História Contrato de casamento - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 84
Palavras 2.872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - Hold Me Tight


Fanfic / Fanfiction Contrato de casamento - Capítulo 25 - Hold Me Tight

Agradeço internamente pelo Hall de entrada para o escritório do Big Boss ser enorme, e ter algumas pessoas transitando por ali.

 Olhei rapidamente para os lados e vi algumas plantas de decoração no corredor por sorte elas eram grandes. Rapidamente me escondi entre elas, sem tirar os olhos dele, tentando ser mais cuidadosa ao possível. Para minha sorte, ele parecia tão compenetrado, que nem sequer olhou para os lados. 

Passou direto para dentro do seu escritório. Nesse momento aproveito para descer pelas escadas, antes que ele me procure. 

Até agora não entendi como saí correndo daquele prédio. Só parei de correr depois de chegar em frente ao local de encontro com Jin. Que já me esperava ansioso, e assim que me viu entrar na cafeteria foi correndo ao meu encontro me abraçar. 


 -Filha! Você demorou, eu já estava aflito. Vi o Boss chegar pensei que estava em apuros… (Jin diz me apertando mais ainda) 

 -Está tudo bem, eu consegui Omma! (Eu disse ofegante) 

 -Que bom. Quer ir para outro lugar? (Ele perguntou me soltando)

 -Não. Aqui está vazio, vamos conversar aqui mesmo. Não quero ir para o Hotel agora. O Big Boss pode ir atrás de mim lá. (Eu disse)

 -Certo. Então senta e me diz o que você encontrou? (Jin diz)

 -Olha essas fotos que tirei. Achei alguns boletos bancários dessa casa de repouso, está em nome de Kim Rae Won. Qual a chance de ser a mesma? (Eu digo satisfeita)

 -Muito bom, é ela com certeza. Essa casa de repouso... Eu não tenho certeza, mas acho que é tipo um sanatório clandestino… Vamos investigar isso… Sua ida lá foi muito produtiva, muito bem garota! (Jin diz animado) 

 -Sim… Ainda tem mais… Olha está foto, e me diz quem está nela… (Eu disse passando para próxima foto na câmera) 

 -Meu Deus! É ela e o Boss… Eu não to acreditando… Eles estavam juntos o tempo todo… (Jin diz espantado) 

 -Tem mais, olha o verso… (Eu disse passando para a próxima foto) 


 Jin observou o verso da foto com curiosidade, e nela estava escrito: 


 Para meu amado Boss… 

 R.Won


 -Katy! Isso é uma evidência de que os dois traíram Jimin… (Jin dizia parecendo tentar se convencer)

 -Se antes eu tinha certeza que Jimin era inocente… Agora que não tenho dúvidas mesmo… Vou agora nesse lugar de loucos falar com essa tal Rae Won… Ela tem que inocentar Jimin dessas acusações! (Eu disse me levantando) 


 Sinto dedos circularem por meu pulso me impedindo de prosseguir. 


 -Que foi Jin? (Pergunto indignada)

 -Calma. Temos que pensar direito. Se esse lugar for clandestino, temos que preparar nossa entrada lá. E se Rae Won estiver louca mesmo? O depoimento dela de nada vai valer… Pensa bem filha… Me deixa te ajudar e vamos fazer tudo com calma… Sem contar também, que se alguém de lá avisar o Boss que estamos lá, tudo estará perdido. (Jin diz me fazendo sentar novamente) 

 -Omma! Eu não quero mais ter que fingir que namoro aquele cara. Eu não quero mais ver Jimin sofrer… Eu quero acabar com isso logo. (Eu disse choramingando)

 -Eu sei filha… Mas estamos tão perto… Tem certeza que não consegue segurar mais um pouco? (Jin perguntou, me fazendo concordar com a cabeça desanimada) 


 Depois de combinarmos nossos próximos passos calmamente. Fui para o Hotel, no meu celular havia 15 chamadas perdidas do Big Boss… Somente revirei meus olhos e desliguei meu celular. 

 Pedi na recepção do Hotel para não deixar ninguém entrar, pois não queria ser incomodada. Se possível, dizer que eu não estava. Claro que isso não impediria o Big Boss, afinal foi ele quem me hospedou no Hotel. E isso não me deixou relaxar durante toda a noite. Por sorte ele não me procurou mais… 



 .  •     °  • ♠



 Dois dias depois… Hoje é o dia em que eu tenho que voltar ao trabalho. Hoje eu teria que encarar o Big Boss de frente. Desde aquele dia no escritório, eu não falei com o mesmo. Ele também não me procurou mais, o que de certa forma me preocupou… Será que ele desconfiou de algo? 

 Tento afastar esses pensamentos olhando minha agenda de hoje. 


 Terça-feira 29, de Novembro 2016


Fotos para agência Moving 14:00hs
 
Show Bangtan Boys - On Stage Full Concert 21:00hs (como esposa de Park Jimin) 


 Rapidamente me apronto para sessão de fotos, já estava quase em cima da hora. Ouço meu celular tocar, o nome na tela me chama atenção imediatamente “Jin Omma”. 


Chamada Onn 


 -Omma!!! Que surpresa… (Eu disse empolgada) 

 -Oi filha, eu liguei rapidinho para te dizer duas coisas… Eu sei que você tem fotos agora, e eu também tenho que ver os últimos retoques finais para o Show de hoje com os meninos… (Jin disse)

 -Sim, o que foi Omma? (Pergunto) 

 -Primeiro, eu consegui subornar uma enfermeira que trabalha naquele sanatório onde supostamente Rae Won está. E ela pode nos colocar lá dentro amanhã a tarde as 14:00hs. Consegue agenda livre para este horário? (Jin pergunta) 

 -Sim claro, farei o impossível para conseguir… (Respondo) 

 -Então, vamos entrar lá disfarçados de enfermeiros… Eu vou com você, porém só você irá falar com ela. Pois ela poderá me reconhecer, e não queremos isso agora. Você terá 20 minutos com ela. Dê o seu melhor Katy! (Ele completa)

 -Certo! Deixa comigo. (Respondo)

 -Outra coisa … (Jin diz e sinto como se estivesse enrolando para dizer) 

 -Pode dizer Omma! (Digo encorajando)

 -É sobre o Jimin. Hoje você terá que fingir ser esposa dele. Ele está completamente abalado. Não está conseguindo nem sustentar os seus solos vocais. Eu nem sei o que pedir direito a você. Só seja compreensiva com ele. Está sofrendo muito. (Jin diz desapontado) 

 -Não se preocupe Omma! Eu vou falar com Jimin. (Eu disse tentando acalma-lo)

 -Fico feliz filha. Se cuide e até mais tarde… (Ele diz se despedindo) 

 -Até mais Omma. (Eu respondo desligando) 


 Chamada Off


 .   •      °   • ♥


 Narração Onn 


 Horas mais tarde, no prédio da Big Hit… 


Katy estava impaciente andando de um lado para outro. Faltava pouco tempo para Jimin entrar por aquela porta. Eles tinham que encenar que ainda eram marido e mulher. Para Katy, nada era mentira. Mas como fazer Jimin entender isso?

 No momento em que a porta se abriu, revelando Jimin e os outros membros dos grupo no camarim. Katy fixou seus olhos no rosto com a expressão mais triste e devastada daquela sala, Jimin

 Quando Katy estava pensando em algo para dizer, o Big Boss também se junta a eles na sala. Deixando Jimin mais triste ainda. Depois dos comprimentos, Jin foi imediatamente ao lado de Katy sussurrar em seu ouvido. 


 -Ele não está bem, eu insisti para ele comer algo. Mas há muitos dias ele está assim, e não fala com mais ninguém. Só ouço sua voz quando canta, e às vezes é falha. (Jin diz para que só ela ouvisse)

 -Jin, me ajude a ficar sozinha com ele… (Katy pede) 


 Jin acena positivamente com a cabeça, indo sussurrar algo para Jimin. Logo após faz um sinal com a cabeça para que Katy o siga. O Big Boss por sua vez, notou Katy tentando sair sem ser vista. Imediatamente segura seu braço e todos se paralisam para ver a cena. 


 -Aonde vai? (Ele pergunta ríspido) 

 -Não é da sua conta… (Katy responde, deixando todos de boca aberta)

 -Quê? (Ele pergunta não acreditando no que ouviu) 

 -Me deixe, quero ir ao banheiro… Eu tenho que pedir por isso também? (Perguntou puxando seu braço das mãos do Boss)

 -Claro que não meu amor… Eu entendo que está nervosa… Vá depressa, temos que sentar em nossa cadeira preferencial… (Ele diz mudando repentinamente seu tom de voz para calmo)


 Katy saí do camarim indignada com aquela cena falsa do outro. Jin estava andando à sua frente guiando Jimin para uma sala ao lado. 

 Assim que deixou Jimin na sala Jin voltou ao encontro de Katy.


 -Vá com calma, por favor. (Jin pede) 

 -Claro. ( ela responde)

 -Ya! Por que respondeu o Boss assim? E se ele desconfiar? (Jin perguntou) 

 -Já não ligo mais, eu não consigo suportá-lo mais. (Responde indo até a sala) 

 -Cuidado Katy… (Jin diz se afastando)


 Assim que Katy entra na sala. Jimin se levanta da cadeira desconcertado. Sem saber para onde fixar seu olhar. 


 -O que você quer? (Jimin disse ríspido) 

 -Só quero conversar Jimin, saber como está… (Katy diz envergonhada e abaixa sua cabeça) 

 -Hum… Não está com medo? Cadê seus seguranças agora? Não acha que posso te espancar aqui? … (Jimin respira indignado) … como você pode ser tão falsa? Você me odiou tanto todo esse tempo, me fez me apaixonar por você para depois fazer isso… (Jimin não segura suas lágrimas de frustração)

 -Jimin… Eu … Eu não posso te dizer certas coisas agora, eu sei que feri você com minhas palavras. E eu sei também que está sofrendo… (Katy foi interrompida por um grito de Jimin) 

 -Você sabe não é mesmo? Sabe de tudo… É tudo que você sempre quis fazer. Você já se vingou de mim. Só saia da minha frente antes que eu… (Jimin diz nervoso coçando sua nuca)

 -Eu amo você… (Katy sussurra deixando suas lágrimas descerem em seu rosto silenciosamente)

 -Quê? (Jimin tinha ouvido o que ela disse, mas parecia não acreditar)


 -Eu amo tanto você. Um dia… Você vai me entender… (Katy diz quase sem forças na voz, aquela situação estava deixando ela fraca, só queria desistir de tudo e correr para os braços de Jimin, mas ainda não era a hora…) 

 -Você só pode estar brincando comigo… (Jimin disse indo em direção a Katy)


 Ao ver Jimin vindo em sua direção com certa brutalidade. Katy não teve medo, ela iria se entregar para o que acontecesse. Se ele fosse agredi-la, ela aceitaria. 

Pois naquele momento ela aceitava o pensamento de que deveria ser punida de alguma forma, depois de todo sofrimento causado para Jimin. 

 Katy fechou seus olhos, esperando algum tipo de … Agressão

 Porém, Jimin se aproximou, e pousou sua mão delicadamente em sua nuca, puxando-a para si. Selando seus lábios com de Katy, em um beijo apaixonado e cheio de vontade.

 Era a última coisa que Katy esperava naquele momento… Um beijo! 

O tempo pareceu parar para eles. A mão de Jimin agarrava firmemente nos cabelos de Katy, com a outra mão segurava sua cintura e a puxava mais para si. O calor que emanava de seus corpos faz com que o beijo se aprofunde mais.

 Katy agora deslizava suas mãos por baixo da camisa que Jimin usava, fazendo Jimin se arrepiar com o toque quente de sua mão. A falta de ar, fez com que Jimin e Katy parassem o beijo, mas não as carícias.

 Jimin parecia faminto e necessitado, sua boca percorria todo o pescoço de Katy, deixando várias mordidas e alguns chupadas, que levemente ficaram marcadas por um tempo. 

 As mãos de Jimin agora percorriam o corpo de Katy, deixando algumas marcas avermelhadas. Katy sentia uma dor diferente, uma dor que ela gostou… Não entendeu a princípio as ações do outro. Porém não reclamou, ela também estava necessitada por ele

 Jimin estava subindo seus lábios novamente até a boca de Katy, deixando pelo caminho vários beijos em seu pescoço.


 -Eu senti tanto sua falta… (Jimin sussurra entre seus beijos)

 -Eu também senti sua falta, quase como se eu não pudesse aguentar… (Katy diz entre seus gemidos ainda de olhos fechados)

 -Volta pra mim amor? Hum? Volta para nossa casa? (Jimin pede afoito indo até a boca de Katy)


 Assim que Jimin voltou a beijar Katy, a porta foi aberta repentinamente. Fazendo com que o casal se assuste e se afaste rapidamente um do outro. 


 -Caramba Jin! Não dá pra bater não? (Jimin perguntou ofegante) 

 -Desculpa… Rsrs… Meu casal preferido estava se pegando e eu atrapalhei… Aish… Vou para o inferno, tenho certeza… (Jin diz em tom de brincadeira) 


 Katy se reservava a ficar quieta no canto envergonhada.


 -Filha, o Boss está surtando de um lado para o outro te procurando. Acho que você tem que ir… (Jin diz mudando sua expressão para sério)

 -Ok, eu já estou indo… (Katy diz e dá um passo em direção à porta)


 Porém é impedida, sentindo uma mão agarrar seu pulso.


 -Você ainda vai atrás daquele babaca, depois do que aconteceu aqui? (Jimin pergunta incrédulo)

 -Ji-Jimin, e-eu tenho que ir… (Katy diz apavorada e olha Jin, como se pedisse ajuda)

 -Jiminie? Katy, tem algumas coisas para fazer, logo ela estará de volta. (Jin interfere)

 -Você acabou de dizer que me ama. Você me enganou de novo? (Jimin pergunta agora furioso)

 -Não enganei você Jimin, eu o amo. Confia em mim, logo nós vamos estar juntos novamente. Tem algumas coisas que preciso resolver, só me dê mais alguns dias… (Katy diz acariciando o rosto de Jimin tentando acalmar o mesmo)

 -Que coisas são essas? Por que você não me conta? Também não confia em mim? (Jimin diz decepcionado) 

 -Agora não posso dizer, por favor Jimin. (Katy diz se soltando lentamente das mãos de Jimin)


 Katy sai da sala olhando rapidamente para Jin. E saindo pela porta. Deixando mais uma vez um Jimin confuso, e decepcionado para trás.


 -Vamos Jimin! Temos que ir para o palco. Acha que consegue? (Jin pergunta)


  Jimin concorda com a cabeça e segue Jin pelos corredores. Esse seria um dos seus piores shows. 


 .  •     °  • ♥ 


 O show teve a duração de quase uma hora. Os meninos se preparavam para cantar a última música da noite, “Hold Me Tight” era a escolhida. 

Katy estava sentada no camarote VIP ao lado do Big Boss e alguns sócios da Big Hit. 

 Durante todo o show, Jimin estava fora de ritmo, visivelmente desconcentrado. Em muitas vezes Jin o ajudou em seus momentos solos.

Jungkook também o ajudava em alguns momentos. O que de certa forma irritava Jimin, pois ainda os dois não conversaram sobre o acontecido. 

 Mais uma vez era o solo de Jimin, a garganta do mesmo parecia querer falhar, sentiu um nó enorme se formar ali. Como se sufocasse, ele sentia que iria fosse desabar a qualquer momento. E ter que cantar aquela música, olhando Katy ao lado do Big Boss estava sendo muito difícil.

 Está era a parte mais difícil para Jimin, seu último solo, e ele sabia que teria que usar o ápice de sua voz. Mas a letra dessa música o tocou profundamente… Jimin não conseguiu cantar, e imediatamente começou a chorar durante o Show, no final da música, sendo assim ajudado por todos os meninos ao seu lado…


 Trecho de Hold Me Tight:


 Me segure forte (me abrace).          Confie em mim, confie em mim, confie em mim. Me segure com força, me abrace Pode confiar em mim? Pode confiar em mim? Por favor, por favor, por favor, me segure forte, me abrace. Você ainda brilha. Você ainda é como uma flor perfumada. Agora confie em mim, me abrace mais uma vez. Assim posso sentir você, me abrace.


 As fãs se comoveram imediatamente com a cena, e todas elas ajudaram Jimin a terminar seu solo. Com isso Jimin conseguiu ficar mais emocionado do que já estava. Assim que a música terminou, Jimin quis se justificar para suas Armys. 

Pegou o microfone, respirou fundo, secou suas lágrimas.


 -Hoje, eu peço desculpas a todas vocês que vieram aqui me ver dançar e cantar, hoje não pude dar o meu melhor à vocês. As vezes passamos por momentos difíceis, e nem sempre estamos totalmente bem. Eu agradeço a todas vocês por tudo… (Jimin diz e  começa a chorar novamente, sendo abraçado por Jin que sussurrava palavras de conforto ao seu ouvido)


 Katy estava olhando toda a cena, e se sentindo a pior das pessoas na face da terra. Estava se segurando ao máximo para não ir correndo até Jimin. 

 Até ser desviada dos seus pensamentos culposos, sendo segurada com brutalidade pelos braços.


 -Você vem comigo belezinha… Temos algumas contas para acertar… (Big Boss, diz e arrasta Katy pelos fundos do evento, saindo sem serem vistos)

 -Me solta! Eu não quero falar nada com você. (Katy resmunga enquanto é arrastada) 

 -Você ultrapassou todos os limites hoje. Achou que iria me enganar por quanto tempo, hein… docinho??? (Ele diz e a joga dentro de um carro com vidros escuros) 

 -Você está me machucando… (Katy resmunga) 

 -Você merece coisas piores … E vai ter meu anjo… (ele diz e sorri maleficamente) 


Katy está em problemas…


 .   •      °   • ♠ 


 Os meninos ainda estavam alvoroçados no camarim, todos tentando de alguma forma acalmar Jimin, que já estava se controlando. 

Ali havia alguns staffs e o manager da empresa. 


 -Onde ela está Hyung? (Jimin pergunta à Jin) 

 -Eu não sei. Vou pedir para chamar está bem? (Jin diz e sai) 


 Jimin somente concorda com a cabeça, vendo Jin ir até o manager.


 -Vocês sabem da Katy? (Jin pergunta) 

 -Não… (Todos disseram )

 -Eu vi ela saindo com Boss agora à pouco. Ele disse para não incomodar ele hoje, pois havia algumas coisas para fazer… (O Manager disse)

 -Essa não… (Jin diz e pega seu celular discando os números da katy) 


 O celular estava desligado. Um pressentimento ruim paira na mente de Jin. Que sai imediatamente em busca de Katy. Pois somente ele sabia o risco que ela estava correndo.







Notas Finais


Oi gente.... Tudo bem com vocês????

Ahhhhh... Consegui postar mais um capítulo, estamos em momentos tensos e decivos....

Bom vou deixar aqui em baixo o link de um video da música Hold Me Tight.

https://youtu.be/sCiRWXnIZwM

Foi nesse show que minha mente imaginou esse capítulo... Então para quem quiser viajar na maionese comigo,está aí.


Espero que gostem... Até a próxima... 😘👋👋👋👋🙋💙😋☝


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...