História Coração Dividido - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Meu Coração é Teu
Personagens Ana Leal, Fernando Lascuráin Borbolla
Exibições 30
Palavras 1.101
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Droubble, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa história foi minha primeira fic escrevo ela em outro app... amo de paixão FerAna... espero que goste!!!

Capítulo 1 - Capítulo 1


"Puts! Já estou atrasada no meu primeiro dia de cursinho, também o que queria, moro muito longe, são quase 40 minutos de ônibus até aqui, isso quando não tem engarrafamento, não tem outro jeito vou ter que vir direto do colégio para cá, isso quer dizer que não vou poder almoçar, vou caprichar no café da manhã e no lanche do colégio, ainda bem que no colégio serve almoço em alguns dias da semana. Foi sorte ter ganhado esta bolsa de estudo, graças as minhas notas altas, valeu a pena perder noites de sono estudando, agora vou ter a chance de ingressar na Universidade Federal, vou aproveitar ao máximo, pena que estou atrasada não só hoje mais alguns meses, graças à secretaria de educação que atrasou o envio das minhas notas para o diretor do curso."

Ela segue o corredor às pressas em direção à sala.

- Boa tarde! - Ela cumprimenta todos e entra na sala de cabeça baixa.

Todos a olham como se fosse um ET, o professor pede para que ela levante e apresenta-a, ela fica lá parada feito uma estátua, então ele prossegue.

- Pessoal prestem atenção, por favor, essa é Ana sua mais nova colega de sala - Ela nem olha a sua volta, o frio na barriga que ela sente, lhe dá uma vontade louca de sair correndo.

O professor continua a explicação da aula, onde ela não entende nada do que ele diz, seu horário é das 14:00 as 16:00 horas, ela chega às 14h42min e não vai conseguir acompanhar desse jeito, saí

do colégio ao meio dia, pega o ônibus às 13h30min com certeza vai ter que melhorar isso... Segue a

aula e no final esta mais perdida de que quando entrou. Saiu desanimada, sem estimulo nenhum.

Alguém a chama na sala, já esta na porta, ela olha para trás e não ver a pessoa, quando volta, ele esta

bem na sua frente. O ele em questão é alto, ela não sabe a altura com precisão, mas é bem maior que ela, parece uma anã perto dele. Ele é moreno cabelos negro, tem um boca grande lábios grossos, acha que ele é o rapaz mais lindo que conheceu até hoje, tem um sorriso lindo os dentes são tão brancos! É musculoso chama a atenção pela

sua altura e o porte.

- Desculpe! - Diz ele - Você esqueceu isso - Mostra o estojo que na pressa ela esqueceu a mesa.

- Obrigado! Sou desastrada mesmo - Meio sem jeito ela pega de volta o estojo e saí depressa, não queria muita conversa afinal ninguém vai querer ser amigo dela mesmo.

- Ei! Espera, porque a pressa, calma, eu não vou morder você - Ele a segura pelo braço e continua - Notei que você esta um pouco perdida no assunto, posso te ajudar, podemos ir pra biblioteca do curso e te adiantar os assuntos, vamos vem logo...

- Ele a guia pelo cotovelo, fica impressionada com a forma de abordagem dele, não deu a ela escolha, quando percebe já esta sentada na biblioteca com os livros e o caderno abertos, começaram a revisão, nem se dar conta do horário.

Quando olha para janela já é noite, pula da cadeira pega os livros e agradece, quando já esta indo percebe a falta de modos de nem perguntar o nome dele, volta, e ele esta lá sentado no mesmo lugar como se estivesse a sua espera.

- Desculpa! Obrigado pela ajuda, qual é o seu nome? - Pergunta meio sem jeito.

- Rafael, e o seu é Ana, não agradeça sei que vai precisar da continuação das explicações, podemos nos unir e fazer uma dupla de estudo, o que acha? Topa?

- Vou pensar, mas a principio é uma ótima ideia, só não posso ficar até tão tarde como hoje, moro muito longe é quase uma viagem de volta para casa. Agora tenho que ir, nos falamos amanhã, tchau.

Segue em direção à saída e nem olha para trás, mas tem certeza que ele estar a seguindo com o olhar.

Rafael

...Nossa!! Que garota linda! Tem um jeitinho tão doce, nunca fiquei tão perturbado por causa de uma menina, ela é tímida e isso me deixa louco é muito difícil hoje em dia encontrar uma garota assim, tão inocente, eu gosto disso em uma mulher, quantos anos será que tem? Não importa, eu estou fascinado por ela...

"Rafael vai estudar que é a melhor coisa que você faz... O problema é que não paro de

pensar na linda Ana, não consigo me concentrar, merda!

- Vou comer alguma coisa."

Rafael vai direto para cozinha.

- Mãe! O que tem para o jantar e o Fernando vai nos dar o ar da graça hoje? O pai já conversou com ele sobre a faculdade?

Fernando é seu irmão mais velho, 4 anos a mais, Fernando é o prodígio da família. Esta fazendo pós-graduação em Engenharia Civil em outra região. Mulherengo, tem mais

mulher que camisa, é um cara bonito e a mulherada adora o seu jeito cafajeste de ser, ele é mandão e desbocado.

- Senta menino, para de ficar mexendo nas panelas, seu pai esta no banho já vem e o seu querido irmão não virá para casa, ligou avisando. "Dona Carol, minha linda mãe, sempre dedicada e carinhosa com todos, ela sorrir com os olhos, igual à Ana, La vem eu de novo pensando nela, daquia pouco estou babando".

Seu pai é Tenente coronel da Policia, é uma família bem tradicional, Pedro é durão, apaixonado por sua esposa de um jeito extremamente possessivo e autoritário, a sorte é que nem ele e o Fernando não puxaram ao pai. Principalmente o Fernando, tudo indica que esse nunca vai amar alguém. O jantar

seguiu seu curso, Pedro perguntou sobre a Faculdade e o curso, sempre preocupado com o futuro dos filhos, preocupado com a esposa, até parece que vai desaparecer de uma hora pra outra, ficam na

sala conversando até umas horas, ele se despede e vai para o quarto, precisava revisar alguns

assuntos de matemática financeira, ele nunca foi bom nisso, se o Nando (é como o Rafael o chama às vezes) tivesse lá o ajudaria ele é fera em cálculos, ele quebra um pouco a cabeça até que desiste e resolvo ir dormir.

Ana não sai da cabeça dele, parece obsessão, "Merda preciso parar com isso, conheci a moça hoje e já estou assim, amanhã vou vê-la, quero conhecer um pouco mais sobre ela, sobre sua vida, não sei, nunca me enganei com as pessoas ela parece especial, tem algo que mexe comigo, me tira o fôlego, acho que me enfeitiçou..."






Continua....😘😘😘😘😘

Bjos..... 💋💋💋💋💋💋💋


       ❤❤FerAna❤❤




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...