História Contrato duplo. - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~Garotado_Malik

Postado
Categorias Marc Bartra, Neymar
Personagens Marc Bartra, Neymar, Personagens Originais
Visualizações 35
Palavras 1.348
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie meus biscoitos aí vai mais um capítulo, espero que gostem^^

Capítulo 8 - Ciúmes.


//Meghan\\ 

Já estávamos  de volta para a Espanha eu e Marc ainda não tínhamos oficializado o nosso namoro, por enquanto eu era a garota mistério que estava saindo com  Marc, eu  estava no restaurante quando um cliente entrou na loja e sentou na mesa, eu o olhei com os olhos era o chefe Paulo Shin um "coreano brasileiro".  

- Vai lá chefe - Peter falou sussurrando me empurrando para fora do balcão. 

- Boa tarde - falei em português me aproximando da mesa onde ele estava sentado. 

- Brasileira - ele falou um pouco animado e eu sorri concordando. 

- O senhor já sabe o que pedir? - perguntei apontando para o cardápio, ele passou os olhos rápidos e depois o colocou de volta na mesa. 

- Quer saber, eu vou quero que você me surpreenda - ele falou e eu concordei.

- Eu já volto - falei e ele assentiu sorrindo. 

Eu entrei na cozinha e Peter olhou para mim curioso. 

- Ele pediu para eu surpreender ele - falei um pouco animada e nervosa ao mesmo tempo. 

- Você consegue - ele falou dando tapinhas de incentivo em meu ombro. 

- Dulce você vai ficar responsável pelos pedidos - falei ela era nova e era ajudante de cozinha, contratei ela há pouco tempo mas ela tem um desempenho muito bom, antes só era eu, Peter e Victor, depois que Neymar e o Marc começaram a frequentar muito o restaurante ele começou a ficar um pouco popular e só como era nós três,estávamos um pouco sobrecarregados e então eu contratei a Dulce. 

-Sim chefe - ela falou e saiu da cozinha indo para o balcão. 

-  O resto mãos a obra pessoa - falei firme. 

-Sim chefe - eles responderam. 

Escolhi um dos melhores doces que nós fazemos para servir o chefe Paulo Shin, fiz um suflê de goiabada com requeijão cremoso. O restaurante estava em expansão finalmente ele teria o restaurante e não ficaria apenas na doceria. 
Coloquei o doce na bandeja e levei para o chefe, rezei mentalmente para que ele gostasse, voltei para dentro  da cozinha e ajudei Victor a preparar empada doce. 

- Marc Bartra está chamando a senhora chefe - Dulce falou.

-Termine de ajudar e Victor - falei e ela assentiu. 

- Você está muito ocupada agora? - Marc perguntou. 

- Um pouco - respondi e inclinei um pouco a cabeça para o lado para eu poder ver o chefe já que o Marc estava na minha frente - Quer comer alguma coisa? - perguntei. 

-Você está olhando para onde? - ele perguntou e olhou para trás. 

- Não olha - falei virando o rosto dele para mim - O chefe Paulo Shin está aqui - falei bem baixinho. 

- E daí? - ele perguntou dando de ombros. 

-Ele é uns dos melhores chefes que eu conheço - falei realmente empolgada - Eu casaria com ele. 

-Huum - ele falou desanimado - Casa com ele ele então - ele falou e eu olhei para Marc rindo. 

- Isso é ciúmes? - perguntei brincalhona e ele me encarou. 

- Claro que não - ele riu forçado e depois ficou sério. 

Eu olhei para o chefe de novo para ver se ele já tinha acabado, ele me encarou e me chamou. 

- Ele acabou - falei e Marc me olhou curioso, sai do balcão e caminhei até a mesa dele com Marc ao meu lado. 

- O melhor doce que eu já comi em toda a minha vida - o chefe falou e eu sorri animada - Você quem fez? 

-Foi - falei sorridente. 

- O sua chefe precisa saber que ela contratou a doceira perfeita - ele falou e eu ri envergonhada. 

- Ela é a chefe - Marc falou sério apontando para mim eu dei uma cotovelada em seu braço. 

- Oh meu Deus eu não sabia, me desculpa - ele falou um pouco desconcertado. 

- Não tem problema chefe, eu não contei que eu era a chefe daqui, como o senhor iria saber? - falei descontraída e ele riu, Marc continuava sério ao meu lado mas eu o ignorei.  

-Bom de certa forma, estava uma delícia, eu irei divulgar a sua doceira - ele falou contente. 

-Muito obrigada, estamos expandindo vamos fazer a parte do restaurante, espero que você possa voltar aqui - falei. 

- Eu com certeza vou voltar - ele falou - Parabéns, você é uma ótima doceira - ele falou. 

- Obrigada - falei agradecendo de novo. 

- Eu que agradeço chefe... - ele falou me olhando esperando que eu falasse meu nome. 

- Meghan - falei e ele sorriu. 

- Agora eu preciso ir, espero te ver no meu restaurante também - ele falou. 

-Pode deixar chefe - falei sorrindo. 

- Tchau foi um prazer conhecer o senhor - falei sorrindo. 

- O prazer foi meu - ele falou e e nós nos despedimos. 

Segurei a mão do Marc e saí do restaurante, levando ele até uma praça que tinha na frente do restaurante. 

- O que foi aquilo? - ele perguntou sério. 

- Eu que pergunto - falei o encarando. 

- A culpa é sua - ele falou cruzando os braços.

- Minha? - falei apontando para mim - Eu não fiz nada. 

- Você chegou toda animadinha para cima de mim falando que"casaria com ele"- ele falou  tentando imitar a minha voz. 

- Ai meu Deus Marc - falei e ele sentou no banco da praça me encarando - Eu falei por impulso ele é um dos melhores chefes que eu conheço, e não sei porque você está com ciúmes. 

-Eu já falei que eu não estou com ciúmes - ele falou um pouco zangado. 

- Está com o que então? - perguntei o desafiando- Eu não fiz nada de mais estava no meu local de trabalho e eu vou conversar e cumprimentar com todos os meus fregueses- falei firme. 

Marc passou a mão algumas vezes pelo cabelo abriu e fechou a boca várias vezes para falar algo mas não falava nada. 

- Você me faz ficar louco - ele falou e eu o encarei - É porque você é toda tímida e do nada ficou toda animadinha perto daquele cara, e eu só não gostei está bem, me desculpa - ele falou e bufou enterrando o rosto nas mãos. 

- Tudo bem, eu te desculpo - falei e ele me encarou sorrindo.

- Obrigada - ele falou e me puxou me fazendo sentar em seu colo - Prometo nunca mais ficar irritado por causa disso. 

-Muito bem - falei e o abracei, mesmo sentada em seu colo nós dois ficamos na mesma altura, Marc escondeu o rosto em meu pescoço e resmungou algo que eu não entendi. 

- O que ? - perguntei rindo. 

-Tem paparazzi  aqui - ele resmungou. 

- Quer entrar? - perguntei e ele negou. 

- Eles nunca vão me deixar em paz mesmo - ele falou dando de ombros - Nós temos que assumir o nosso namoro. 

- É mesmo - falei - Como você pretende fazer isso? - perguntei curiosa. 

- Assim - ele falou e me beijou de repente, ele me beijou devagar, Marc pediu passagem com a língua e eu cedi, Marc segurou firme a minha cintura e ficamos nos beijando até nos separarmos por falta de ar, eu o encarei ofegante. 

- E agora? - perguntei sem saber exatamente o que fazer. 

- Nós somos oficialmente namorados - ele falou e eu concordei - Mas Meghan eu quero deixar um coisa clara - ele falou me encarando. 

- O que? - perguntei curiosa. 

- Eu não quero fingir, eu quero realmente ser seu namorado, não quero namorar com você só até  o final do contrato quero continuar sendo o seu namorado, você aceita ser minha namorada? - ele perguntou e eu o encarei sem piscar, eu sempre fui apaixonada pelo Marc eu só não sabia que ele gostava de mim. 

-Sim - respondi sorrindo animada e ele sorriu - Sim, mil vezes sim. 

- Eu te amo - ele falou e voltou a me beijar. 

 

 


Notas Finais


Então meus amores o que acharam? Por favor comentem. Beijos e até a próxima:*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...