História Contra-ataque - Yoonmin - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lu Han, Rap Monster, Sehun, Suga, V
Tags Amor, Bts, Exo, Kpop, Romance, Vhope, Vmin, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 140
Palavras 1.200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - Sua bunda é tão grande!


Era perto de meia noite e Taehyung estava sofrendo de insônia. Ele saiu dirigindo, planejando voltar à clínica para pegar algum remédio que pudesse ajudá-lo a dormir. Entretanto, quando ele entrou na clínica, ele viu que a bolsa e o celular de Jimin estavam no quarto, mas ele não estava em lugar algum. Aonde ele foi a essa hora? Taehyung ficou de pé na porta de entrada da clínica olhando em volta da área e rapidamente encontrou seu alvo.

Jimin estava praticando como enterrar na quadra de basquete em frente à clínica.

Taehyung foi até lá furtivamente.

Jimin colocou a bola no chão, esticou as duas pernas e se moveu uns três metros para trás. Ele deu algumas passadas largas e pulou esticando um dos braços para alcançar a cesta. Por causa da falta de altura, apenas seus dedos conseguiram tocar a cesta. Era impossível agarrar na cesta. Jimin suspirou enquanto aterrissava no chão.

Tente de novo!

O olhar de Jimin brilhou na escuridão. Era como se a cesta fosse a cara de Yoongi. Se ele fosse capaz de segurar na cesta, ele seria capaz de rasgar impiedosamente aquela cara do Yoongi. Ele tentou mais uma vez, as duas pernas empurrando do chão com força. Acompanhado de um grito, a palma de Jimin subiu acima da cesta e ele conseguiu agarrar nela, se pendurando na cesta.

Eu consegui! Ele gritou em seu coração.

De repente, ele sentiu uma rajada de vento frio, o short cobrindo sua bunda rasgou.

Primeiro, Taehyung queria rir diabolicamente, entretanto, quando ele viu as linhas vermelhas borradas na bunda de Jimin, seu coração ficou frio e ele não podia mais rir.

Jimin imaginou que fosse Taehyung, então ele aterrissou firmemente no chão e calmamente puxou suas calças para cima.

— Por que você voltou? — ele perguntou.

Taehyung gritou de volta: — O que você fez com sua bunda?

Jimin ficou sem palavras; ele tinha esquecido completamente que Yoongi havia usado suas garras de tigre para beliscá-lo.

Taehyung trouxe Jimin de volta para a clínica e o forçou a tirar suas calças. Quando ele viu que o reluzente globo branco de carne estava manchado com incontáveis “marcas de amor”, seu rosto se contraiu.

— Vocês dois... progrediram tão rápido?

Jimin disse levianamente: — O que você está pensando? Ele me atacou sorrateiramente com as mãos quando eu estava jogando basquete. Foi só para me forçar a dizer o motivo de eu ter estado lá nos últimos dias.

— Ah... Com as mãos... Mesmo se foi com as mãos, ainda é errado! — Taehyung enrugou as sobrancelhas. — Tem tantas áreas onde ele poderia atacar de surpresa, por que ele escolheu essa? Obviamente tem alguma coisa acontecendo! Você só não conhece ele há alguns dias? E ele já está cheio de intimidade!

Jimin usou as mãos para acalmar o agitado Taehyung e sorriu.

— Mestre, você não deveria estar feliz por mim?

O sorriso que Taehyung havia ensinado pessoalmente a Jimin, depois de tanto treino da parte dele, tinha realmente conseguido capturar o coração de Taehyung e fez ele se sentir ainda mais injustiçado. Mas por que? Por que esse produto que eu criei deveria ser dado para outro aproveitar? Essa bunda que eu nutri por meio ano, por que eu deveria deixar outra pessoa tê-la primeiro?

Eu nem mesmo toquei nela!

Assim, meia hora depois...

Jimin estava deitado de barriga e perguntou sonolentamente para Taehyung: — Ainda não acabou de aplicar o medicamento?

Taehyung já estivera apalpando as nádegas há mais de dez minutos, mas ainda sentia que não era suficiente.

— Não. Massageando assim vai ajudar na circulação sanguínea, tornando mais fácil a absorção do remédio.

                       ***

Esse dia, Yoongi estava no turno da noite de novo. Quando ele saiu do carro, ele ouviu o som familiar da bola quicando novamente.

Jimin fez alguns movimentos simples de aquecimento, driblou a bola e saltou. O corpo baixo, mas em forma saiu do chão e, com uma só mão, enfiou a bola na cesta. A bola passou pelo aro. Apesar dele não ter aterrissado firmemente, isso não afetou o efeito na enterrada. Ainda digno de se assistir.

Recentemente, Jimin vinha praticando seus saltos amarrando sacos de areia em suas pernas.

A bola de basquete parou na mão de Yoongi mais uma vez. Ele casualmente driblou a bola da linha de três pontos, pulou e fez uma curva aguda no ar para o lado, o movimento parou por um momento e a mãos dele segurando a bola fez um semicírculo no ar antes de acertar a cesta.

Bang! Uma grande força estava puxando o aro de basquete, a baliza inteira estava balançando.

Jimin encarou aturdido. Ele sentia que a quadra inteira seria puxada para baixo por Yoongi. Se as pessoas não soubessem, elas pensariam que estava acontecendo a gravação de um filme. Jimin mal conseguira empurrar a bola para dentro da cesta e, por outro lado, Yoongi fizera aquilo com facilidade. Aquele tipo de postura, poder e alcance eram coisas que não podiam ser treinadas facilmente em um ou dois dias.

Para isso, Jimin admitiu sua derrota incondicionalmente.

No entanto, diante desse tipo de pessoa, Jimin era mesquinho em mostrar sua admiração. Ele casualmente lançou um olhar frio, seu par de sapatos velhos fazendo um ruído enquanto ele andava pela quadra. O som deixou uma certa pessoa de sobrenome Min inquieta.

— Você já não me agradeceu? Por que ainda está aqui? — Yoongi perguntou deliberadamente.

Jimin não se deu o trabalho de virar a cabeça e respondeu com indiferença: — Quem disse que eu estava aqui para procurar por você?

A visão de Yoongi só foi deixada com duas nádegas firmes se movendo orgulhosamente em volta. Ele levantou a bola de basquete e mirou no alvo antes de lançar. No entanto, Jimin estava bem preparado dessa vez. Suas duas mãos se moveram para trás rapidamente e pararam a bola, ele bateu a bola no chão e sentou nela.

Jimin baixou as pálpebras preguiçosamente antes de levantá-las de novo orgulhosamente. Esse rolar de olhos foi cheio de sabor e fez o coração de Yoongi estremecer. Ele levou a mão até o queixo de Jimin, pensando em usar as unhas para arranhar as pontas da barba dele. Entretanto, Jimin conseguiu escapar dele. Bem quando ele parecia ter conseguido escapar do assédio de Yoongi, este chutou repentinamente a bola de basquete sob a bunda dele. Jimin perdeu o equilíbrio e caiu sobre a perna de Yoongi.

— Sua bunda é tão grande que esmagou meu pé — o pomo-de-adão evidente e firme de Yoongi se agitou.

Jimin só estava vestindo uma calça esportiva e Yoongi estava usando sapatos de lona. Os dedos do pé de Yoongi, separados apenas por duas finas camadas de tecido, provocaram a carne nas nádegas de Jimin. Jimin nunca havia flertado com um homem antes. Ele se levantou imediatamente, olhos escurecendo, e se sentiu extremamente ofendido.

Jimin tentou acalmar a chama em seu coração enquanto apanhava a bolsa no chão e caminhava até o carro estacionado sem dizer uma palavra.

Dessa vez era uma dúzia de ratos. Não estava claro onde Jimin os tinha conseguido – eles eram todos macios e bem alimentados. Cobra Ciumenta se alimentou deles com grande alegria. Depois que a cobra estava bem alimentada, Jimin não deu a Yoongi um olhar; ele apenas pegou sua bola de basquete e saiu da quadra. A visão de suas costas era cheia de arrogância.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...