História Continuarei Amando Você! - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 11
Palavras 606
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 23 - Almofadas


Fanfic / Fanfiction Continuarei Amando Você! - Capítulo 23 - Almofadas

Ele se apoia nas mãos e chega bem perto e fica mim olhando, ele olha pra minha boca, meu coração começou a bater mais rápido ele se aproxima mais e sinto seus lábios emostarem nos meus, ainda estávamos de olhos aberto, ele pressiona mais e me deixo levar fechando os olhos, seus lábios sugam os meus com calma. Ele se afasta abro os olhos

- não sabe o quanto eu queria fazer isso – ele fala, sorri.

Chega mais perto sentando de frete para mim e as pernas cruzando na minha cintura, fiquei sem saber se o tocava, ou apenas o observavam. Ele segurou meu rosto com as duas mãos e me beijou novamente. Apenas nos beijamos por alguns minutos apenas para matar a saudade. Minhas mãos subiam em desciam por de baixo de sua camisa, até tira-la passo a mão em seu abdome – que por sinal eram bem definidos que me tirava o folego – ele foi deitando em cima das almofadas e me puxando, tirei a camisa e deitei em cima dele, sentindo um leve choque – dessa vez muito bom – sentir o calor dele de novo sua pele era tão delirante. Desço beijando e dando leve chupões pelo seu pescoço, sua respiração começa a acelera. Ele me virar ficando por cima e começa a mim beijar loucamente já com os dedos apresados para desabotoar minha bermuda.  

- hoje quem manda sou eu. – ele diz.

 

Estamos um de frente para o outro, nossa respiração já havia se estabilizado. Minha mão acariciava seus cabelos.

- estamos bem? - perguntei. Ele não respondeu pegou na minha outra mão e deu um leve beijo

- sim, estamos bem. – ele sorri o puxo pra um abraço.

Depois de puxa minhas roupas vesti, ficando apenas sem a camisa. João fez o mesmo.

Ele deitou novamente no chão em cima das almofadas eu me abracei a ele com a cabeça em seu peito, sua mão fazia carinho nas minhas costas e a outra em minha cabeça. A festa ainda rolava mas o barulho estava menor não sabia que horas eram, acabei dormindo.

 

- BOM DIA!! FLORES DO DIA!! – escutei Nina, abri os olhos, na hora em que ela jogou uma almofada na minha cabeça

- ai!

- dormiram bem meus pombinhos? – ela pergunta com um sorriso de canto a canto. João geme e abre os olhos. – sabia que tive que roda essa casa para encontra a chave reserva do meu quarto? – ela coloca as mãos na cintura – deduzi que vocês poderiam esta cansados sabe – ela ergue uma sobrancelha seu sorriso era irônico – de conversar – ela faz gesto de aspas com os dedos. – bem em fim... voltaram a ser meu Jofael? – João ri

- que? – João se apoia nos cotovelos

- Jofael, Jo de João fael de Rafael.  – Nina estava com a maior cara de bêbada

- você ta bêbada? – perguntei me levantando. Ela me olha de cima a baixo

- sabia que você é um gato...

- oh oh, ele tem dono – João fala se levantando, ele me olha rindo – sim ela está bêbada – ri

- vem – puxo ela até o banheiro

- não se preocupe João você também é um gatinho – ela fala enquanto a empurro para o banheiro

– toma banho veste uma roupa limpa – ela entrou sem esforço. João estava de pé na minha frente – que foi?

- ela tem razão... – ele sorri – você é um gato

- af para... – disse empurrando ele, peguei minha camisa e vesti – que horas são? – João pega a camisa e olha no celular

- seis e meia. To morto de sono

- deita na cama, eu vou lá em baixo ver se ta tudo bem. 


Notas Finais


gente a historia ta chegando ao fim, acho que o próximo capitulo pode ser o ultimo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...