História Coração de Fada - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Fairy Tail, Guerra, Mundo Alternativo
Exibições 98
Palavras 679
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Olhos avermelhados


Assim que olhei para Jellal senti uma pontada no coração, e lembrei do pesadelo da noite anterior. Ele estava caolho, no lado no qual ela tinha uma tatuagem estava tapado por um tapa olho, e ele também não estava com uma cara muito boa, aceitou o abraço de Natsu, mas também não o abraçou de volta.

-Sim amigo, sou eu, tem mais alguém aqui?- ele respondeu dando um sorriso de lado.

-Seu idiota, para de fazer suas gracinhas, como foi que conseguiu sair do meio dos soldados?-perguntou Natsu.

-Eu lhe conto depois, agora eu preciso fazer algo que eu estava pensando em fazer desde da hora em que cheguei aqui-falou Jellal e foi na minha direção, e recuei uns três passos, mas pisei no pé de Gray e Erza estava percebendo que eu estava tensa com a presença dele e o empurrou.

-O que você está tentando fazer?-ela perguntou e Natsu logo saiu do lugar onde estava para chegar mais perto.

-Nada, eu apenas...- Jellal estava com a cabeça para baixo na hora em que foi empurrado, então ele a levantou para analisar que o estava interrompendo-... Quem é você?

-Erza, você deve ser o famoso Jellal. Por que você faz tanto medo em Lucy?

-Eu não sabia disso. Mas eu queria me desculpar com ela e você me atrapalhou.

-Desculpe-Erza disse, aliviada e foi junto com os outros para dentro de casa.

-Se desculpar, por que? A culpa é toda minha-eu disse, tentando esconder o medo.

-Por ser tão rude com você, quando descobri que vocês tinham conseguido chegar aqui, eu pensei “Lucy se esforçou, ela conseguiu”.

-Não foi bem assim. Antes de qualquer coisa precisamos ter uma conversa com Levy e Natsu para você entender melhor.

 Levei-o para dentro de casa e depois de nós nos acomodarmos e quando conseguimos afastar Erza e Gray da sala, nós fomos conversar a respeito da fuga.

-O que você querem me dizer?-perguntou Jellal.

-Depois que você se afastou de nós, obviamente, seguimos o caminho para cá, mas houve um problema antes de chegarmos- eu disse- na verdade pra mim é parcialmente um problema.

-Os soldados, eles conseguiram nos prender-disse Natsu.

-Então...- Jellal levantou a cabeça como se estivesse começado a entender tudo- então a ruiva e o mudo são vocês sabem o que de Lucy! Como fizeram com a mãe dela!- ele olhou espantado.

-Sim-Levy disse- eu estava vigiando os dois a todo o tempo, estava desconfiando de algo.

-Como Natsu conseguiu escapar? E Lucy? E se você é uma das médicas, por que está aqui?

-Aconteceu uma explosão onde ficamos e conseguimos fugir- eu disse.

-Eu não queria ficar lá, então ajudei os dois a fugirem- Levy afirmou.

-Eu quero que você fique de bico calado sobre essas coisas, aqui todos acham que nós somos irmãos- tentei convencê-lo.

-Como conseguiu ficar caolho? Me conta como foi que conseguiu sair vivo-Natsu falou, ansioso para saber da adrenalina e ardor que Jellal teve, e infelizmente mudando de assunto.

-Foi uma bala que atiraram no meio da guerra, eu me fingi de morto e eles me levaram para perto daqui, eu pedi a um dos médicos que cuidasse dos ferimentos, quando acabei curado fiquei sabendo que você tinham chegado, então vim pra cá.

-E como é que eles te preparam-perguntei, curiosa.

-Depois do tempo no laboratório, eles te dão a roupa, depois você passa por uma série de testes, e eles te treinam com mais frequência os  exercícios que foram mais difíceis, quando acham que já está preparado eles mandam pra guerra- Jellal disse e ao mesmo tempo abaixou a cabeça e deu um grito horrível-Argghhh!
 

-Ele deve estar se lembrando dos momentos horríveis que tem passado-Levy disse, e ele riu como reação ainda com a cabeça abaixada.

-Você acha mesmo que eu me abalei com aquelas idiotas trocando tiros, foi até bom, gostei muito de ter matado o autor do tiro que tirou meu olho.

-Jellal, você não está enlouquecendo de novo?-Natsu disse.

-Você acha que eu sou um psicopata não é mesmo? Natsu e inclusivamente Lucy? E se eu for?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...