História Conto de Fadas. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Tags Festa, Hentai, Luan Santana, Romance, Traição
Exibições 232
Palavras 560
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


- Plágio é crime. Denuncie.
- Essa fanfic é de autoria minha e será publicada apenas no social spirit.
- Favoritem se gostarem. Comentem se puderem e Compartilhem com seus amigos. (isso ajuda muito)
É isso beijos Negas/Negos 💕

Capítulo 1 - Prólogo.


Fanfic / Fanfiction Conto de Fadas. - Capítulo 1 - Prólogo.

   "Eu tava deitada de pantufa e pá jogada, vários SMS por segundo, seu chegava. Era tipo meia noite, trouxe caixa de bombom. Eu toda encantada, escutando nosso som." _ Mc Medrado.

           [...]

   Borboletas. Era isso que eu sentia agora. Milhões de borboletas em meu estômago, era como a primeira vez que eu andei de bicicleta, a adrenalina de retirar as rodinhas, ou como meu primeiro beijo, meio desajustado e muito babado. Mas as borboletas continuavam ali. E eu me permitia senti-las.

  Dizem que o amor só se tem quando tem sorte. E eu sempre sonhei com o amor perfeito.

_ Beatrice. _ aquela voz rouca no pé do meu ouvido me fez arrepiar. Ele riu disso. _ Quero que veja isso. _ ele cobriu meus olhos. _ Mas é surpresa!

  Ele me guiava, suas mãos estavam em minha cintura, seu corpo bem próximo ao meu, eu podia sentir o calor enibriante que o mesmo emitia.

  Ele tirou a venda de meus olhos devagar. Eu o olhei profundamente. Os castanhos de seus olhos, era mais bonito que qualquer azul, eu queria me afogar, nesse olhar.

  Ele sorriu, um sorriso mais sincero que alguém poderia me dar. Ele abriu os braços em direção ao horizonte.

_ Uau! _ monossilibei. Realmente era a mais bela paisagem que eu já tenha visto. _ Isso é incrível Luan!

  O céu estrelado, refletia nas águas cristalinas do mar do Caribe. A lua, estava cheia, sou fascinada por ela e mais ainda pelo amor dela para com o mar.

_ Bea, olha pra mim! _ ele arrancou minha atenção. Lá estava ele Luan Rafael, ajoelhado na praia, com uma caixinha vermelha em mãos. _ Sabe que eu te amo, certo? _ eu concordei. Estava sem palavras. _ A lua ta testemunhando o meu pedido... _ ele sorriu timidamente. Já falei que o sorriso dele é lindo? _ Beatrice quer namorar comigo?

         [...]

   O sol, sairá bem cedo essa manhã. Meu sono era profundo, mas eu teria que levantar. O mundo me aguarda lá fora.

_ Bom dia! _ pude sentir, suas mãos envolverem meu rosto com delicadeza. Ele sorria. _ Vamos levante Bea.

_  Bom dia Luan! Não acha que tá cedo pra me visitar? _ eu fiz careta. Me levantei um tanto preguiçosa. _ Meus pais...

_ Estão lá embaixo! _ ele riu de canto.

  Luan tem 24 anos, herdeiro de uma grande empresa de música,  e trabalhava nela também; ele tem lá seus encantos, estamos juntos a 4 anos. Meus pais o adoram. E ele me faz bem.

  Minha rotina é sempre a mesma, acordo, faculdade, casa, estudar, sair com Luan, e dormir. Nada muito surpreendente. Tudo bem monótono.

  Eu fiz minhas higienes matinais, troquei de roupas e desci as escadarias para tomar meu café.

_ Bom dia! _ cumprimentei meus pais.

  Meu pai apenas sorriu. Ele estava ocupado conversando com o Luan.

_ Luan vamos? Não quero me atrasar! _ falei manhosa. Ele se levantou, peguei uma maçã e sai atrás dele. _ Tá tudo bem?

  Ele não me respondeu. Estava aéreo. Eu então fiquei quieta. O silêncio me incomodava. Ele parou em frente a faculdade.

_ Boa aula! _ me deu um selinho. Desci do carro e ele saiu em alta velocidade.

_ também te amo! _ murmurei para mim mesma.

    Point Of View Luan

"Deu positivo! O que eu faço agora?"


                                 Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...