História Coração Angelical - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Aventura, Escolar, Magia, Poderes, Suspense
Exibições 25
Palavras 695
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Segredo
"Há coisas que devem ser mantidas segredo, coisas que ninguém deve saber."

Capítulo 26 - Misteriosos


Fanfic / Fanfiction Coração Angelical - Capítulo 26 - Misteriosos

- Parados aí!
      O guarda aponta sua arma com a lanterna para nós, que levantamos nossas mãos. Ele se aproxima devagar, enquanto caminha sua mão esquerda palpitava seus bolsos em busca de algo. Nós ouvimos um click e ele começa a falar em seu microfone que encontrou intrusos.
      Nós aproveitamos o momento que ele olhou para baixo para teletransportar de volta à tubulação. Ele olha em volta confuso, procurando onde poderíamos estar, ao ver a porta da tubulação fechada ele fala que foi um engano e era apenas um rato. Conseguimos ouvir gritos de raiva de seu chefe pelo rádio mandando ele voltar para o corredor. Ele foi relutante pois sabia que não estava ficando louco e que nós estávamos lá.
       Quando ele fecha a porta nós esperamos alguns segundos e pulamos com cuidado na sala. Pegamos uma lanterna encontrada no balcão e começamos a procurar algum relatório sobre a pesquisa.
      - Encontrei!- Sussurrou Anna, mal se contendo de animação.
      - Vamos ver....
      Eu leio a receita do remédio, a letra de quem estava escrevendo era horrível e faltavam algumas partes e testes para completar a pesquisa.
      - Isso é surpreendente, mas também necessita de muita coisa estranha. Como que eles descobriram essa cura?- Pergunta David.
      - Não sei, mas com certeza isso tem alguns efeitos colaterais não previstos...
      - Mist, você acha que esses efeitos causaram algo? Quero dizer, mudaram as pessoas?
      - Sim, por isso que ninguém era capaz de raciocinar direito no futuro, esse remédio faz com que as pessoas percam a noção de algumas coisas...
      - Que horror...
      - Esse remédio maluco não pode ir para a população! Temos que fazer um remédio alternativo agora.
      - Tá mas como você espera que nós façamos isso? Não podemos adicionar nenhum dos ingredientes dessa receita nele e não sabemos nada de medicina ou ciência!- fala Cinder, procurando saber uma solução.
      - Nós não precisamos saber, somos guardiões. O mundo inteiro depende de nós. Com nossa magia podemos fazer o que quisermos, se decidimos que farinha mais água resulta nesse  remédio então assim será! Apenas acredite e deseje que tudo acontecerá...- Falo.
      - Tem certeza? - Pergunta Anna.
      - Não.- Respondo
      - Então por que você disse!?- falam todos.
      - Sei lá. Eu apenas tive uma sensação que precisava falar isso.
      - Mas gente, não custa tentar, custa?- Fala Anna.
      - Certo.
      Nós unimos nossas mãos em um círculo e desejamos com nosso coração esse remédio. No centro aparece uma receita de remédio e uma pílula.
      Olá instituto, nós achamos uma cura para a doença "huculofodos" causando pelo inseto da espécie "huculos". O modo de preparo foi cuidadosamente descrito no relatório acima.
sinceramente: Misteriosos.
      -Por que a solução para tudo vem sempre de apenas desejar e acreditar?- Pergunta Anna.
      - Provavelmente por que alguém é muito preguiçoso para pensar em uma solução mais criativa.- Falo.
      Nós colocamos as notas em um envelope e deixamos na frente da porta com o remédio em cima.
      Nós voltamos para nossas casas e fomos dormir. Acordei, me troquei e fui tomar café. Quando cheguei na sala estava Cinder sentada no sofá assistindo TV.
      - Bom dia Mist! Venha aqui ver!
      Eu sento ao seu lado, estava passando uma reportagem na TV.
      - Nessa manhã foi encontrado na frente da porta do laboratório do Instituto Cinéticas e Medicina uma carta com a cura da doença Huculofodos. Quem descobriu a cura foi apenas identificado como "Misteriosos". Nas câmeras de segurança não foram encontradas nenhuma imagem de quem pode ter deixado essa carta e nenhum dos guardas diz ter visto nada de diferente no laboratório.
      - Então nós conseguimos... O futuro está salvo!
      - Sim!
      Lembram do meu olho? Então, ele voltou a ser vermelho. Eu agora tenho que ir na escola de tapa olho. Eu sei que vou chamar atenção mas não tem nada que eu possa fazer. Para ter uma vida feliz é necessário ter algumas dificuldades.
Nós fomos para a escola nesse dia "calmo" e "normal".


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Se gostaram favoritem, se tiver algo que vocês querem que eu melhore me avise. Agora vai começar o último arco(dessa vez é verdade) porque eu estou sem idéias e para não ficar MUITO repetitivo e chato.
Obrigada por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...