História Control - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon, Matthew Espinosa
Personagens Cameron Dallas, Jack and Jack, Matthew Espinosa, Nate Maloley, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes
Tags Charlotte Jenner, Jake Paul, Logan Paul, Matthew Espinosa
Exibições 29
Palavras 1.952
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeee!Espero que vocês gostem,desculpem pelo cap estar um pouco grande:)

Capítulo 1 - The New Student


Fanfic / Fanfiction Control - Capítulo 1 - The New Student

Charlie P.O.V 21 mai 2014

Era apenas mais um dia naquela porcaria de colégio. Eu nunca quis estudar aqui, eu queria estudar em uma escola pública e ser mais uma adolescente normal, mais com minha família decide isso eu não tenho escolha. Minhas “amigas” eram mais frescas e enjoadas do que qualquer pessoa, e eu também(por trás da minha máscara claro),eu não podia ajudar alguém, não podia tratar uma novata ou nerd bem, eu sempre tinha que ser outra pessoa que eu não sou e nunca vou ser. Aos olhos das outras pessoas eu tenho a vida perfeita ,amigas perfeitas, família perfeita, só não tenho namorado perfeito porque no amor eu não acredito.

Quando pensei que não poderia ficar pior o quê me aparece? Isso mesmo, minhas queridas vadigas (vadias +amigas). Estava de costas, então revirei os olhos, coloquei meu melhor sorriso na cara e me virei:

-Charliiiee!!-disse Vanessa, vindo me cumprimentar

-Charrrr!!-essa foi a vez de Anastascia falar

-Stacy,Nessa!!-disse fingindo animação

Nós,no caso elas,porque eu não tava nem ai para o que elas estavam falando, ficamos ali por uns 10 minutos falando sobre coisas aleatórias até o sinal bater,e quando me dei conta do que estava acontecendo só vi Vanessa no chão toda descabelada, segurei uma risada muito alta, por que a cena estava incrivelmente engraçada. Quando ela se levantou,começou a gritar com o garoto que estava à sua frente:

-SEU IMBECÍL OLHA O QUE VOCÊ FEZ!-disse enquanto ajeitava seus materiais em sua bolsa

-M-me desculpa,eu não tinha te visto e...-ele pareceu embolar as palavras

-Você só podia ser mais um novato idiota mesmo-disse vermelha de raiva,enquanto Stacy concordava com tudo o que ela falava.

Eu só disse:

-Vamos logo meninas-disse entrando na frente do novato.Elas apenas me seguiram e eu sussurrei um “desculpa por isso” para o novato e segui em frente rebolando,coisa que eu odiava fazer mas né...

 

 

As aulas foram um saco,mas eu prestava atenção nelas,pois era necessário.Pelo menos eu não teria que dar em cima dos professores e elogiá-los para ter nota.Quando eu estava juntando meus materiais para sair da sala,vi o novato sentado no canto fazendo mais alguns exercícios,fiquei com pena dele,ele havia sido humilhado na frente de todos.Decidi ir até ele e me desculpar de uma forma mais clara:

-Oi-disse me aproximando-olha,me desculpe pelo que a Vanessa fez.

-Tudo bem-ele disse com um sorriso de canto-ahm,bom a culpa foi minha mesmo-disse coçando a nuca,ele parecia envergonhado.

-Não,não foi sua culpa,ela que se estava no meio do corredor atrapalhando os outros passarem.

-Ahm,se você diz...

-Olha eu preciso ir-falei olhando a tela do meu celular,mas quando estava chegando a porta me virei e disse-a propósito,meu nome é Charlotte.

-E o meu é Shawn-disse se levantando

 

Quando cheguei ao refeitório,todos os olhares se direcionaram a mim,coisa que já era normal.Enquanto caminhava em direção a mesa escutei um “olha o tanto que a bunda dela é exagerada,nossa senhora”.Quando ouvi isso a minha vontade era de sair correndo e chorando,mas preferi não falar nada,e só continuei meu caminho.Quando cheguei à mesa vi Nessa,Stacy,Bobby e Hailee e os namorados de todas que ás chifravam mais vezes do que eu trocava de calcinha. Elas estavam falando sobre festas que foram ruins e famosos gatos,enquanto isso eu só comia minha salada:

-Charlie,seu aniversário está chegandooo-disse Vanessa

-E sabe o que isso significa?-disse Bobby

-Festaaaa-disse balançando os braços e rindo falsamente

-Isso,onde vai ser?-disse Hailee

-Estou pensando em fazer numa boate qualquer

-Ah que bom!-disse Stacy

-É...-disse baixo pensando em todos os meus aniversários.Acho que eu sempre fiz festa em todos eles,mas nunca passei como queria. Meus pais sempre viajavam e nunca passavam ele comigo. Eles têm essa de viajar sempre,por causa da empresa deles.Não ter uma família presente é a pior coisa que você pode ter.Muitos pensam que é bom,que você se sente livre, mas muito pelo contrário, você se sente infeliz. Minha mãe é a pessoa que eu mais queria comigo,pedir conselhos,assistir filmes, essas coisas de mãe e filha sabe?

Fui acordada dos meus pensamentos quando Vanessa começou a falar com sua voz irritante:

-Ai aquele novato fez minha bunda ficar toda suja-disse com a voz manhosa

-Pode deixar que eu limpo-disse seu namorado idiota.

Apenas revirei os olhos e continuei comendo,quando deixei escapar um:

-Você não devia ter feito isso-disse brincando com a salada

-Olha eu apenas me defendi-disse levantando os braços em forma de rendição

-Aham-disse pra mim mesma.

(...)

Os horários se passaram até rápido,me despedi das vadigas e fui para o estacionamento.Dei partida no carro e segui em frente.Quando estava parada no sinal vermelho notei que Shawn estava indo sozinho para casa, percebi que ele estava um pouco para baixo,então fui diminuindo a velocidade até encostar na calçada e abaixei o vidro:

-Vai uma carona aí?-disse sorrindo,uou há quanto tempo eu não sorria verdadeiramente

-Claro-ele disse rindo

-Então entra aí

No caminho descobrimos que éramos vizinhos, nós morávamos no mesmo prédio, eu na cobertura e ele no sexto andar,ele me contou que havia mudado do Canadá há  pouco tempo mas logo, logo iria para Los Angeles, morar com seus amigos. Shawn não era nem um pouco feio, ele era fofo e se preocupava com tudo e todos, era diferente de todos os “amigos” que eu já tive. Fomos conversando até chegar no seu andar,eu o convidei para jantar em minha casa e ele concordou.

Quando cheguei em casa não tinha ninguém, coisa que eu achei estranho, pois sempre estava rodeada de empregados pra lá e pra cá, quando vi o recado na geladeira:

“Hoje dei folga para todos os empregados,você consegue fazer almoço certo?Beijos,mamãe”

Ótimo, pelo menos um dia eu vou ter folga daquelas mulheres, mas eu queria que Jessica estivesse aqui, ela era como uma segunda mãe para mim, pois estava sempre presente comigo minha vida toda, eu desabafava sempre com ela, ela ficava comigo quando era criança sempre que meus pais viajavam.

Enquanto pegava todos os ingredientes do macarrão, tive a brilhante ideia de chamar Shawn para comer comigo, por quê não? Deixei tudo que estava fazendo e desci para chamar ele. Tranquei a porta, afinal eu morava no vigésimo terceiro andar e ele no sexto, então né...Quando desci do elevador escutei alguém cantando Classic do MKTO, não pude evitar e entrei no apartamento cantando também. Ele sorriu quando notou minha presença e eu continuei cantando,até chegar no refrão e cantarmos juntos

You're over my head, I'm out of my mind

Thinking I was born in the wrong time

One of a kind, living in a world gone plastic

Baby, you're so classic (yea yea)

(Gone plastic)

Baby, you're so classic (yea yea)

Baby you

Baby, you're so classic

-Você canta bem-ele disse colocando o violão do seu lado

-Obrigada-disse sorrindo-você também

-Bom o que você faz aqui?-disse enquanto se levantava

-Bem eu vim te chamar para almoçar lá em casa-falei enquanto colocava as mãos nos bolsos de trás da calça

-Ai que bom que você me chamou, eu não sei cozinhar e não tem ninguém aqui-ele falou rindo,ai que sorriso lindo

-Que bom, agora não vou ficar sozinha, bom...vamos?

-Claro

Enquanto eu cozinhava ele ficava tocando músicas no violão para mim, de sua própria autoria, como LIfe Of The Party, entre outras e depois comemos. Ele elogiou tanto minha comida que eu fiquei até sem jeito. Como era sexta-feira, nós não tínhamos que nos preocupar com a escola no dia seguinte ficamos conversando e cantando. Eu falei sobre ter que ser metida a patricinha pelo fato de ser amiga daquelas garotas, e ele me deu a seguinte ideia:no dia da minha festa falar tudo o que eu acho e tudo sobre o que eu quero ser. Eu achei incrível,eu nunca teria essa ideia na minha vida. E ele me contou sobre os amigos dele em Los Angeles, ele me contou sobre uma tal de Magcon que havia se separado há pouco tempo, ele me mostrou alguns vines de uns garotos, o que mais me fez rir foi de um garoto chamado Matthew eu acho. Ele tinha um topete bem definido e um jeitinho engraçado, e era bem bonitinho por sinal. Quando nos demos conta já eram 6:00pm, ou seja, o jantar começaria em menos de duas horas. Shawn desceu para seu apartamento e eu subi para me arrumar, liguei para minha mãe e ela super concordou com a ideia, pelo fato de eu só andar com aquelas vadiazinhas falsas. No banho comecei a pensar como seria morar em L.A, praia, calor, novos amigos. Seria ótimo, eu poderia me livrar daquelas vadigas, poderia ser eu mesma pra sempre. O Shawn me faz ser eu mesma, coisa que eu não sentia há muuuito tempo.Quando saí do banho coloquei um vestido verde água com algumas cerejeiras bordadas e uma sandália de salto preta, passei uma maquiagem leve e desci, o jantar seria na minha casa, umas 20 pessoas iriam, e como a mesa da sala de jantar eram para exatamente 20 pessoas ficaria mais fácil. O jantar seria de celebração aos 10 anos da empresa do meu pai. Estava muito lindo, os empregados estavam lá, incluindo Jessica,cumprimentei ela e mais alguns empregados e fui até o quarto da minha mãe. Ela estava impecável,usava um vestido pretoe um salto da mesma cor e alguns acessórios dourados

-Você está maravilhosa-eu disse enquanto ele se olhava no espelho

-Você também está linda!-ela disse colocando um brinco-E aquele rapaz,como é o nome dele mesmo?

-Shawn-disse sorrindo

-Você fica toda boba pensando nele não é?-ela disse me fazendo cócegas

-Não mãe!!!-disse rindo-Eu considero ele apenas como amigo,e eu fico assim pois é a primeira vez em 6 anos que eu tenho um amigo de verdade.

-Tudo bem filha-ela disse enquanto eu fazia bico-ownt vem cá-ela me puxou para um abraço-te amo meu amor

-Eu também mãe,agora preciso ir colocar ordem nessa casa-disse indo em direção à porta

Quando estava descendo as escadas notei Shawn me observando, cumprimentei ele e o levei até meu pai e quando minha mãe desceu o levei até ela,eles simplesmente A.M.A.R.A.M ele. O jantar estava até legal, serviram champagne, sucos, vinhos, e outras coisas. Fui até o andar de cima com Shawn, e fomos até a parte externa do apartamento, dava pra ver toda a cidade de lá. Nos sentamos em um sofá e eu contei sobre querer ir para L.A e ele amou a ideia. Estávamos sentados à beira da pequena piscina que tinha lá quando ele me perguntou:

-Senhorita Jenner como menina mais popular do colégio acredito que já tenha namorado vários caras,certo?

-Pra falar a verdade,não- dei uma pequena pausa e continuei-eu já namorei um ou dois caras, mas eu nunca me sentia confortável por não poder ser eu mesma, então sempre terminava com eles.-dei um leve suspiro- e você?Já namorou alguém?

-Sim, mas só uma vez.-ele falou enquanto tirava um pedaço de borracha sobrando em seu tênis- Namorei uma menina chamada Ellie,eu amava ela, mas ela metraiu com meu melhor amigo, então depois disso eu nunca mais acreditei no amor.

-Eu também não acredito muito no amor, meus pais não são um bom exemplo de casal perfeito como todos acham, eles só estão junto por causa da empresa mesmo.-disse olhando para o céu

-Mas você pretende ficar com a empresa?

-Na verdade,não.Eu quero fazer moda, quero ser colunista da Vogue.Mas e quanto a você?O que quer fazer da vida?

-Eu sempre quis ser cantor, desde pequeno.Mas meus pais nunca aprovaram isso, eles falavam que eu seria só mais um vagabundo no mundo.-disse deixando escorrer uma lágrima

-Shawn... não fique assim-disse acariciando sua bochecha-você têm talento,acredite.

-Obrigada,Charlie-disse forçando um sorriso

-Estou aqui para isso-disse o abraçando.

O jantar havia acabado,e eu estava me preparando para ir dormir,quando decidi pesquisar mais sobre esse tal de Matthew.

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...