História Contos de coreanos - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~MayaaKook

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Coxinha_sarrada, Crack Fic, Jikook, Namjin, Que Q Eu Tô Fazendo, Taegi, Vhope, Yoonmin
Exibições 98
Palavras 507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - A pequena Seokjin


Fanfic / Fanfiction Contos de coreanos - Capítulo 3 - A pequena Seokjin

  -Clip Clap, bara bim, bara bum! - A pequena Seokjin cantarolava, enquanto limpava sua coleção de colheres de arroz.

  Isso mesmo. Coleção. De. Colheres. De. Arroz.

  Mas tudo bem, porque ele pode.

  Aí vocês me perguntam: Por qual motivo esse ser agraciado pela beleza dada por Tritão está lavando colheres de arroz sendo que vive debaixo da aqua? Bom, como ele não tem o que fazer, ele faz isso.

  Mas se seu pai - retardado mental, assim digamos - deixasse ele ir pra superfície ver seu príncipe encantado, tava tudo bem.

  Mas nooom, Jin não tinha como ir até a praia ver o gotosu de Kim Rei Namjoon. Tudo porque teu pai Naum queria.

  Mas, enfim. O astuto e serelepe Kim SucoJin... Seokjin! Tinha um plano! Um plano mirabolante! Ele visitaria a bruxa mais forte do reino dos aquários aguantes! A grandiosa Dona Úrsula do 71!

  Ele saiu de sua concha rosa brilhante, indo direto para a caverna preta e emo gótica rockeira solidão da bruxa. Ele chegou lá, sendo do seu jeito, curto, grosso e direto:

  -Oi, eu quero pernas pra ir pra porra da superfície. Quanto é? - Jogou seu cabelos para o lado, com todo o charme possível.

  -O preço, é a sua voz! - Falou com uma voz maligna.

  -Tá, Tá, pega aí. Agora para de falar assim, parece uma gralha com dor de garganta.

  A Bruxa que tava toda no pretinho básico, balançou tua varinha mágica que na verdade era um objeto não identificado, e apontou em direção a Seokjin, que só deu um último falsete e perdeu a voz.






  A pequena Jinzinha acordou. Ela estava em uma praia, vestindo um vestido branco e liso. A areia quente queimava sua pele tão bem hidratada.

  Ele levantou a cabeça e viu um ser, mais especificamente um humano, de cabelos loiros e uma careta das feias. Jin quis muito rir, tipo, muito!

  Mas, como uma boa e comportada princesa dos mares mais profundos ele segurou a risada com estilo... Mesmo que ele não tivesse voz. É, tava foda.

  -Ei, qual seu nome? - Perguntou o estranho de cabelos amarelos.

  Sem consegui responder, a Pequena Seokjin só colocou uma falsa coroa na sua cabeça... Através de uma mímica mal feita.

 


  O garoto de cabelos cor de mostarda levou a pequena Jin para sua casa, no caso um palácio... Então aquele era o príncipe dos sonhos do pequeno colecionador de colheres de arroz? Provavelmente.

  Só que como toda a história, temos uma princesa divosa, esbanjando beleza e muito rosa, temos uma vilã tbm. No caso a emo gótica rockeira solidão trevas que se corta com fio de cabelo: Úrsula. Ela roubou a voz do nosso amado Kim SucoJin, e foi-se para a terra enganando o príncipe. Que de trouxa tinha tudo, tudinho mesmo.

  Acreditou na vadia que até vestiu um Rosinha pra fingir que num se cortava com caixinha de som, mas se fodeo quando a estrela rosa - Vulgo a pequena Seokjin - conseguiu a voz de volta e cantou, Awake.

  BABY, I NEVER FLYYYYYYYY


Notas Finais


É aquele ditado, né? : Q porra eu estou fazendo na minha life? Nunca tem uma resposta

~Clyde


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...