História Coração de Papel - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol
Exibições 26
Palavras 502
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


galera essa é a primeira vez que consigo terminar alguma coisa parabéns para mim!!!! se tem erros voces que me desculpe mas nem revisei nada

Capítulo 1 - Único.


Fanfic / Fanfiction Coração de Papel - Capítulo 1 - Único.

Olá Channy, tudo bem?


Antes de começarmos, gostaria de lhe pedir desculpas por não ser o suficientemente bom com as palavras, mas cartas foram o meio mais fácil que encontrei para me expressar sobre o que venho refletindo. Você sabe, eu sempre tive dificuldades para dizer as coisas de frente, então me perdoe por toda a minha covardia.
Gostaria de iniciar este texto dizendo o quanto foi especial nossos cinco anos de namoro e o quanto admiro tudo o que você faz, por mais imbecil que seja. Adoro quando sorri tão abertamente e escandaloso sem ter medo do que as pessoas irão pensar, quando deixa seus lindos cabelos castanhos ficarem enrolados, quando usa aquela jaqueta azul que te dei de presente em nosso primeiro aniversário juntos e principalmente quando me abraça de forma tão acolhedora. 
É uma pena que nesses últimos meses isso esteja em falta. Sua rotina baseou-se em trabalhos constantes e quando está em casa nem sequer olha nos meus olhos. 
Quando falo, você não ouve. Quando meus gritos silenciosos de socorro se faz presente, você já não se preocupa. 
Me peguei durante muito tempo me perguntando se tinha feito algo de errado, se a minha presença já não valia de mais nada. Foi então que cheguei a conclusão de que fui um cego por não perceber com antecedência que nosso relacionamento estava desgastado e que não éramos mais os mesmos de quando tínhamos 18 anos.
Não existe mais o afeto da qual namorados precisam compartilhar, tudo se tornou uma espécie de monotonia.
Enquanto esteve fora, revirei algumas memórias antigas. Nossas fotos, nosso quarto, nossos objetos que compramos juntos. Cada uma dessas coisas me trouxeram a tona as lembranças do que vivemos e, poxa, eu mesmo já não aguento mais ficar assim.
Eu sei que quando chegar vai sentir a casa um pouco mais vazia do que o habitual. Vai perceber que minhas roupas não se encontram no lugar costumeiro, que os quadros desapareceram da estante e que não estou no sofá assistindo qualquer coisa na televisão. Eu sei que você vai chorar e se culpar por não ter feito nada antes, mas logo vai passar pois não existia mais nada entre nós.
E quando você se apoiar sobre a sacada e seus olhos se fixarem nas diversas estrelas do céu escuro, espero que lembre-se de todas as pequenas marcas que deixou em mim. Não somente aquelas que foram feitas por ódio em meio as brigas, mas também as que foram feitas por amor em nossas melhores noites.
Hoje eu estou te deixando, Park Chanyeol. Apesar de tudo o que passamos, já não te amo na mesma intensidade que amei em outros tempos, quando tudo o que eu queria era estar ao seu lado. 
Espero sinceramente que fique bem, sozinho ou com um outro alguém. Meu coração arrumou-se em outro lugar e agora preciso me deixar levar.
Adeus Park, nunca se esqueça de mim, pois eu jamais conseguiria me esquecer de você.


Com todo o carinho do mundo

                      Byun Baekhyun.


Notas Finais


te amo robaldo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...