História Coração Aprisionado - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Paixão, Tragedia, Vingança
Visualizações 69
Palavras 711
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O sorriso do kook me leva a outro estado mental...eu piro o cabeção rsrs
Boa leitura

Capítulo 12 - O Sorriso!


Fanfic / Fanfiction Coração Aprisionado - Capítulo 12 - O Sorriso!


cap 12

Carol on
* O dia amanheceu e eu não dormi nada, o Jeon ficou mais calmo e os pesadelos cessaram..vez ou outra ele se movia e percebi que ele ainda tinha febre. resolvi descer e procurar uma caixa de primeiros socorros, fui até a cozinha já que era o cômodo mais normal da casa...olho embaixo de armarios...em cima...e encontro, ainda bem!! mas antes de sair eu vejo um telefone na parede...um telefone...ali em minha frente....ao meu alcançe. Não pensei duas vezes e disquei o numero da casa de minha vó..não chamou muito e ela atendeu.
Eu- Vó, vozinha...sou eu a Carol...
Vó- Deus seja louvado!!!!! Carolina minha querida, onde vc esteve? vc está bem? ohhh não acredito que é vc !!!!i 
eu- sim vó estou bem..eu..eu..eu tô em lugar seguro e já estou indo pra casa vó...e a senhora está bem? ( choro mas são lagrimas de saudades e alegria, minha vó estava bem apesar de esta preocupada com meu desaparecimento, não quis falar o qu tinha acontecido comigo, pois ela tinha idade muito avançada, preferi esconder toda a verdade...me despedi e fui providenciar a minha partida daquele lugar o quanto antes...mas sinto uma presença bem atras de mim...desligo o telefone e quando me viro vejo algo que me fez ter medo...mas me fez rir tambem rs...era uma cadelinha linda, ela balançou o rabinho pra mim, parecia ter fome e sede, deu alguns latidos reclamando, e eu entendi, afinal eu tinha 2 cachorrinhos...dei agua a ela...procure e achei sua ração...ela era feliz e dócil, uma cadelinha bem tratada de pelos claros. Quando tinha terminado de alimentar a cadelinha, fiz um suco de laranja e levei ao Jeon, para que ele pudesse tomar um antitermico, chegando ao quarto vejo que ele continuava dormindo, e ainda com febre...acordei ele tocando em sua testa, mas desta vez ele não se espanta...ele olha o que tem em minhas mão e entende que é para tomar o remedio...então ele senta se ajeitando na cabeçeira da cama e pega o suco e o remedio de minhas mãos, e sem me olhar ele pergunta.
Jeon- Por que ainda não foi embora?? 
Eu - Vc teve pesadelos e ...febre...eu fiquei preocupada!
Jeon- Vou ficar bem- ( respondo sem olhar pra mesma, tomo o remedio e vou ao banheiro fazer minhas necessidades matinais, quando sai do banheiro ela não estava mais lá...engoli seco...pelo menos eu acho que ela tinha me perdoado...escolho uma calça de moleton preto e uma camiseta da mesma cor...e vou até a cozinha...e ela estava lá, brincando com a samy...observei aquela cena por alguns instantes...como ela pode ser tão oposta de sua irmã...ela era amável até com um animal que ela acabou de conhecer...ela sorria e se jogava no chão, a samy brincava com ela e parecia muito feliz...era a melhor cena que eu podia ver naquela manhã... - Pelo visto já se conheceram!!! 
Carol- sim...desde cedinho pra ser mais exata
Jeon - O que fez aqui tão cedo assim? -( perguntei me aproximando mais)
Carol- Eu vim procurar a caixa de primeiros socorros e a vi a qui na cozinha...
Jeon- Eu preciso agradecer...vc foi muito gentil...eu não mereci
Carol- ...eu...fiz por que...vc estava delirando...não precisa agradecer, afinal vc estava com muita febre...então eu não...não podia deixa vc ali...naquele estado...( enquanto eu falava , o Jeon andava em passos lentos em minha direção, olhando em meus olhos numa expressão diferente) 
Jeon- Acha que um dia vc poderá me perdoar? - toco em seu rosto com meu polegar
Carol- Eu acho que ...( minha barriga ronca...de fome claro...e rimos juntos...minha nossa!!!!!!!!!! era a primeira vez que ele sorria pra mim, e que sorriso....eram perfeitos, seus dentes muito bem alinhados, branquinhos e me lembrava os dentes de um coelhinho...eu senti uma luz ali...aquele era o sorriso mais lindo que eu ja tinha visto....aquele momento durou um ou dois segundos, mas pareceu minutos...o sorriso dele parecia a porta de um novo mundo...e eu quis entrar nele....)
Jeon- vejo que o relogio biologico acordou...deve está faminta assim como eu...deixe me preparar uma refeição pra nós dois, e depois prometo deixar vc ir ver sua familia. ( mas a minha vontade não era de deixar ela ir ... eu a queria perto de mim, ela me fazia tão bem!)
 


Notas Finais


obrigado por ler...bj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...