História Contrato De Sangue - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Park Jimin, Romance
Visualizações 35
Palavras 842
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi. ☺😊
Hoje começa mais uma história regada de romance e drama.
Espero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Contrato De Sangue - Capítulo 1 - Prólogo


 Eles achavam que estavam seguros em suas terras, não era possível que a devastadora guerra que estava sendo travada no país pudesse atingi-los naquele lugar tão distante, mesmo sempre estando alerta a família se sentia bem, em sua pequena fazenda eles poderiam se manter até que a guerra acabasse mas, todos os planos foram por água á baixo quando no meio da noite foram acordados por disparos em sua propriedade, a família se desesperou e não havia outra opção... 

Eles teriam que abandonar seu porto seguro, eles teriam que deixar tudo para trás para se manter vivos, recomeçar do zero e mesmo que isso tenha sido difícil eles sabiam que era preciso, precisavam escolher deixar tudo e manter quem amavam seguros, nada era mais importante que a família. 

Eles então partiram de sua pequena terra em meio á guerra, presenciaram mortes diante de seus olhos e mesmo assim continuaram, estavam famintos e fracos, não tinham onde dormir e o chefe daquela família sabia que não podia deixar seus sete filhos naquela situação, ele estava disposto á qualquer sacrifício para ver sua amada família segura, feliz e confortável. 

Se eles passassem mais tempo nas ruas com certeza não iriam sobreviver porque a cidade também estava sendo tomada, os menos desfavorecidos estavam na mesma situação que eles e o caos se espalhava aos poucos por todo o país. 

Nesse momento ele viu que a sua única alternativa era ser servo, era servir alguém importante que oferecesse á eles segurança e conforto em troca de servidão, era humilhante mas, estavam sem saída, teriam que se ajoelhar diante de alguém poderoso para não ser mais um pobre morto em meio á guerra, era uma questão de vida ou morte e como sempre o que importava era a vida de quem amamos... 

Depois de uma longa caminhada a pobre família se encontrava em frente a fortaleza dos Park, uma das famílias mais nobres do país que se mantinha imponente diante das guerras, grandes muros cercavam a grande propriedade e guardas estavam diante do portão á postos ao ver a pobre família se aproximar. 

- Meu marido, sei que está fazendo isso por nosso bem mas, servi-los e condenar todas nossas gerações á essa humilhação é terrível. – disse sua esposa. 

- Nossas futuras gerações nos agradecerão porque se eu não tomar essa decisão, não haverá outras gerações de nossa família. – o homem disse fazendo com que sua esposa não o questionasse mais. 

O grande senhor permitiu a entrada da família em sua propriedade, ao atravessar os portões todos se encantaram com tanto luxo, aquele lugar era um verdadeiro paraíso em meio ao inferno que estavam sofrendo nas ruas. 

- O que os trazem até minha morada? – o senhor Park disse ao ver os camponeses entra em seu luxuoso salão.

 - Estamos aqui para oferecer nossa servidão por todas as gerações em troca de segurança, alimento e conforto. – O homem disse fazendo Park sorrir. 

Ele levantou-se de seu trono que se igualará á de um rei e caminhou até a família que se ajoelhou diante dele mostrando que poderiam ser fiéis. 

- Isso é interessante, eu perdi muitos servos nessa guerra e garantir servidão para todas as nobres gerações dos Park é uma proposta tentadora. Eu irei aceitar, contando que tudo seja selado através do contrato de sangue. – Park disse fazendo todos se entreolharem assustados. 

- Como assim, meu senhor? – o homem perguntou temendo pelo o que o aguardava. 

- Não se apavore pobre camponês. Pedirei que meu servo de confiança escreva o contrato e você o assinará derramando seu sangue sobre ele. – Park disse pegando uma adaga em suas mãos. 

Como dito por ele, seu servo de confiança da família Jeon escreveu o contrato e Park cortou o pulso do homem derramando seu sangue sobre o papel, diante do ocorrido ele teve que repetir as palavras que tornaria tudo oficial.

 - Eu diante do contrato de sangue dou aos Park a total servidão de toda a minha família por todas as gerações... – O homem repetiu as palavras enquanto sua mulher chorava. 

O tempo passou, eles estavam seguros e confortáveis mas, presos só contrato, não podiam dizer não as ordens de qualquer membro legítimo da família Park e muitas vezes faziam coisas que não desejavam. 

Se qualquer um dos Park desejasse uma de suas filhas ou esposa ele deveria entrega-la sem tentar resistir, afinal o contrato de sangue dizia que eles pertenciam aquela família, eram como objetos e não tinham vontades ou opiniões. 

A guerra continuou e a família Park resistiu até o último minuto defendendo suas terras e riquezas, entregavam suas vidas mas, não seu Império e logo isso resultou na morte de toda a família Park, supostamente nenhum herdeiro havia sobrevivido. 

A família de camponeses se viram livres do torturante contrato e assim que a guerra acabou reconquistaram suas terras voltando a ter sua vida simples mas, eram livres e donos de suas vidas.

 Eu sempre ouvi essa história, ela foi passada por todas as nossas gerações mas, eu nunca imaginei que ela voltaria para me perseguir...


Notas Finais


Esse foi apenas o prólogo para vocês terem um gostinho do que os esperam.
Obrigado por ler.
Beijinhos.
Lena_Hanson


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...