História Convivência NaruHina e SasuHina - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Byakugan, Hinata, Naruhina, Narusaku, Naruto, Romance, Sasuhina
Exibições 594
Palavras 699
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Dois amigos? Talvez....

Capítulo 2 - A raposa e a flor de cerejeira


Fanfic / Fanfiction Convivência NaruHina e SasuHina - Capítulo 2 - A raposa e a flor de cerejeira

 Quatro dias se passaram e a equipe de Naruto-kun não enviara notícias a Konoha, o que preocupou o Hokage que reuniu a equipe oito para aproveitar de suas habilidades de rastreamento. Em média, já deveriam ter chego, a vila ficava exatamente na divisa entre o país do fogo e o do vento, além de possuírem os pássaros de tinta de Sai. Algo estava errado.

 Dois dias de viagem árdua, mas Hinata estava tão preocupada que mal se cansou.

 - Ainda não posso vê-los. – disse Hinata ao usar seu Byakugan, notava-se certo desespero em sua voz.

 - Relaxa, gata, posso sentir o cheiro deles. – sorriu Kiba – Certo Akamaru?

 O cachorro latiu alto e Hinata relaxou, continuaram caminho até chegar à pequena vila. Um lugar destruído se reerguendo do pó com a ajuda da população, viram shinobis da Aréia por toda parte, mas nada dos Shinobis de Konoha.

 Um inseto rastreador de Shino os encontrou fora da vila, em um bosque para onde Hinata e os outros seguiram. De imediato encontraram Sai e Shikamaru sob a sombra de uma árvore.

 - Hinata? Kiba? Shino? – espantou-se Shikamaru – O que fazem aqui?

 - Ordens do Hokage-sama. – explicou Hinata em um sussurro – Vocês não enviaram notícias.

 - Sai, não enviou o relatório que pedi? – Shikamaru olhou o rapaz pálido que sorriu.

 - Pedi a Naruto que o fizesse. – explicou.

 - Baka! Ele deve ter esquecido. – disse Shikamaru de forma preguiçosa – Kakashi vai me matar!

 - Voltaremos para a aldeia agora mesmo. – disse Shino de forma fria – Enviaremos suas desculpas ao Hokage.

 - Shikamaru, onde está o Naruto-kun? – perguntou Hinata.

 - Mais a frente, na cachoreira. – disse ele.

 Ela seguiu sozinha por alguns metros de arvores e arbustos até encontrar a bela cachoeira, procurou Naruto por um instante e o encontrou sob a queda d’água, sorriu saudosa do amado e deu um passo para frente.

 Antes que pudesse chamar por Naruto, viu mãos rodearem seu corpo por trás fazendo-o sorrir, Sakura saiu de trás dele ainda envolvendo-o com os braços e lhe ofereceu um sorriso brilhante.

 Os cabelos róseos de Sakura estavam molhados e arrumados para trás, elas usava apenas um conjunto de calcinha e sutiã, enquanto Naruto usava apenas uma cueca azul. Hinata sentiu o coração parar e as lágrimas vieram, ela levou as mãos ao peito sentindo uma profunda dor. Então Naruto sorriu e se inclinou, como sempre fazia quando ia beijá-la, porém foram os lábios de Sakura que ele beijou por um longo período de tempo.

 - N-Naruto-kun? – sussurrou.

 Deu um passo para trás pisando em um galho seco, ao quebrá-lo fez barulho suficiente para chamar a atenção dos dois, Naruto olhou diretamente para ela. Hinata disparou pelo bosque chorando muito até encontrar os outros.

 - Temos que ir. – disse olhando para baixo – Agora.

 - Hinata!

 Naruto corria desesperadamente por entre as árvores, parando exatamente atrás de Hinata, tocando seu ombro.

 - Hinata, você entendeu tudo errado! – disse de forma desesperada.

 - Não, Naturo-kun, parece que não. – A garota engoliu seco e pigarreou – Acabou!

 Os demais olhavam sem entender, pareciam confusos, mas não se manifestaram.

 - Eu não vou te deixar sair daqui. – disse Naruto com voz firme.

 Hinata levantou dois dedos diante do peito e respirou fundo se decidindo por completo.

 - Imaginei que seria assim. – disse ela.

 Antes que Naruto se defendesse, ela acertou o ponto de chakra em sua barriga, próximo ao seu selo, fazendo-o desmaiar nos braços de Shikamaru.

 - Hinata, o que você fez? – perguntou Shikamaru horrorizado.

 - Ele ficará bem. – disse olhando o amado no chão antes de partir.

...

Ao retornar para a vila, Hinata despediu-se de sua equipe sem responder suas perguntas e não voltou imediatamente para casa, antes precisa ir ao parquinho e sentar-se ao balanço para pensar.

 Sentou-se e se permitiu chorar até molhar todo o rosto com suas próprias lágrimas.

 - N-Naruto-kun. – sussurrou.

 A brisa soprou gelada agitando seus cabelos negros.

 - Finalmente alguém conhecido.

 A voz grave a fez saltar e se colocar de pé, ela olhou o homem diante de si como quem olhava um fantasma.

 - Por que está chorando? – quis saber – Não me diga que aquele perdedor fez algo?

 Hinata levantou os olhos e arfou.

 - Sasuke-kun?


Notas Finais


Continuo?
L.H


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...