História Contos de coreanos - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~MayaaKook

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Coxinha_sarrada, Crack Fic, Jikook, Namjin, Que Q Eu Tô Fazendo, Taegi, Vhope, Yoonmin
Exibições 124
Palavras 740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Hoseok e os 7 coreanos


Fanfic / Fanfiction Contos de coreanos - Capítulo 2 - Hoseok e os 7 coreanos

-Desce sobe empina e rebola toda delicia toda gostosa- cantarolou Hoseok limpando os degraus da grande escada que levava ao castelo.

O trabalho estava extremamente cansativo, pois ainda faltavam uns 20 degraus para serem limpos. Mas isso não era culpa dele. Era culpa daquela pomba encapetada, mais conhecida como sua madrasta, a rainha.



-Espelho, espelho meu... Existe alguém nessa bagaça mais linda do que eu?- perguntou a rainha, pocissionando as mãos nos quadris

-Pior que tem, querida.

Ela parou subitamente de se admirar no espelho e bateu os pés no chão, revoltada com o que acabou de ouvir.

-E quem seria esse filho de Jesus?- rosnou

-Ui, passiva agressiva- Recebeu um olhar fumegante da rainha (Bultaoreune) e decidiu falar logo- A bixa poderosa, testa de cavalo e cabelo de cuia...

-HOSEOKÃO!- Berrou

-Isso, isso, isso- deu uma de Chaves

-Como eu me livro desse charlatão?- indagou, claramente furiosa

-Você precisa tacar o forninho nele- disse o espelho com convicção

-Eita Giovana! Agora que a bixa morre. - sorriu diabolicamente e deu uma risada maligna, mas acabou por engolir um inseto e engasgou.




-Me chamou?- o caçador entrou no quarto da rainha sem bater

-Abusado! Eu poderia estar trocando de roupa ou me banhando.

-Eca, visão do inferno...- murmurou

-Disse alguma coisa?!

-Eu? Magina, monamour.

-Enfim- se levantou- Preciso de leve Hoseokão até a floresta Gay-Dragon e...

-Arranque o coração dele?- perguntou, um tanto espantado

-E oque? Não, meu filho. É pra tu tacar o forninho na cabeça dele.

O caçador no mesmo instante arregalou os olhos e tapou a boca com as mãos, aquilo era muita, muita crueldade. Arrancar o coraçao era ruim, claro. Mas tacar-lhe o forninho? Minina... Isso já é demais.

-Eita, Giovana!- exclamou em espanto

-Vai logo, homi!- e assim ele foi, pronto pra cometer a maior crueldade já vista pelo ser humano.




Hoseokão estava passeando contente pela floresta com o caçador, ele nem desconfiava de nada. Apesar do homem estar carregando um forninho gigante nas costas, mas ele achou que era normal. Afinal, quem sairia de casa sem um forninho, hoje em dia?  (?)

- Que audácia é essa, que forninho mais grande pra uma tão pequena floresta- cantarolou, fazendo com que o caçador se emossionasse com aquela linda canção- Forninho se você precisa de mais espaço, tu vai encontrar um universo na minha cozinha...

O homem não resistiu e jogou o forninho no chão, já aos prantos. Nunca havia ouvido uma música tão bela quanto aquela, por isso se recusava a meter-lhe o forninho.

-Fuja daqui, Hoseokão. Sua madrasta queria que eu lhe ferisse com este forno.- choramingou- Mas sua voz é tão bonita que não consigo...

-Bruaca!- resmungou, cerrando os punhos- Ah, mas eu quebro a cara dela!

-Não, você precisa fugir!

-Ué, mas pra que?

-Ô, anta! A mulher quer te meter um forno e tu ainda questiona?

-Primeiramente, anta é a tua nareba.
Segundamente, não é forno, é forninho.

-Vai logo!- Gritou

-AIN, tô indo. Credo...







Hoseok já estava andando a um bom tempo por aquela floresta e não achava porra nenhuma.

Até que, finalmente, achou uma cazinha localizada no ânus de Judas.

Era bem simples mesmo, só na vaibe da pobreza mas okay.

Sobre a porta da casa havia uma plaquinha "Surubangtan here"

-KHE?- tentou entender- Ah, foda-se.

Assim que adentrou o local sentiu uma pontada em sua bunda. Assim que olhou pra trás, se assustou com o que viu e berrou.

Um. Gnomo. Acertou. Sua. Bunda. Com. Uma. Flecha.




-Quem é tu, santanas?- ouviu um dos gnominhos dizer

-Olha só, Santanas o CARALHO. Meu nome é Hoseokão. E vocês?

O que parecia ser o líder se pronunciou:

- Eu sou MC Monstrao- Respondeu apontando para si- Ele é Sukita Jin- apontou para um garoto que vestia rosa - Aquele que acertou tua bunda e quase te matou é o Sugazedo...

-Ninguém morre com um furo na bunda- interrompeu

-Aquele ali e o Jão Biscoito- apontou para um menino com cara de meme- O do lado dele e o V Ado (piadinha) e o outro e o Demim

-Demim ou Devocê?- zombou rindo, mas logo recebeu uma flecha na bunda de novo- AÍ!- Gritou

-Cê para, hein? Viado.

-Oi? -V Ado levantou a cabeça

-Não é com você que eu tô falando.- fritou Hoseokão com os olhos.



Depois de uns anos, a rainha morreu com um tiro na bunda dado por Hoseokão e ele virou a bixa mais divonica do reino...


Notas Finais


SE A SUA PERGUNTA É UKE QUI TÁ ACONTECENDO? EU TBM NUM SEI

Eu tô com sono então só vim postar e vazar;-; Disculpa

AH DÊEM UMA OLHADINHA NA MINHA FANFIC NOVA PUFAVO: tps://spiritfanfics.com/historia/why-i-need-go-6710715
Brigada seus lindjus <3
-Mayaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...