História Coração de Vampiro - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bruxas, Lobisomens, Vampiros
Visualizações 12
Palavras 788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem e uma boa leitura pra todos.

Capítulo 7 - O traidor



POV William






Mas só tive coragem de lê a carta quando cheguei em Paris, França, onde o Sr.Hilton me fez companhia, e se tornou uma espécie de guarda-costas,  quando chegamos em Paris ele simplesmente desaparecerá e desde esse dia nunca mas o vi.





                                                A carta

22 de julho de 1677. 
Caro William,
Você se tornou uma  das poucas pessoas em que posso confiar plenamente neste mundo, espero que entenda as minhas  ações, e que continuei com a minha missão, que agora se tornou a sua, com a sua ajuda ela irá impedir aqueles que tentaram destruir este mundo.
Também quero que saiba que com o tempo que conviver com você  aprendi que você sacrificaria a sua vida por aquilo em que você acredita, e fiz o que fiz porque eu acredito em você, espero que um dia você possa entender, e sei que fará de tudo para que ela não caia em mãos erradas.
Adeus William...


Quando terminei de ler a carta percebi que no final das contas o meu amigo e mestre me deixou com a missão mas difícil da minha vida.

POV Narrador



Logo após a carruagem ter partido vários vampiros chegaram no local, e o Ivan estava a espera deles, na tentativa de deter-los enquanto William fugirá, não tendo nenhuma chance  contra seus inimigos, Ivan apesar de ter matado alguns vampiros dos quais estavam lá, ele é ferido e capturado.



Neste momento um dos vampiros chamado Vlad desce do cavalo e fala:



-Que belo presente para o nosso mestre, não precisa ficar preocupado não vou matar-lo, agora não seu verme traidor.



Vlad é um vampiro cruel e orgulhoso de ser o que é, se acha melhor do que as outras espécies, é um servo fiel ao seu mestre, não se importa com nada além de seu ódio incontrolável pelos humanos, e não vai parar até exterminartodos os seus inimigos da face da terra e nem descansará enquanto não ver toda a humanidade ser escravizada.



Furioso o Ivan perguntar para Vlad:



-Como você conseguiu me encontrar?



-Simplesmente nunca deve confiar nos seres humanos, principalmente num ser humano que diz ser o seu amigo, diferentemente de você o senhor Augusto será bem recompensado pelo nosso mestre, já você não posso dizer a mesma coisa.



Novamente Ivan fala furioso:




-Como pode seu traidor você sabe que eles não se importa com nada e ninguém, achar mesmo que irá ganhar alguma coisa?



O homem fica assustado com as palavras de Ivan neste momento o Vlad fala:



-Já chega de conversa não estou aqui para ouvir as suas lamentações, agora tirem ele daqui.


Neste momento dois vampiro amordaçar Ivan e amarra as suas mãos e colocam  num cavalo.



Então Augusto fala:



-E quanto a mim quando irei receber o meu pagamento?



-É claro, quase ia me esquecendo de você.



Após dizer isso Vlad vai até o seu cavalo e pega a sua espada, em um  piscar de olhos ele cortar lhe a cabeça e fala:




-Aqui está o seu pagamento é mais do que merece seu verme!



Ivan e levado por seus carrascos pelas belas e sombrias ruas de Londres,  alguns dias depois de viagem ele chega ao seu destino, ele tem uma grande surpresa ao encontrar alguém que ele pensava está morto.




Neste momento Vlad pega ele pelo pescoço e lhe jogo no chão, ele cai nos pés de seu mestre, depois disso ele fala:



-Mestre só conseguimos capturar um dos vermes o outro verme conseguiu fugir.



-Vocês são um bando de inúteis, a missão de vocês era apenas matar os dois traidores e me trazer o caixão, invés disso você me traz um dos traidores e ainda vivo.



Como o Ivan estava caído no chão de joelhos e de cabeça baixa o mestre de Vlad não havia visto quem era o traidor.



-vamos fale, estou esperando a sua explicação como isso aconteceu?



De cabeça baixa Vlad começa a se explica com a voz um pouco trêmula...
-Mestre... eu não sei como isso aconteceu só...que...


-Cale-se seu insolente não quero mais ouvir as suas desculpas.



Neste momento Ivan começa a ri...



Vlad fica furioso com a situação, vai até ele e fala lhe dando um chute nas costas, do que está rindo seu maldito?



Ivan responde com um certo tom de ironia.



-De você.


Vlad fica novamente furioso e lhe chuta deste vez em seu rosto, com o impacto da agressão Ivan cai de bruços mostrando o seu rosto, deixando o mestre surpreso.



Então ele fala:



-Vejam só quem o destino nos trouxe até aqui.



Neste  momento ele  faz uma reverência e fala.


-Meu senhor.

Vlad fica perplexo com a atitude de seu inimigo e diz:


-Isso é impossível!


O mestre dele fala.


-Muito interessante e manda Vlad soltar-lo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...