História Coração Dividido - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Meu Coração é Teu
Personagens Ana Leal, Fernando Lascuráin Borbolla
Exibições 15
Palavras 2.266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Droubble, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Capítulo 14


Rafael quando olha o sorvete derretido e caído decote abaixo ele limpa com o dedo e o lambe, percebe que ainda ficou um pouco no seio esquerdo perto da renda do sutiã, foi a sua perdição, olha para ela e hipnotizado pela cena a beija forte na boca, a pega e a deposita no seu colo, beija seu queixo, pescoço, afasta o decote da blusa para dar acesso a sua boca e passa a língua no seio retirando o sorvete de lá, Ana joga a cabeça para trás e a boca se abre dando um suspiro profundo aperta ombros dele com as mãos, ele recebe isso como uma autorização para continuar, Rafael continua lambendo e chupando o local, Ana suspira baixinho e move seu corpo devido ao choque quente da língua dele na sua pele, ele avança um pouco mais e com a mão afasta a renda do sutiã deixando a mostra seu mamilo, ele olha com admiração e com os dentes dar uma leve mordida depois o puxa para cima, ela o aperta ainda mais e da um grito tenso e choraminga, ele olha para ela, pega o outro seio e afasta também a renda expondo-o, ele faz o mesmo chupa e morde o mamilo, Ana treme.

Ele pega a perna dela, fazendo-o sentar-se ao seu colo de frente para ele com uma perna de cada lado do seu corpo, com as mãos ele vai atrás de suas costas e tira o sutiã deixando livres seus seios, suspende a blusa e observa as duas coisas mais redondas e lindas que ja viu em toda sua vida, Rafael saliva de desejo com a outra mão ele toca cada um delicadamente, Ana estremece com o toque, geme baixinho e aperta as pernas em torno dele ela morde os lábios com os dentes chegando a sentir o gosto do sangue na boca, Rafael continua, baixa a cabeça e começa a saborear cada seio com a boca, chupa, morde, lambe cada mamilo e com uma das mãos ele aperta e belisca, ela o aperta ainda mais e começa a puxar seus cabelos da nuca, seu gemido abafado estar o deixando louco, ele tira a blusa dela a expondo ainda mais, ele tira sua própria camisa deixando a mostra seu peitoral olha para ela cheio de desejo aproxima sua boca da dela, morde bem devagar seu lábio inferior puxando para si, ela faz o mesmo, ele encosta-se aos seios dela e sente aquela carne macia e quente roçando no seu peito, os mamilos estão tão eretos que parecem que querem fura-lo, ela se esfrega nele provocando seus sentidos, Ana começa a morder sua boca com força e apertar sua nuca puxando ainda mais os seus cabelos, ela começa a se mover em seu colo roçando sua calcinha em sua bermuda, suas coxas estão tremulas, ele sente o calor e a umidade da sua intimidade na sua braguilha, ela morde sua orelha suspirando baixinho.

— Oh Deus isso é tãããoo

Bomm! - Rafael não resiste a beija com força pondo sua mão por baixo da sua bunda quando ele a toca por baixo mesmo por cima da calcinha ela esta tão molhada que sua bermuda esta ensopada do liquido dela e dele, ele a segura pela cintura e com o outro braço há suspende um pouco sem soltar sua boca, com um dedo ele afasta a calcinha para o lado e com o outro dedo ele procura seu clitóris, Rafael suspira na sua boca louco de tesão alucinado com o calor e o cheiro dela, ela esta tão molhada tão pronta para ele, Rafael brinca com seu botão inchado, Ana delira e geme na sua boca, aperta suas costas cravando suas unhas nele.

— Rafael eu não estou aguentando, meu coração esta disparado, por faaaavoorr, acho que vou surtar, ela sussurra na sua boca mordendo sua língua e o apertando forte.

— Calma meu anjo só quero que goze no meu dedo, você vai sentir uma sensação de liberdade, não tenha medo, não vou machucar você relaxe e deixe acontecer.

— Rafael esta no céu, Ana esta tão quente seu cheiro é tão bom, ele continuou brincando com seu botão inchando e duro, o massageia e as vezes belisca devagar fazendo ela gemer alto.

— Oh Deus! - Ele introduz o dedo devagar na sua abertura com cuidado pra não ir muito fundo ela fica tensa e olha para ele.

— Calma meu anjo não vou penetra-la só quero que sinta meu dedo em você serei cuidadoso, sinta como é gostoso, você é tão apertada anjo que gozaria agora só com essa sensação.

Rafael continuou com o dedo em sua abertura mexendo devagar, entrando e saído lentamente Ana fica alucinada começa a se mover roçando ainda mais nele fazendo um vai e vem louco gemendo baixo, Rafael faz uma força pra segura-la só com uma mão, ela olha pra ele seus olhos brilham de desejo de tesão ela esta tão linda seu rosto esta quente seu corpo pega fogo, ela começa a se movimentar mais rápido e com urgência.

— Rafael, o que é isso que estou sentindo acho que vou explodirrr, me ajuuude oh Deus! Não estou aguentando.

Rafael estar com tanto tesão que seu membro esta quase rasgando sua bermuda, mas ele não quer assusta-la, ele quer que ela conheça-se primeiro depois ela vai conhecê-lo.

— Humm! Deus Ana você está me matando, minha menina mulher você mim tira o juízo, porra! Estou tão louco.

— Rafael estar alucinado de desejo, seu corpo estar suado sentindo a necessidade dela.

— O que esta sentindo é prazer você esta se descobrindo, vamos meu anjo goze na minha mão se entregue a sua nova descoberta, goze gostoso olha para mim Ana quero ver você gozar, olha para mim anjo. Ana olha para ele e o brilho dos seus olhos é de puro prazer, ela começa a se contorcer e gemer alto.

— oh! Hummm, hummm, oh! Hummm, ela grita e o agarra com força nos ombros roçando com força na sua virilha ela se prende tão forte nele que se a bermuda dele não fosse tão resistente ele a teria penetrado com roupa e tudo, Rafael não resiste com a força do orgasmo dela e goza com ela, sua intimidade vira liquido puro e fica tão quente que sua mão e dedos se encharcam.

— Ohhhhh! Hummmmm!!! Deuuusss! - Ele rosna alto e emite um grito abafado de prazer.

Rafael retira mão debaixo dela e a abraça carinhosamente lambe dedo por dedo olhando nos olhos dela a deixando fascinada, ele prova seu sabor até seus dedos estarem completamente limpos depois ele cheira a mão.

— Nossa!! Você é tão cheirosa, tão gostosa, gozei como um adolescente, estou todo melado e sujei você também, tenho que te limpar, meu anjo lindo te quero mais que qualquer coisa nessa vida.

Ele olha para ela segurando seu queixo beija sua testa e a coloca no banco do carona, gira o corpo para o banco detrás e pega uma toalha branca, e começa a limpa-la delicadamente com toda ternura, passa a toalha no meio das pernas até a virilha, certifica-se que ela esta seca.

Ana fica olhando para ele admirada com os cuidados e o carinho dele, ele a olha e sorri, deposita um beijo em seus lábios e começa a limpar-se depois. Rafael percebe que algo não esta bem, há uma ruga de preocupação na testa dela, ele coloca a toalha no banco de trás a pega novamente no colo fazendo ela vira-se para ele e pergunta:

— Ana, seja o que for que passa nessa cabecinha, pode falar agora, não quero segredos nem dúvidas entre nós dois, acho que você ainda não entendeu desde sábado a senhorita me pertence é minha por inteiro, vou cuidar de você em todos os sentidos, inclusive os seus medos mais terríveis. Rafael falava sério quanto a isso, ele a queria não só como namorada, mas como sua mulher, não tinha mais volta, ele não a deixaria ir.

— Estou com vergonha de perguntar, tenho receio que me ache boba ou infantil, tenho tantas dúvidas tantas perguntas e tantos medos.  Ana estava ruborizada de vergonha falava com ele olhando para sua camisa, ela é muito tímida e fica sem jeito de fazer perguntas por mais simples que seja.

— Ana! Olha para mim, vamos meu anjo, vou responder qualquer pergunta, lembra-se que prometi que te ensinaria tudo e responderia todas as suas perguntas.

— Esta bem... É... Ela para respira fundo e prossegue. E se engravidar? Você me sujou com o seu líquido nas minhas coxas e se acontecer o que vamos fazer? Rafael quase se engasga de espanto, com podia ser, era muita inocência e falta de informação. Ele pega seu rosto com as mãos e fala carinhosamente:

— Anjo presta atenção, isso só poderia acontecer se o meu espermatozoide for um super herói, para isso acontecer ele teria que ultrapassar barreiras, primeiro minha cueca, depois minha bermuda que é muito grossa e por último sua calcinha, não anjo ele não conseguiria. Ela olha para ele aliviada e ele continua. Em casos muito raros poderia sim acontecer, mas eu teria que ejacular bem próximo da sua entrada e sem nenhum obstáculo. Entendeu? Rafael sorri segurando seu queixo. – tem outra pergunta?

— Minha mãe sempre me diz que uma moça não deve facilitar a vida do rapaz, quando um rapaz acha facilidade eles se cansam e a as trocam por uma mais difícil... Você vai... Vai me trocar por outra? Ana esta bem embaraçada e seus olhos começam a marejar com as lágrimas.

— Nuuunnca meu anjo! Só se for louco, Rafael joga a cabeça para trás e sorri.

— Ana sua mãe só quer proteger você, por isso ela diz essas coisas, não vou negar que tem rapazes mau caráter, que realmente gostam de usar as mulheres como peças descartáveis, mas nem todos são iguais. Sabe de uma coisa eu amo sua mãe, ela protegeu você para mim. Ele a abraça apertado beijando-a com intensidade, quase que a sufocando em seguida pergunta:

— Você gostou do que fizemos, gostou quando toquei em você acariciei a sua intimidade? Quer descobrir mais o que o seu corpo é capaz de te dar?Ana você é dona do seu prazer não é feiogostar de ser tocada.

Rafael estava cada vez mais apaixonado pela aquela pessoa tão doce, tão pura, tão inocente tão ingênua e ao mesmo tempo tão quente, tão intensa, tão sedutora, uma menina que esconde dentro de si uma mulher extremamente ardente.

— Sim, sim eu gostei muito, é uma sensação diferente, você me deixa zonza, mas tenho medo que me interprete mal, tenho medo do que sinto, não sei explicar.

É obvio que tudo é novo para ela, Ana esta assustada isso é compreensível para quem nunca se tocou intimamente, nem se quer beijou alguém é muita informação de uma vez. Sorrindo ternamente, Rafael ergue seu queixo os dedos segurando seu queixo eram quentes e firmes, sem hesitação ou incerteza em seu toque. Ela se sente segura com ele, e ao mesmo tempo um calor delicioso se constrói dentro dela e a faz ansiar descobrir como será fazer amor com ele. Depois de um longo silêncio, Rafael agarra seu queixo novamente e vira seu rosto para ele. O olhar desliza sobre cada um de seus traços, se demora em seus lábios, antes de se erguer para seus olhos de novo.

— Anjo ouça com atenção EU AMO VOCÊ, nunca mais esqueça isso, agora vamos embora que Dona Carol há esta hora já colocou todo o esquadrão do meu pai atrás de mim.

Eles seguem para casa ouvindo uma musica que propositalmente Rafael escolhe para ela “Te Amo de Biafra”. Quando começa a tocar, ela fica quieta ouvindo, baixa a cabeça e as lágrimas fluem sem controle os soluços aumentam, ela coloca as mãos nos olhos... Rafael para o carro bruscamente, tira as mãos do volante e a pega nos braços tão depressa que quando ela percebe já esta envolvida no peito dele, aquilo a fez se sentir tão bem tão segura, só consegue ouvir a linda voz dele cantando:

"Te amo... Desde o primeiro dia em que te vi... E faz tempo eu te buscava E já te imagina assim... Te amo...E nem quero tentar entender..."

— Isso não é justo Rafael você quer me matar de tanta emoção, não estou acostumada a tanto carinho, você é bom demais para ser de verdade, eu não mereço isso tudo, me disseram que príncipe encantado não existe, tremenda mentira, você é a prova viva que PRÍNCIPES existem sim, por favor, não me deixa acordar se estiver dormindo.

— Rafael ficou ouvindo depois continua cantando sem solta-la dos seus braços, “E eu que já não via a hora de te ver em meus braços e poder te dizer: Te amo”, ele olha para ela com os olhos brilhando de emoção e diz:

– Quero você por toda minha vida meu anjo, para sempre, não estou brincando, minha busca terminou, minha busca pela felicidade acabou, eu já a encontrei, encontrei você.

Deus tirou minha costela para vir procurar na terra, minha costela é você, meu corpo está completo. Ana se acalma ele a coloca de volta ao banco do passageiro, e seguem para casa ouvindo a música que o Rafael escolheu para ela.




❤❤❤FerAna❤❤❤

Bjos.... 💋💋💋💋💋💋

Continua..... 😘😘😘😘😘😘

Ai, Ana você é tão boba😂😂😂😂😂😂😂😂

Fernando ou Rafaela qual deles dois você prefere para tirar a virgindade da Ana...

Eu particularmente escolho Rafael, pois ele ama. Está com ela deste o início, e foi ele que ela escolheu para ser seu boy magia. Ops! quis  dizer namorado......



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...