História Contos Uchihas - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Chomaru Akimichi, Chouji Akimichi, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Konohamaru, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikaku Nara, Temari
Tags Boruto, Naruhina, Naruto, Saiino, Sakura, Sarada, Sasusaku, Shikatema
Visualizações 605
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Vamos a Guerra


Fanfic / Fanfiction Contos Uchihas - Capítulo 13 - Vamos a Guerra

– Como pode fazer isto Sakura? – Sasuke estava irado – sei que te deixei, mas nada justifica ter feito isso, disse que precisava pensar, não que correria para os braços de qualquer uma – o ódio crescia em seus olhos – não se você pode notar, mas eu sinto algo especial por você.

Sakura nunca jamais imaginou que ele iria falar isso, já que isto era o máximo e com certeza muito esforço ele tinha dito isto, pois bem, ela iria castigar aquele poço de ignorância de uma vez por todas, poderia ter agido errado, mas Kenji lhe apoiou muito mais que Sasuke sonharia em fazer.

“Ele é um bronco, ignorante, frio, me abandonou diversas vezes, desde de meus 12 anos espero este homem, será meu Kami que eu mereço passar por isso, vem me possui, vai embora, passa dias foras, volta e ainda me acusa, já chega Sasuke, acabou a palhaçada agora”.

– Vamos lá fora agora – Sasuke a olhou e notou que as marcas do Byakugou se formavam em sua testa – Não quero destruir nada das obras de arte Kenji.

– O que é Sakura, não quero te machucar, única pessoa que eu vou machucar e muito é o ruivo metido a artista.

– Não estou pedindo estou mandando você ir – olhou para o ruivo, que possuía uma pose segura, parecia não saber do que Sasuke é capaz – fique aqui não interfira ou sobrará para você.

Ela começou a andar saindo do aposento se encaminhando para fora da casa, sem mais delongas Sasuke a seguiu. Chegando ao portão de entrada o mesmo foi aberto para que os dois passassem por ele, atravessando assim a floresta, ele entrou o máximo possível para se afastar das terras de Kenji e espero Sasuke a alcançar.

...

Kenji obedeceu Sakura, não a seguiu e nem poderia, só pioraria a situação. Quando deixou o seu ateliê, sua irmã tinha um sorriso irônico no rosto.

– Foi você que contou não foi?

– Só estava lhe protegendo irmão, sei o quanto gosta dessa garota.

– Primeiro que não preciso de sua proteção, segundo não fez isso por mim, fez por si própria, terceiro e o mais importante, irmãzinha pode parecer que eles não se gostam, mas se amam muito, um pertence ao outro e não há nada, absolutamente nada que possamos fazer, ah, mais uma coisa, se não quer se machucar, não cobice Sasuke Uchiha, ele é um homem que pode aguentar tudo de Sakura, mas não acho que terá a mesma paciência com você.

...

– Sakura não vou lut.. – ela o cortou, se pondo de frente para ele, olhou em seus olhos e disse.

– Sabe Sasuke, você é muito engraçado, só para você saber, passou anos fora da vila e eu treinei muito, não esperava ter que machucar sua carinha linda, mas você não me deixou muitas escolhas a final – Sakura sabia perfeitamente que em um mano a mano não venceria Sasuke nem mesmo Naruto, embora fosse a ninja mais forte que a vila já teve, superando a godaime seus poderes não se comparariam aos dois, por serem deuses ninjas, ainda assim com a estratégia correta e a distração certa ela acertaria bons socos naquela cara com o nariz empinado que ele tinha.

Definitivamente ela gostaria de ter mais tempo para preparar todos os seus movimentos, Sasuke era rápido, até mais que o Lee, ela tinha mais força, um golpe era do que precisava, de certo. Ela parou no mesmo minuto.

– Nem tente isso Sasuke Uchiha te conheço muito bem, mais muito bem mesmo, você sabe bem que eu não cairia em um genjutsu tendo você como adversário Uchiha.

Ele riu de canto, talvez a tivesse subestimado a final – Sim, eu veria saber que você é uma caixinha de surpresas Haruno Sakura.

Sakura correu em sua direção concentrando tanto quanto fosse possível chakra em sua mão direita, antes de chegar até seu alvo ele havia se transportado para atrás de seu corpo, sentindo sua respiração, ele colocou a mão no braço de Sakura, mas antes de alcança-la ela também não se encontrava mais.

– Sakura – gritou – vamos parar com isso, eu nunca vou te bater, vamos conversar e esclarecer o que está faltando ser esclarecido.

– Engraçado, me bater você diz, para alguém que tentou me matar, acho que pode me bater – ouviu a voz de todos os lados da floresta.

Sentiu o sangue escorrendo em sua face, como a muitos anos não sentia olhou diretamente para frente e viu os olhos verdes intensos que lhe fitavam, não sabe de onde saiu e nem como lhe atingiu, talvez isso fosse estranho se não visse rapidamente que muitas, mais muitas Sakuras vinham em sua direção, algumas agarrando seus braços e outras segurando seus pés, não sabia como, mas Sakura parecia usar um dos jutsus de Naruto, e pelo incrível que pareça fez tantos clones quanto aquele Dobe ordinário.

– O que é isso um genjutsu Sakura?

– Ora não Sasuke, não me faça rir, não seria burra de tentar usar um genjutsu contra um Uchiha, teria descoberto antes de eu ter feito – se aproximou o que ele tomou como a Sakura verdadeira e colocou uma kunai em seu pescoço – isso é apenas uma pequena demonstração de controle de chakra e o Byakugou acumulou chakra o suficiente para fazer milhares de Sakuras, você nem tem noção.

Sasuke não sabia se ficava com medo ou orgulhoso por Sakura, ela havia evoluído e lhe pegava sem ao menos ver, não só fez centenas de cópias como escondeu o seu chakra o suficiente bem para não acha-la, como também não imaginou que o soco que lhe acertará sairia do chão, ele agora vira o buraco abaixo de suas pernas.

“tsc... garota esperta”.

– Pois muito bem, acabou a brincadeira, não vou matar Kenji, só não entendo por que fez isso.

– Não entenderia mesmo se eu explicasse, nem eu sei porque fiz isso, só me senti protegida com ele – admitiu – achei que não fosse voltar dessa vez – cada uma das Sakuras foram sumindo devagar, até a que estava com a kunai em seu pescoço que havia ser julgado a verdadeira sumiu, demonstrando que Sakura estivera ao seu lado esquerdo sentada no galho de uma árvore o tempo inteiro.

– Queria fazer um juízo de pensamento, dizendo que você me traiu e realmente senti isto, mas não posso te jogar na cara isso, por favo vamos sair desta casa, a aliança já deve estar pronta conversamos sobre o que está acontecendo entre nós quando chegarmos em Konoha.

– Está certo Sasuke, não quero fazer Kenji sofre e acho que já fiz demais – antes que pudesse imaginar ele a segurou pela cintura e puxou para um beijo quente e de tirar o fôlego, o mesmo só tendo fim quando o ar de ambos faltou.

– Só tenha em mente Sakura que você me pertence e não serei condescendente com o próximo que lhe tocar e sinceramente espero que não exista – voltou a beija-la.


Notas Finais


Espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...