História Contraste - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Sakuhina
Exibições 225
Palavras 200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drabble, Drabs, Droubble, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Hentai, Orange, Poesias, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gostaria de agradecer a Estrelinhaz e seu comentário maravilhoso, a Lulamolusca2004 que também me deixou um comentário lindo e as outras 5 pessoas que favoritaram a fanfic. Obrigada!
Um abraço ainda maior ao Lucas, que fez a capa pra mim, porque estou sem PC. Obrigada também, cara!

Capítulo 2 - Capítulo II- Sakura.


Gostava de como a voz dela soava calma, mesmo quando tudo era caos. Gostava de como Hinata era gentil, mesmo quando a rudeza dos outros a feria; admirava o fato de Hinata conseguir ser ela mesma.

A Hyuuga parecia tão delicada, sempre prestes a se quebrar, mas era tão forte que surpreendia. Se não fosse sua fama de imponente, qualquer um que a enfrentasse nos tribunais pensaria estar lidando com uma boneca de porcelana que facilmente se quebraria.

Contudo Sakura sabia da força que sua companheira tinha. Hinata sempre fora um porto seguro, um lugar onde Sakura sabia que poderia aportar, um lugar de águas profundas e calmas. Não podia evitar comparar Hinata com o mar: pode ser calmo, tempestuoso, imponente, destruidor ou pacificador. Entretanto, era principalmente lindo e cheio de vida, bem como sua garota.

Não havia nada no mundo que acalmasse mais Sakura do que sentir o perfume de Hinata. Sua risada contida, os sorrisos de lado, cheios de significado, de amor silencioso e firme. Hinata, por baixo de toda aquela fachada fria, escondia mil vulcões, afinal, azul realmente era a cor mais quente. Hinata era seu norte, uma estrela a qual sabia que podia seguir, deixar-se guiar.


Notas Finais


Prometi não demorar com o segundo capítulo, então não demorei. Estou postando pelo celular e dentro de um hospital, por favor, se encontrarem algum erro, me reportem.
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...