História Coração de menina. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Tags Amnésia, Aventura, Diabolik Lovers, Drama, Hospital, Romance, Suspense, Vampiros
Exibições 44
Palavras 316
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - O ruivo debochado.


Fanfic / Fanfiction Coração de menina. - Capítulo 4 - O ruivo debochado.

  Eu estava deitada em silencio na cama quando sinto um calafrio no corpo, quando olho para o lado vejo um dos ruivos parado ao lado da cama, ele me fitava com os olhos brilhantes e com um ar de curiosidade.

-oi, presa. -diz ele sorrindo.

-o-oi...

Ele me ouve e começa a rir de mim.

-esta com medo? não se preocupe eu não mordo. -debocha ele 

-por que ri? -pergunto timidamente.

-por que a sua cara é engraçada! -responde ele num tom de provocação.

-então...Ayato, por que me trouxeram para cá?

-por que você vai ser a nossa nova presa. -responde ele se jogando na cama.

-presa? 

-sim, você servirá de alimento para nós. 

-c-como assim, vocês são...o que?

-você não sabe? vou contar des de o começo, eu, nós somos vampiros, você é a nossa sobremesa, entendeu? -diz ele com um olhar assustador.

E eu só o encaro paralisada, como assim vampiros?

-o que pretendem fazer comigo?

Ele nem sequer me responde só aproxima-se de mim e abaixa a alça do meu vestido e morde o meu ombro, pude sentir as suas presas serem forçadas contra minha delicada pele e assim que elas penetraram o meu ombro senti uma forte dor, e logo uma ardencia, para mim aquilo era muito doloroso. 

-pare...por favor...

Tentei convence-lo a parar usando meus braços para empurrar-lo, mas sem sucesso ele era muito mais forte do que eu, senti um peso no meu corpo, e o meu corpo tombou ja sem forças, mas ele não deixou de sugar o meu sangue, e depois que eu ja estou quase perdendo a conciencia sinto ele afastar-se de mim, me encarando serio.

-só aguenta isso? você não deve ser muito forte. -diz ele saindo do quarto.

Eu só o encaro e o chamo de idiota mentalmente, meus olhos pesavam e eu lutava para não dormir afinal o que aconteceria se eu dormisse? 

continua...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...