História Coração Escuro - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Gon Freecss, Hisoka, Killua Zoldyck, Kurapika, Leorio Paradinight
Tags Drama, Hisoka, Hunter X Hunter, Romance
Visualizações 233
Palavras 1.005
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Decidi não focar muito na gestação *-*

Boa Leitura *-

Capítulo 42 - Haru


Fanfic / Fanfiction Coração Escuro - Capítulo 42 - Haru

 

A notícia logo se espalhou, alguns ficaram felizes, pois não sabiam o tipo de pessoa que o pai era. Outros ficaram triste, pois tiveram a oportunidade de conhecer Hisoka e não conheciam o lado gentil do homem, enquanto Takahiro ficou extremamente bravo.

Sayuri pediu para que as pessoas não espalhassem, principalmente seus amigos, que infelizmente tinha ligação com pessoas que eram próximas a Hisoka. Killua prometeu não dizer nada ao irmão, já que Illumi e o mágico sempre se encontravam.

Kurapika ficou triste, mas também feliz, afinal, era uma nova vida e bebê de Sayuri, mas ficou desconfortável para se aproximar e tentar algo, provavelmente ela se fecharia em seu mundo e não deixaria qualquer um entrar, já que tinha um filho de outro homem.

Mesmo estando irritado, Takahiro decidiu ajudar, afinal, era sua querida irmã mais nova, não poderia deixa-la em um momento tão complicado. Yukino e outras pessoas insistiam para ela procurar Hisoka, enquanto Takahiro e Kurapika incentivavam ela não procura-lo, que ajudariam criar, que ela não precisaria do ruivo. E então, ela decidiu não procura-lo, seria melhor para os três.

 

*** *** ***

 

Meses Depois

 

Sayuri havia completado cinco meses e finalmente conseguiu descobrir o sexo do bebê que sempre deu muito trabalho para deixar ver.  Se tratava de um menino, muito agitado por sinal. Yukino, Kurapika, Gon e Killua gostaram muito da notícia, enquanto Takahiro e Leorio torciam por uma menina, mas ficaria para a próximo.

Todos estavam a ajudando muito, principalmente Kurapika que estava sendo muito presente, ele não tentava nada com ela, apenas queria ser útil em um momento muito complicado. Sempre que podia, ele estava na ilha da baleia, mas também tinha que focar em seus interesses, então as vezes ficava fora por semanas.

 

Sayuri estava arrumando alguns presentes que o bebê havia ganhado, quando sua mãe entrou no quarto e iniciou uma conversa:

 

-Filha, você é o Kurapika são apenas amigos?

-Sim mãe, por que?

-Acho ele um menino muito bom, ele te ajuda muito e se preocupa muito com vocês dois. -Ela se referia ao bebê.

-Essa é uma das qualidades de Kurapika, ele é gentil e se preocupa muito com os amigos.

-Você não acha que deveria dar uma chance a ele?

-Agora não... Está tudo muito recente, estou carregando um filho do Hisoka... Talvez daqui um tempo, mas agora não estou pronta.

-Entendo... Não é seu momento, então temos que respeitar, ela parece que percebeu isso, mesmo você não dizendo nada.

-Sim, ele é um bom homem.

-Filha...

-Sim?

-Já escolheu um nome?

-Sobre isso, estou sem criatividade e como todos estão me ajudando, eles também possuem direito de escolher. Chamei todos e amanhã vamos nos reunir, para não ficar injusto para ninguém, resolvi sortear o nome, cada um vai colocar um nome que goste em uma caixa, assim será sorte, ninguém sairá prejudicado.

-Boa ideia.

 

*** *** ***

No dia seguinte, quando chegou a hora do encontro, seus amigos foram chegando aos poucos. Gon e Killua foram os primeiros, logo depois Leorio e por ultimo Kurapika.

 

-Vamos começar... -Diz Sayuri animada. -Escrevam um nome masculino no papel e coloquem nessa caixinha, o nome que sair, será do bebê...

-Você tem certeza? É seu filho, gostaria mesmo de opiniões? -Pergunta o loiro.

-Todos vocês estão me ajudando muito, também possuem o direito.

 

Escreveram o nome que gostavam no papel e colocaram na caixinha, Yukino e Takahiro também participaram.

 

-Como você não colocou, tire o papel. -Sugere Gon.

-Certo... Espero que vocês escolheram bons nomes. -Brinca a morena com medo.

 

Ela retirou o papel e o abriu, logo dando o resultado para os amigos:

 

-Haru... Quem escreveu esse nome?

-Yes, eu! -Diz Killua feliz. -Estava sem ideias, então pensei nesse.

-Adorei os nomes. Qual vocês haviam colocado?

-Natsu. -Responde Takahiro.

-Genma. -Diz Kurapika.

-Souji. -Avisa Yukino.

-Hayato. -Diz Gon feliz com o outro nome também.

-Inari. -Leorio nunca tinha sorte.

-Todos são ótimos, mas o bebê será chamado de Haru. Realmente gostei desse nome.

 

*** *** ***

 

Meses Depois

 

Finalmente havia chegado a hora do bebê nascer, todos estavam muito ansiosos, principalmente os amigos que Sayuri fez no exame Hunter. Os quatro estavam sendo como pais e era um tanto engraçado, pois Gon e Killua eram crianças.

Para o parto, apenas um poderia entrar com Sayuri e Kurapika foi o primeiro a se oferecer e foi uma ótima decisão, pois ele era muito calmo e lhe passava confiança e paz. Sayuri o considerava apenas amigo, mas isso já era o bastante para o loiro querer ajuda-la.

 A morena estava com medo e desconfortável, mas quando escutou o primeiro choro de seu filho, ficou aliviada. Ela e o Hunter se olharam e sorriram. Depois de alguns minutos, uma moça levou o bebê até Kurapika e o entregou, ele pegou sem jeito e sorriu, colocando perto do rosto da amiga que ficou uns minutos sem reação ao ver sua aparência, mas logo sorriu e lhe deu um beijo.

 

-Ele é lindo, parabéns. -Elogia o homem.

-Obrigada, Kurapika.

 

Uma criança muito saudável, ele havia nascido perfeito. Tinha puxado poucas coisas de Sayuri, uma boa parte era igual de Hisoka.

Yukino ficou emocionada com o neto, era muito lindo, sempre achou Hisoka lindo, então ficou um tanto feliz com a aparência do pequeno. Takahiro não queria que ele parecesse com o mágico, mas mesmo assim, ficou muito feliz com seu nascimento. Killua e Gon eram crianças, mas gostaram muito, ficaram felizes com o novo amigo. Leorio ficou contente, mas como era mais velho, era mais discreto.

 

Uma criança agitada e de aparência semelhante a do pai, realmente muito parecido com Hisoka. Isso deixou Sayuri feliz, mas ao mesmo tempo um tanto abatida, provavelmente sempre lembraria do passado, mas mesmo assim estava disposta a amar seu filho e protege-lo a qualquer custo, longe do mágico, faria de tudo para ele nunca descobrir que tinha um filho.

A ilha estava em festa, pois em pouco tempo, a morena conquistou os moradores do local e estavam felizes com uma criança para alegrar. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...