História Coração de gelo - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vocaloid
Tags Kaitoxmiku
Visualizações 15
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nada naum '--'

Capítulo 9 - It hurts deep inside


Fanfic / Fanfiction Coração de gelo - Capítulo 9 - It hurts deep inside

**KAITO NARRANDO**

 Acordei em uma sala de teto branco.Olhei ao redor e não vi ninguém, logo vi que não estava em casa.Nevava muito lá fora,tentei me levantar mas não sentia minhas pernas,era como se elas nem estiverem lá.
 Ouço a porta abrir,entrou um homem de jaleco,segurando uma prancheta e com um estetoscópio no pescoço.Estaria eu no hospital? 
 Então me lembro vagarosamente das palavras de Miku,algumas perguntas óbvias como: "Qual o seu nome?"  ou "Quantos dedos tem aqui?"
Não me lembro de ter respondido nenhuma delas.
 O homem se aproximou de mim e perguntou:

 "Kaito Shion?"

 Fiz que sim com a cabeça e logo depois percebi que estava conectado a fios de soro.Ele me explicou a situação em que me encontrava,eu não imaginava que era tão grave.Em seguida disse que eu tinha visita.Fiquei feliz.Mais ainda quando ele disse que eram duas garotas: Miku e Kaiko,sem dúvidas! 
 Meu sorriso logo desapareceu quando vi quem eram: IA e Maika! 

 "O que estão fazendo aqui?" - Perguntei. 

 "Só vendo o resultado da nossa 'obra prima'" - Disse IA com um sorriso debochado no rosto.

 "E pelo visto,deu certo.Você está horrível!" - Riu Maika.

 Franzi o cenho.Queria que fosse qualquer um,menos elas.Não satisfeitas pelo fato de eu não estar detonado (físico e emocionalmente) começaram o jogo de palavras dolorosas.Cada uma delas seguidas de um beliscão. Elas aproveitaram bem já que eu não conseguia me defender. 

 "Você terá de arrumar uma desculpa muito boa para esses hematomas. Porque se disser que fomos nós, trocaremos o soro que está conectado a você por veneno!" - Ameaçou IA.

 "O horário da visita acabou!!" - Disse uma enfermeira sorridente. 

 "Tchau,Kaitozinho...." - Fingiu Maika.

 E logo após as duas saíram com um sorriso "inocente" no rosto.Eu encarava os hematomas com certa pena de mim mesmo.Passei a cobri-los com as mangas da minha blusa, que era bem larga.Passei a tarde folheando um gibi que tinha no criadomudo.
 À noite,ou melhor, no quase fim da tarde,três  pessoas entraram no quarto: Miku,Mikuo e Kaiko.
Só me faltou chorar de alegria. Kaiko pulou em meus braços, como se não me visse a séculos, a segurei em um abraço caloroso.

 KAIKO ON:

Nii-sama!Eu estava com saudade!!

KAITO ON:

Por quanto tempo eu dormi?

MIKUO ON:

Uma semana!

 ****Quase caí duro****

MIKU ON:

Mikuo!Ele vai acreditar em você. 

(**olha para Kaito**)

Você dormiu umas 10 horas.

****Suspirei aliviado****


KAIKO ON:

Nii.

(**olhei para ela**)

Consigo sentir todos os seus ossos!

****Ela riu. Realmente, eu estava pele o osso, literalmente. Sorri sem jeito e acariciei-a.****

MIKUO ON:

Pequena,nosso horário acabou! 

KAIKO ON :

Ah,por favor, Mikuo-san! Me deixa ficar aqui essa noite.....

MIKUO ON:

Não! 

KAIKO:

Por favorzinho......

MIKUO:

Kaiko,nós já tínhamos combinado: Miku vai ficar fazendo companhia para o seu irmão e amanhã eu te trago aqui para vê-lo. 

KAIKO:

Ah, mas eu não posso ficar sozinha em casa!

MIKUO ON:

Por isso que você vai ficar lá em casa.

2 OFF 

 Depois de um pouco de discussão, Kaiko e Mikuo foram para casa.Eu e Miku ficamos nos olhando por um tempo,até ela chegar mais perto. Abri um sorriso mais largo.Miku me deu um abraço, eu realmente não estava esperando,retribuí. 

 "O que é isso no seu braço?"- Ela perguntou. 

 Droga!As mangas da minha blusa caíram, mostrando os hematomas deixados pelos beliscões. 

 "Ah...eu.....Não estava sentindo meus braços, então eu estava testando, só não sabia que tinha usado tanta força...." - Menti.

 Miku fez uma expressão preocupada. Pediu que eu não fizesse nunca mais o que havia "feito" nos braços. Assenti e logo após sorri.
 Do nada comecei a me sentir fraco.Deitei e me encostei no travesseiro.

MIKU ON:

Kaito?Você está bem? 

KAITO ON:

Ah...sim!!Não se preocupe comigo. 

MIKU ON:

Tem certeza? 

KAITO ON:

Absoluta!!

2 OFF 

 Óbvio que eu havia mentido, mas o que eu poderia fazer?Não quero preocupar a Miku.
 Quando caiu a noite,observei-a dormir.Parecia um anjo!Saber que ela estava bem me deixava aliviado. Não me lembro de ter pego no sono,acho que fiquei acordado a noite toda.
 No dia seguinte, o médico veio até o quarto e me deu alta. Voltei para casa junto com Miku.

 "Nunca mais me dê um susto desses!" - Ela falou.

 Assenti e dei uma pequena risada.Naquele dia não nevava,mas não fazia sol.
 Ao chegar em casa,ou melhor, no prédio, Miku ligou para seu irmão pedindo que ele abrisse a porta e dissesse para Kaiko que ela tinha uma surpresa. Sorri ao ouvir suas palavras.
 Chegamos ao terceiro andar,onde Mikuo e Kaiko aguardavam na porta do apartamento dos Hatsunes.Miku pediu que eu esperasse no quinto andar e que ela levaria Kaiko até lá. 

 **MIKU NARRANDO**

 Quando cheguei perto deles,vi os olhos da pequena perderem todo o brilho. Tenho certeza que ela esperava que eu trouxesse o irmão, aquilo me doía, mas pelo menos ela o veria hoje mesmo.
 Eu disse a ela que a surpresa estava no quinto andar.Seus olhos brilharam novamente. Mas ao chegar lá, não viu ninguém, ficou desapontada. Eu não sabia o que dizer,será que ele havia se acidentado no caminho?De repente, de trás de uma pilastra, surgiu a figura de cabelos azul ciano que ela tanto esperava.

 KAIKO ON:

Nii-chan! Você voltou!!

KAIKO OFF 

 Ele sorriu eles se abraçavam de um jeito tão afetivo que quase senti uma lágrima escorrer.Kaiko pediu a ele que nunca mais sumisse daquele jeito, ele prometeu.Agora meu dever era fazê-lo cumprir a própria promessa. 
 Kaiko disse a ele que já era tarde e ele deveria ir dormir.Eu aproveitei a oportunidade para dizer que se ele pensa que eu não tinha visto que ele ficara acordado a noite toda,estava enganado. Ele corou um pouco, Kaiko ficou brava, disse que era mais uma razão para que o irmão fosse para a cama.Me despedi e deixei-os a sós.

 **KAITO NARRANDO**

 Quando Miku foi embora ficamos olhando a porta por um bom tempo. Então peguei Kaiko pela cintura e saí correndo até o quarto dela,onde me joguei na cama junto com ela. Depois de um tempo brincando ela me mandou ir dormir.Eu realmente estava acabado, era bem visível(bastava olhar para o meu rosto),mas eu não conseguia pegar no sono.O que era ruim,pois tinha aula no dia seguinte e eu não poderia faltar.A não ser que nevasse forte, aí sim eu poderia dormir o dia todo se não pegasse no sono.Acho que mesmo que eu dormisse o dia todo eu teria vontade de  dormir por dias!


Notas Finais


Cara,eu mesma tô amando essa fic! Quero me gabar não, mas tô bem orgulhosa de mim!!
"Vc é muito criativa autora-chan!"
"Ah,obrigada euzinha da minha consciência 😘! "

Kkkkkkkkkkkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...