História Contato físico - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Taekook, Vkook
Exibições 137
Palavras 1.605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Provavelmente terá dois capítulos, três no máximo.
Boa leitura!

Capítulo 1 - Aposta


- Andem mais rápido, eles podem voltar a qualquer momento.

Jimin olhava para os lados antes de entrar no quarto dos dois mais novos.

- Eu não entendo pra quê tudo isso, é só um casaco. - Yoongi Bufou.

- O Tae roubou e eu quero de volta, simples.

- Mas a gente precisa vir junto? E ele é teu melhor amigo, é necessário entrar no quarto dele escondido? - Hoseok queria muito ir no cinema e Jimin já estava enrolando de mais com esse casaco.

- Se ele roubou não quer que eu pegue de volta, mas é da sorte. Não vou dar para ele nunca! E vocês vão me ajudar a achar.

Os três abriram o armário para procurar a peça de roupa.

- Como é o casaco mesmo? - Suga se deu por vencido e começou a procurar de verdade, quanto mais rápido achasse mais cedo sairia dali.

- É aquele azul com 95 escrito nas costas.

- Aquele velho? - Hoseok perguntou um tanto indignado.

- Ele não é velho. - Jimin se defendeu.

- Não é isso, é que eu vi o Tae com ele hoje.

Eles até iriam continuar a conversa, mas a voz e os passos dos mais novos foram ouvidos.

- Para de baixo da cama, agora. - O mais velho ordenou. Não estava com saco para ouvir o drama de Taehyung.

As vozes foram ficando mais audíveis e assim puderam entender o que diziam.

- Me larga. - Tae parecia irritado.

- Qualé', para com isso. Não foi nada de mais.

Ouviram alguém apertar o passo e logo depois a porta bater.

- Me deixa entrar, esse quarto é meu também. - O tom de súplica do mais novo era evidente.

- Maldita hora que o Jimin aceitou trocar de quarto contigo. 

"Agora a culpa é minha?", As palavras quase saltaram da boca do baixinho, mas foram impedidas pela mão de Yoongi.

O barulho da porta abrindo mais a voz grossa pedindo novamente para solta-lo foram seguidas de um baque. Alguém foi jogado na cama.

- Sai de cima de mim Jeon.

- Vamos baby, larga de ser chato.

"Baby?" ,foi o que passou pela cabeça dos mais velhos.

- Depois daquela cena ridícula? Vai tomar no cú.

Jungkook até poderia responder que quem toma no cú é o mais velho, só que pioraria a situação.

- Nem é para tanto. 

Estalos começaram a ecoar pelo quarto. "O que está acontecendo?", que os dois são namorados é de conhecimento geral,mas por quê estão assim?

- Jeon, eu pedi para parar. - A frase foi acompanhada de um gemido rouco que arrepiou não só o mais novo quanto os presentes de baixo da cama. - Vai ficar marca garoto!

- Me chama de Daddy.

- Agora não, precisamos conversar.

- Só uma vez. - Pediu manhoso.

Taehyung Bufou, sabia que perderia mais tempo tentando negar o pedido que na conversa em si.

- Daddy, para,por favor?

"Daddy? Eles já chegaram a tanto?', Jimin ficou indignado por não saber disso, era o melhor amigo afinal.

Era um pedido, mas Tae empurrou o corpo de cima de si e sentou-se, fazendo Jungkook imitar-lhe. 

- Agora é sério. O que foi aquilo? Parecia que ia pular no garoto!

- Ele estava apertando a sua bunda. - Jeon se justificou calmamente. 

- Ele é meu amigo, não tinha nada de mais. Quantas vezes eu apertei a bunda do Jimin? E ele a minha?

O citado teve de segurar o riso, Hoseok estava corado desde o Baby, realmente envergonhado pelo gemido também.

- Não é a mesma coisa. - O mais novo aumentou o tom.

- Claro que é. Você rosnou para ele, não confia em mim?

- Não é isso, só que de uns tempos para cá eu não gosto que outros te toquem. Não que antes eu quisesse, mas agora é mais difícil controlar o ciúme.

- Você se apaixonou por mim assim, comunicativo e que ama demonstrações físicas de carinho, então para. Eu te amo.

Jungkook o puxou para o colo e sussurou as três palavras novamente. Era fofo como os dois se amavam.

- Vamos fazer uma aposta?

- Que aleatório Kookie. - Ele riu.

- Assim, se você conseguir passar uma semana sem demostração física de carinho eu faço o que quiser pelo mesmo período.

- Isso é bem tentador, mas o que acontece se eu perder?

- Terá de se vestir com roupas femininas, no dormitório claro, por uma semana também. 

Os garotos de baixo da cama quase gargalharam, principalmente Hoseok.

- Eu não sei não...

- Ora, vamos. Não é tão difícil, é?

Ele ponderou um pouco e acabou concordando.

- Começa agora?

- Pode ser.

- Então me larga, não dá para começar com você assim, né?

- Eu posso!

- Claro que não. A aposta é sem contato, você está incluído. - Sorriu travesso - Mas eu posso retribuir?

- Não. - Foi a vez do mais novo sorrir travesso.

O mais velho Bufou, como lidaria com o melhor amigo?

- Vai, me larga. Vamos fazer isso direito e você vai se arrepender, vou te fazer de escravo.

- Já faz. - Ele riu, queria ganhar a aposta e ver aquele garoto de meia calça e saia.

A cama estalou e os dois levantaram caminhando para fora do quarto, o moreno abraçou o outro por trás.

- A aposta Jeon. - Ele retirou os braços de sua cintura e riu da cara do mais novo que foi resmungando.

Depois de terem certeza que os mais novos não os veriam alí os três se retiraram de baixo da cama.

- O TaeTae chamou o Kookie de Daddy...

- É Chimchim, e o Jeon de Baby, nós entendemos.

- Vocês ouviram o gemido dele? - Hoseok ainda estava constrangido. - Como alguém geme rouco e suave ao mesmo tempo?

- Foi bonitinho. - Yoongi falou, mesmo se arrependendo depois.

Jimin o olhou irado, além de ser seu namorado ali ainda estava falando do melhor amigo.

- Como assim senhor Min?

- Vai me dizer que não se arrepiou? Se fiquei assim, imagina o Kook?

O platinado Bufou, mas se deixou levar.

- Gente! - Hobie chamou a atenção - Eu quero ver o Tae vestido de menina de novo.

Os três ficaram risonhos.

- Tenho um plano. - O mais novo se prontificou - Vamos logo para o cinema que explico no caminho.

------ Dia seguinte -------

Taehyung desceu para a sala do dormitório acompanhado do moreno, Jungkook parecia ter acordado com o pé esquerdo.

- Você me fez acordar cedo, então comece tu. - Tinha que sussurrar para não chamar a atenção do casal mais novo.

Os três estavam discutindo para ver quem começaria com o plano, Yoongi ainda estava com sono e indisposto para qualquer coisa.

- Parem de ser chatos, eu vou. - Jimin interferiu na briga dos colegas de quarto.

Ele caminhou até o amigo se jogando no corpo do mais novo que não o abraçou de volta.

- Jiminie, não estou bem hoje. Não me aperta por favor. - Pediu baixo e com a voz fraca. Era um bom ator, se o mais velho não tivesse ciente da aposta acreditaria no mal estar do garoto.

- O que você tem?

- Minha barriga dói e minha cabeça roda.

- Senta. - Ordenou e foi prontamente obedecido.

- Quero voltar a dormir. - Fez manha, Jimin estava quase acreditando. Jungkook já tinha ido a cozinha, então nem sabia da desculpa ainda.

Jin apareceu e ficou bem preocupado, como o garoto está assim? Parece realmente mal. Obrigou-o a comer e subir para o quarto, o namorado até subiu junto mas se irritou quando o outro Sorriu e expulsou-lhe do lugar.

Todos reunidos na cozinha e o principal assunto era o enfermo.

- Ele não dorme por causa daqueles animes e não come direito, lanches rápidos não alimentam. - Jin ia de um lado para o outro, realmente preocupado. Embora gostasse das animações japonesas já as havia xingado de todos os nomes ruins que conhecia. - Vou cozinhar hoje. - Concluiu alegrando todos os outros membros que amavam quando ele decidia se aventurar na cozinha, nem sempre era possível. - Quando o almoço estiver pronto o acordem, ok? - Todos assentiram - Vem me ajudar Namjoon.

Na hora de acordar o castanho tiveram que lutar contra um Jeon amargurado e arrependido da aposta, ele também estava sendo castigado. Hoseok subiu para acordar o garoto, chegou no quarto e balançou o corpo que, adormecido, se manisfestou minimamente até acordar meio tonto.

O alaranjado até o Segurou pela cintura,mas o outro retirou suas mãos de lá e disse que conseguiria descer sozinho. Mais uma tentativa falha.

A sopa de Jin agradou a todos, ou seja, não sobrou nada.Tae parecia melhor aos olhos do mais velho e do líder.

Chegou a vez de Yoongi tentar, não que Jungkook não tivesse tentado e falhado diversas vezes durante o dia. O castanho parecia adorar ver a cara de derrota no mais novo. Yoongi bateu três vezes na porta do quarto, se a ideia de Jimin não funcionasse tentariam o extremo.

- Tae? 

- Suga? O que houve?

- Nada, vim ver se está bem. Preocupou todos nós hoje. - Sorriu doce.

Taehyung se encontrava sentado em meio às cobertas e Yoongi se sentou ao lado o puxando para deitar com a cabeça em seu colo fazendo carinho nos cabelos lisos que caiam aos olhos escuros.

O mais novo quase cedeu, amava cafuné e aquele albino quase nunca fazia isso, mas lembrou da aposta. Teria de resistir ao carinho.Levantou e sorriu para o outro, como era difícil negar o carinho do melhor amigo, do garoto mais animado que já conheceu, do namorado e da pessoa que sempre cuida de si de forma tão cautelosa. Mesmo que Jin seja como mãe, Yoongi é quem se preocupa mais, sem demonstrar, e estará ao seu lado em qualquer situação. Namjoon seria um pai e Yoongi um irmão mais velho protetor.

- Estou melhor, minha cabeça não dói mais e o estômago parece ter parado a festa. - Os dois riram minimamente.

É, teriam que partir para medidas drásticas. 


Notas Finais


Para quem chegou até aqui, obrigada❤
Quem lê minha outra fic que não é one, me desculpe! Prometo fazer o capítulo logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...