriu ao me ver.(apesar de não esconder seu choque com meu estado).

Enquanto,a família se saudava,aos prantos.Aproveitei pra tirar algumas dúvidas:

- É uma soltura definitiva?

Fomos conversando...

- O Jason,aceitou assinar uma delação premiada.

- Do que se trata?

- Ele vai revelar quem são os verdadeiros donos da carga ilegal.Em um mês.

Arregalei os olhos:

- Um mês? Por que tão distante?Não é perigoso?

- O Juíz encarregado do caso,se encontra fora do país.Ele precisa estar presente.Mas não se preocupe!Uma viatura se encarregará de protegê-lo,diariamente até o depoimento.

- E depois?

- Bom...depois nós torcemos para que os criminosos sejam capturados.E devidamente punidos.Por enquanto é de casa pra escola e da escola pra casa.Mas,após depor,ele poderá retornar a seu cotidiano normal.Ele também terá proteção durante as aulas.

Assenti.

- Doutor! – A Sel falou,nos interrompendo:

- Muito obrigada!

O advogado deu de ombros,orgulhoso:

- Eu não fiz mais do que cumprir meu dever.Além do que,foi muito corajoso da parte do Jason,topar colaborar com a justiça!Outros adolescentes morreriam pra não abrirem a boca.Conversem com ele.Ele é uma ótima criança.Devido à experiência,duvido que ouse falhar de novo.Mas uma conversa,nunca é de mais.

- Sim senhor!

- Nós já podemos ir? – A Amanda perguntou,feliz.

- Sim,sim!Eu manterei contato para instruí-lo.

- Sim senhor.Obrigada!

- Vamos! – Falei.

Logo estacionávamos,perante a casa dos Gomez.

- Obrigada,querida!Obrigada por tudo! - Minha sogra me abraçou(me machucando)antes de descer.

Pra o meu TOTAL espanto o Jason não foi rude como sempre:

- Obrigado,Demi!E desculpa.

- Desculpa pelo que? – Estranhei.

- Por tudo!...tchau.

- Er...tchau.

Ficamos só a Sel e eu no carro.

(Devido à umas apresentações acadêmicas,insuportáveis)Ainda precisávamos ir pra Main.Mas não tínhamos a menor pressa:

- Ele deve estar se referindo às mancadas.

- Ah!

Ganhei um beijão,de supetão:

- Esse é o MEU agradecimento – Ela sussurrou,em meus lábios.

- Hurrum! – Balancei a cabeça,zonza:

- Disponha.

Ela alisou meu queixo:

- Eu...nem sei mais como pagar o que você tem feito pela gente.

Arqueei as sobrancelhas:

- Eu sei.

Ganhei outro beijo.E outro,e outro...

Ficamos uns segundos nos sentindo,sem palavras.Só carinho.

Até que...

- Amor!

- Quê? - Me afastei pra escutar.

- Por favor.Diz que vai fazer o que eu pedi!

Esfreguei o rosto impaciente:

- Sel...

Ela pôs o dedo indicador na minha boca.

- Eu não tô sugerindo que nós traiamos o nosso caráter!Nem que nós,nos tornemos amiguinhas de quem vem nos prejudicando.

Bufei.

- Mas me dá uma chance!Só uma chance!De tentar do meu jeito,ao menos uma vez!Por favor!...por favor!

Fui vencida pelo cansaço.

Eu já estava cheia daquela merda toda!Mesmo: Por mim,pegaria uma metralhadora e sairia dedetizando a cidade.

MAS...

NAYA P.O.V

- Ele é lindo.Não é? – Eu babava,sobre meu filhinho,dormindo no bercinho da ala:

- É sim!Puxou a mãe – A Di respondeu.

- Com certeza! – Concordei.

- Eu tô me referindo a você,Rivera!

Corei:

- Bobona!

Lhe dei um selinho:

- Ele tem os seus traços.

- E a sua força.

Tornei a corar:

- Eu tenho sonhado com o momento de levar vocês dois pra casa.

- Não vai demorar.

Colei nossas testas:

- Não.Não vai.Eu já conversei com o papai.Ele jurou que nos ajudará com o aluguel.Ainda hoje,eu vou visitar alguns apartamentos.O Colfer ficou de me acompanhar.

- O Colfer?

Sorri.

- Eis uma amizade inusitada pra mim!

- Pra mim também! – Admiti:

- Mas esse lance todo de trabalhar juntos pra desmascarar os cúmplices do Bieber;meio que nos aproximou.

Ela mordeu os lábios:

- Nem me lembra disso!Eu continuo chocada!Até que ponto esse monstro foi!Você não me disse.

- O que?

- O que vai ser feito com o que se descobriu.

Deitei em seu ombro:

- Nada!Parece que a galera votou em Nova York e resolveu deixar rolar.

- Mas isso da Mitchell e do Oplyphants serem infiltrados é muito sério pra jogar em baixo do tapete!

- Eu também acho!Mas não há provas!O máximo que nós conseguiríamos,vazando aquela foto,é  expor que eles têm um caso.

- Isso é!Infelizmente também não dá pra jogar no ventilador que ela não consta nos arquivos,sem comprometer o Colfer.

- Harran...eu bati um papo rápido,ontem com a Demi.Ela estava puta com o fato do teatrinho de bom moço,do Bieber,de novo colar.Porém!A pedido da Sel,tudo volta ao normal.

- Será?

Não entendi:

- Será o que?

- Que ele vai permitir que volte?Qualquer um,após tudo.No lugar,já teria desistido.Mas ele parece se alimentar a cada contra ataque!

Soltei o ar,devagar:

- Eu não quero você esquentando com esse assunto!Se foca no Noah.Se foca na sua recuperação.

- Eu tenho medo que ele queira se vingar.

- Não vai acontecer!E,se acontecer.Ele vai se ferrar como sempre!Eu tô me apegando à expectativa,do sogro bandidão cancelar o patrocínio por conta do prejuízo da derrota.Seis mil dólares não se acha na esquina.E sem grana,eu quero ver ele comprando quem quer que seja!

VANESSA P.O.V

- Eu vou sentir saudades!

- Eu também,pirralha! – Minha maninha e eu nos despedíamos no aeroporto.

- Eu queria que a Ash estivesse aqui.

- Ela tinha um trabalho atrasado pra entregar.E...

- Eu não quero que vocês se separem – Fui interrompida.

- Hã? – Pasmei:

- Do que você está...?

- Eu ouvi vocês brigando.Eu sei que você terminaram e fingiram o contrário pra não me magoar.Mas eu não quero que vocês finjam.Eu quero vocês bem.

Engoli a seco.

- Juntas!Vocês se amam.

- Stell...

- Eu sei que pra você eu não passo de uma fedelha,Van!Eu sei também que na porcaria do colégio aonde me meteram a tendência é as garotas ficarem retardadas.Só que eu vejo as coisas!Eu não sei o que você fez.Mas sei que você se arrependeu.E que uma é a base da outra.Luta!

Comecei a chorar.

- Olha o que vocês fizeram pelas amigas de vocês!Vocês lutaram!Luta!

- Eu não sei como...

- Sabe!

- ATENÇÃO SENHORES PASSAGEIROS,DO VOO 759!DIRIJAM-SE AO PORTÃO DE EMBARQUE! – Escutamos.

- Você sabe!

- ATENÇÃO SENHORES PASSAGEIROS,DO VOO 759!DIRIJAM-SE AO PORTÃO DE EMBARQUE!

Após um abraço apertado,a assisti sumir na multidão.

Durante o trajeto de volta pra o dormitório tomei uma decisão importante.

Fui no meu quarto,peguei meu violão e corri pra sala,aonde supunha que a turma da Ash se encontrava.

A avistei,no fundo,analisando uns papeis com uma menina.

Entrei:

- Com licença,professora!Eu poderia interromper sua aula um segundo?

TODOS me olharam confusos.

Então sem esperar a resposta,comecei a cantar:

Todo mundo precisa de um tempo longe um do outro...

 É o que dizem

Até os amantes precisam de umas férias longe um do outro – A maior interessada ruborizou;num misto de surpresa e...emoção.

Abrace-me agora, é difícil dizer que eu sinto muito, eu só quero que você fique.

Ao entender a situação, pessoal,começou a soltar uns “awns”.

Até a professora.

Continuei:

Depois do que nós passamos, eu compensarei tudo para você, eu prometo

E depois de tudo que se tem dito e feito

Você é só a parte de mim que eu não posso deixar ir embora

Tentei não chorar.Mas foi impossível:

Não poderia ficar longe nem por apenas um dia, nem do seu corpo

Não iria querer ser arrastada para longe daquela que eu amo.

Eu não ligava pra o fato de estar ou não desafinando.

Só queria me expressar do modo mais real:

Abrace-me agora, é difícil pra mim dizer que sinto muito,

eu só quero que você saiba...

Abrace-me agora, eu quero realmente te dizer que sinto muito, eu nunca poderia te deixar partir.

Depois do que nós passamos,eu compensarei tudo para você, eu prometo!

E depois de tudo que se tem dito e feito

Você é só a parte de mim que eu não posso deixar ir embora.

A Ash se aproximou,quando eu emitia a frase final:

Depois do que nós passamos, eu compensarei tudo para você, eu prometo.

...e me beijou!

SELENA P.O.V

Seja o que Deus quiser! – Eu pensava à caminho do campus.

Tanta coisa tinha rolado que só me restava rezar:

A prisão do Jay,a luta,o piti da Dianna,a soltura do Jay,O receio do que viria...

Sinceramente!

SE as últimas decisões,não fizessem diferença.Eu jogaria a toalha.

Procuraria outro lugar pra me formar;trancaria a matrícula...

Eu não queria admitir,pra TENTAR abaixar a adrenalina da Demi.Mas também tinha chego ao meu limite!

- Pronta? – Perguntei,ao pisarmos no estacionamento.

- Quer mesmo saber?

Sorri,perante a resposta.E descemos,de mãos dadas,rumo à área interna.

LOGO DE CARA,notando a movimentação,e os olhares acusativos.

Cogitei o tal vídeo,que deveria ter desagradado aos puxa sacos de plantão.

Cogitei alguma fofoquinha   sobre mim,a Demi,E o JB...

Cogitei N’s possibilidades.Exceto a certa.

Porém ao nos aproximarmos dos armários(aonde vimos três policiais,o diretor e uma multidão)nos tocamos de que a merda era das bravas.

Um dos homens,marchou rígido em nossa direção,com uma algema em mãos:

- Senhorita,Selena Marie Gomez.A senhorita está presa pelo assassinato do senhor Justin Drew Bieber.A Justiça lhe concede o direito de permanecer calada.Tudo o que disser,poderá,e será usado contra a senhorita no tribunal.

Justin;assassinato,PREEEEESA!? – Minha mente adormeceu.

- O QUE ESTÁ HAVENDO? – A Mitchell pulou na minha frente,de repente.

- Não se envolva,garota!É assunto judicial.

- O QUE ESTÁ HAVENDO?! – Ela repetiu.

- SE A SENHORITA NÃO SE RETIRAR IMEDIATAMENTE,EU SEREI FORÇADO A AUTUÁ-LA POR DESACATO À AUTORIDADE!

Os dois se encararam:

- Ou talvez eu o faça.

- Ah,é? – O sujeito ironizou:

- E quem é a senhorita?

Houve um silencio...

- Foi o que eu imaginei.

Ele já tentaria me tocar de novo,quando...

- Eu sou a agente 312 do FBI.Aquele ali,é o meu parceiro 425.Este é o nosso setor de atuação.E se o senhor,e a sua equipe não esclarecerem agora,o que se passa.Quem vai sair daqui num camburão são vocês.

...AGENTE?!

 


Notas Finais


COMENTS?
PS: A música que a Van cantou : https://www.youtube.com/watch?v=UKDVUUfGXzU


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...