História Contos Eróticos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sailor Moon
Tags Haruka, Mamou, Setsuna, Usagi
Exibições 482
Palavras 1.104
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Cap I:


 

 

         Em uma bela tarde de inverno, onde somente os poucos raios de sol podiam aquecer as pessoas que passeavam pelo centro de Tóquio, encontramos nossa amiga Serena, que alegremente caminhava e aos seus braços, cinco pacotes de pão quente levava para casa. Ou melhor, dizendo: caminhava alegre e comia os pães quentinhos.

         Enquanto ela distraidamente comia seus pães, um carro de cor levemente dourado estava vindo em sua direção em alta velocidade.

         Neste carro, estava Haruka Tenou. Seus cabelos loiros estavam despenteados, e ao mesmo tempo isso lhe dava charme total.

         Nesse instante, Serena ia atravessando a rua tranquilamente, mas quando se deu conta, o carro dourado estava muito próximo, e...

         -Hei você toma mais cuidado, viu?

         -Odango! Tinha que ser você. Sempre distraída.

         -Há... oi Haruka.....mas você viu o que fez? Deixou cair meus pães.

         -Você quer dizer, os pacotes vazios de pães.

         -Não importa...

         -Bem e o que posso fazer por você, Odango?

         -Não sei, mas poderia me dar uma carona, até a padaria para comprar mais pão.

         -Se assim você quer, vamos lá!

         Enquanto Haruka dirigia seu carro, sempre em alta velocidade, Serena perguntou a ela:

         -Haruka, e Michiru onde está? Sempre vejo vocês duas juntas.

         -Ah, sim... Michiru foi realizar um concerto na Itália, e desta vez não pude ir junto. Creio que ela voltará daqui dois dias.

         -Que maravilha! Eu também adoraria tocar violino.

         -E Darien? Onde está. Você também vive grudada nele o tempo todo.

         -Ele teve que viajar para os Estados Unidos, para apresentar sua tese na área de Genética.

         -E por que você não foi com ele?

         -Eu até gostaria, mas ele disse que ficaria muito nervoso.

         -E quando ele volta?

         -Talvez domingo... estou morrendo de saudade...

         Passaram-se alguns minutos e Serena permaneceu em silêncio, até que ela foi comprar os pães.

         -Serena você tem algo para fazer hoje à noite?

         -Não, porque as meninas também foram viajar só eu fiquei em recuperação... e Serena começa a chorar.....

         -Eu tive uma ideia.

         -O que... bua...bua....

         -Serena não chore... Bem, você quer jantar comigo essa noite??

         -Eu jantar... com você...na sua casa.....SIMMMM!!!!

         -Então eu pego você as setes horas.

         -Ta certo.

         -Até mais tarde Odango.

         E desta forma, Haruka saiu, e Serena pegou mais pães e voltou para casa.

         -O que houve Serena?

         -Nada Lua.

         -Bem, preciso tomar um banho bem relaxante...

         ***Tem algo errado com a Serena, mas vou ficar na minha**** Pensou Lua.

         Então após tomar um banho demorado, Serena foi até seu quarto e se trocou. Colocou seu vestido tomara que caia cor de rosa, e seu sapato também rosa; já que seria um jantar com Haruka. (o vestido é aquele da cena “Teoria do Pudim”)

         -Aonde vai Serena, está linda.

         -Vou jantar com Haruka.

         -E vai voltar cedo?

         -Não sei...

         A campainha toca.

         -Já vai! Grita Serena.

         Ao abrir a porta Haruka, estava usando um terno branco.

         -Vamos Odango!

         -Sim... Até mais mamãe.

         Durante o pequeno passeio, Haruka não tirava os olhos das perna de Serena, que mesmo o vestido sendo curto, o casaco que ela tinha não tampava toda a perna.

         -Haruka, algo errado?

         -Não... é que você está linda, Odango. 

         De repente, Haruka passa a mão, na perna direita de Serena e está diz:

         -Haruka, o que é isso...

         -Me desculpe.

         E o silêncio pairou até chegarem na imensa casa de Haruka, que ficava aos redores de Tóquio e longe de vizinhos.

         -Bem vinda Odango.

         -Que casa linda...

         Nisso Haruka delicadamente retirou o casaco de Serena, mostrando aos poucos seus ombros e colo, que pareciam ser tão macios.

         Enquanto jantavam, um delicioso sushi Califórnia, por algumas vezes Haruka, passou seu pé nu, entre as pernas de Serena.

         Após o jantar, a sobremesa foi servida, e de repente começou a tocar uma linda música.

         -Que música linda, Haruka.

         -Você gostou Odango?

         -Claro.

         Haruka se levantou rapidamente da sua cadeira e se aproximou de Serena pegando-a pela mão.

         -Dance comigo.

         -Mas é claro que sim Haruka.

         Enquanto a música tocava, Serena sentia-se envolvida, pelo perfume, e calor dos braços de Haruka.

         -O que está havendo comigo? Pensou Serena.

         De repente, as mãos de Haruka que estava apoiada nas costas de Serena, desceram rapidamente para sua bunda, e ao mesmo tempo, desceu para suas grossas coxas.

         -Haruka, o que pretende?

         -Serena, não se preocupe não vou machucá-la.

         -Mas...

         E com um beijo adocicado Haruka selou os lábios de Serena; e esta retribuiu com outro beijo.

         Haruka vendo que Serena estava compartilhando o mesmo sentimento, pegou-a no colo e levou até sua enorme cama.

         E com beijos mais aprofundados e molhados, Haruka começou a passar sua mão pelo corpo todo de Serena, deixando-a ofegante. Até que uma das suas mãos começou a acariciar o ponto mais feminino de Serena.

         -Há...ru...ka....

         -Não fale nada, eu farei tudo.

         Então, com apenas uma das mãos, lentamente Haruka foi abrindo o zíper do vestido, e quando este por completo estava aberto, Haruka levantou Serena deixando-a em pé, a sua frente. E neste mesmo tempo, o vestido caiu, deixando Serena seminua, apenas sua calcinha de renda rosa ainda permanecia.

         -Você é linda Odango.

         Então Haruka se despiu rapidamente, ficando apenas de calcinha.

         Novamente Haruka começava a passar suas mãos no corpo todo de Serena, até que ela começou a descer delicadamente: quando chegou nos seios dela, com a ponta da língua fazia círculos, até o mamilo rígido.

         Serena, estava cada vez mais ofegante, e pequenos gemidos dava.

         Ainda com uma das mãos acariciando o clitóris, Haruka sentiu que Serena estava toda molhada, e num ímpeto, Haruka desceu e lentamente foi desamarrando os laços que prendiam o ponto máximo de prazer de Serena.

         Haruka, então começou a lamber o clitóris de Serena e ela então começou a gritar de prazer. Haruka continuou por mais alguns minutos e vendo Serena totalmente molhada, olhou profundamente em seus olhos e penetrou seu dedo no meio das pernas de Serena.

         -HARUKA!!!!! Serena gritou.

         -Você quer mais? Disse ela com um sorriso atrevido.

         -S..i...m...

         Então Haruka repetiu o movimento cada vez mais rápido e isso deixava Serena gritar mais alto, até que finalmente deu um ultimo grito, e suspirou profundamente.

         -Gostou?

         -Eu....

         E neste mesmo instante Serena dormiu.

         Ao acordar no outro dia, Serena viu que estava no sofá da sala e vestida.

         -Bom dia Odango.

         -O que houve Haruka?

         -Você dormiu enquanto víamos um filme.

         -Ah.. Preciso ir, pois mamãe deve estar preocupada comigo.

         -Quer que te leve?

         -Não pode deixar.

         E assim Serena foi embora, e quando foi tirar o vestido viu que sua calcinha estava molhada, e os laços que ela fez eram nós.

         -Será que foi sonho ou realidade?!

         Somente Haruka sabe.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...