História Coração de dragão - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Coração, Dragão, Dragões, Magia
Exibições 19
Palavras 948
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - O dragão da floresta


Naquele dia o príncipe estava exigente, pedia constantemente por agua, dizia que nunca teve tanta sede na vida toda.

Na tarde, quando as portas do castelo foram abertas apareceram vários cidadãos e então as reclamações começaram desordenadas como nunca.

-ele queimou dezenas de arvores!- gritou um fazendeiro

-e se vier atrás de meus filhos?- uma mulher com um bebê no colo e um menino atrás de sua saia gritou

-ele é um perigo!

-vocês tem que tomar uma providencia!

-ele era imenso!

-era feito de fogo!

O rei pareceu desnorteado por uns minutos até se erguer no trono

-SILÊNCIO!!!- ele gritou e todos se calaram-agora, apenas um, me diga o que houve.

Foi um homem barbudo de idade avançada que veio a frente

-meu rei, ontem a noite a floresta de repente ardeu em chamas, elas surgiram do nada e alguns de nós vimos um grande monstro alado, que refletia as chamas- ele disse de forma humilde.

-estão me dizendo que um dragão incendiou parte da floresta?- o rei questionou se sentando novamente.

-meu senhor, se duvida de seu povo, vá à mata e veja a destruição que o monstro causou- uma mulher simples se manifestou com olhos assustados.

Naquele momento só pensei na noite passada e naquele dragão, teria sido ele?

-por quê?- acabei deixando escapar.

-Do que esta falando?- a voz do príncipe me tirou de meus pensamentos bruscamente e só então notei ter dito em voz alta

-eu... Estava imaginando porque ele fez isso... - disse meio sem jeito

A rainha se virou e me encarou

-ora, dragões são feras sem coração, fez porque quis!- ela disse e se virou novamente

Abri a boca para responder, mas me calei, o príncipe olhou para ela um momento e então sua expressão se tornou mais nervosa.

-não encha a cabeça com esse tipo de questão sem resposta- ele me disse e se virou, por um momento me pareceu incomodado com aquele assunto.

A discussão demorou HORAS, entediantes horas em pé atrás do trono do príncipe aguentando aquela tagarelice sem fim.

 O pior foi ouvir: “dragões são monstros”, ” são amaldiçoados”, “filhos do inferno”, ”seres sem coração”.

Sinceramente a minha vontade foi simplesmente gritar “CALEM A MERDA DA BOCA, NÃO SÓ TEMOS CORAÇÃO COMO TEMOS DOIS DELES E MOSTRO AGORA SE QUISEREM!”, mas me contive, não por mim, por Sheyla, se descobrissem iam nos caçar e matar e não podia permitir isso com minha irmã.

Quando a tarde FINALMENTE acabou foi decidido que na manhã seguinte, ao primeiro raio de sol, o príncipe e os melhores cavalheiros do reino iriam caçar a fera, senti meu peito se apertar com a noticia...

Assim que escureceu o príncipe pediu para que Sheyla fosse para o quarto e eu o acompanhasse, naquele momento meu sangue gelou, mas assim eu fiz.

Quando entrei ele simplesmente sentou na cama e me olhou, seus olhos brilharam, perfeitamente azuis.

-pareceu incomodada hoje durante a audiência- ele começou me fitando

-estava apenas cansada de ficar parada meu senhor- respondi automaticamente sem nem pensar

-entendo, agora, me sinto intrigado com essa marca em seu tornozelo que vi quando sentou para comer- ele disse e apontou meu pé

Quando estava de pé a saia cobria o tornozelo, mas então ela aparecia quando estava sentada.

-isso? Eu... Eu a fiz ontem... Enrosquei o pé na corda que queria usar para guiar Sheyla e ficou marcado- respondi me enrolando

O príncipe me olhou como se visse em minha alma, seus cabelos ruivos pareceram refletir a luz da lua que entrava pela janela e engoli em secos diante daqueles olhos penetrantes.

-entendi, pode sair- ele me dispensou, mas obviamente, não engoliu aquela desculpa.

Sai e voltei para meu quarto, abri a porta e entrei em total silencio

-mana, o que ele queria?- Sheyla perguntou se sentando na cama, nada fugia de seus ouvidos.

-ah, achei que estava dormindo- disse e me sentei na cama- nada de mais, apenas conversar, deve dormir, acho que amanhã teremos um longo dia, parece que ele vai caçar o dragão e talvez tenhamos que o seguir.

-é a gente que estão caçando?

-não, é aquele outro dragão que vimos ontem.

-vão o matar?

-não sei...

-eu espero que não... Boa noite mana!- ela disse e sorriu docemente se deitando.

Continuei acordada e caminhei para a janela, por que ele fez aquilo? Havia se condenado e talvez condenado a mim e a Sheyla também...

Fiquei na janela olhando a noite até uma silhueta me chamar a atenção... Um ser de quatro patas e asas... Um dragão...

Olhei Sheyla dormindo e o réptil que parecia vir de encontro com o castelo, curiosa abri a janela e então ele veio, se aproximou e pousou bem na minha frente no telhado, com tanto cuidado que nenhuma telha saiu do lugar.

Ele me encarou com seus grandes olhos extremamente azuis e bufou, fumaça saiu de seu nariz, mas me mantive ali.

Seus olhos pareceram curiosos quando não expressei medo e me inclinei um pouco em sua direção.

-vá embora- disse baixo- eles irão te caçar pela manhã, fuja, vá para outro lugar, antes que te achem!- falei o encarando.

O dragão me fitou e então bufou de novo e bateu as grandes asas vermelhas levantando voo, o vento bagunçou meus cabelos e então ele se afastou, sumindo na noite.

Sorri e me preparei para entrar quando vi a janela do quarto ao lado, o quarto do príncipe, aberta, ele teria visto aquilo? Se tivesse estava em sérios perigos... Era provável que fosse acusada de bruxaria...

Como não parecia ter ninguém na janela apenas entrei e me deitei na cama, amanhã teria um longo dia, tentando desviar o príncipe do rastro real...


Notas Finais


falei que saia sabado, mas bateu inspiração, espero mesmo que gostem

beijos meus dragons


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...