História Coração Fantasma - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), VIXX
Tags Bts, Drama, Fantasmas, Incesto, Sobrenatural, Vixx
Visualizações 18
Palavras 1.216
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


vou postando enquanto eu conseguir terminar os caps, esse ficou maiorzinho e não deu pro VIXX aparecer, ficou para o próximo.. espero q gostem hehehehe

kissus de café pra vcs seus maravilindos s2

Capítulo 2 - Conversa


 

Entrou em casa com o coração apertado, estava um silêncio mortal, Sakura esperava por ele na porta da cozinha recém arrumada, ele sabia onde acabaria essa conversa e por mais que quisesse pensar que seria diferente no fundo Taehyung sabia que não a faria mudar de ideia, mas talvez pudesse... Assim que colocou os olhos nela ele percebeu.

Ela estava encostada num canto da parede cobrindo o choro, a vergonha e o sangue, isso nunca passa despercebido por ele... Sakura estava com os ombros marcados por arranhões, alguns tão fortes que chegaram a cortar a pele, a boca cortada e o rosto inchado dela partiram o coração do mais velho, ele caminhava em direção a ela pensando em abraçá-la, mas foi impedido antes de sequer chegar perto.

-Não fica aí me olhando como se fosse grande coisa Tae... –Disse, sem erguer o olhar. Seu peito também estava arranhado e exposto com o ombro da blusa rasgado.

-E não fica aí pensando que não é! – Respondeu firme sem deixar de encará-la, aquele traste a machucou de novo.

-Eu não posso mais lidar com ele sozinha, Tae! Eu não consigo, por isso preciso da sua ajuda. –Sua voz ia diminuindo abafada pelo choro. –Eu não aguento mais isso.

-E você acha que eu aguento? Me diz então Sa.. Porque você ainda tem pena?! Por que você ainda ajuda?!

-Por que ele ainda é meu pai, Taehyung!

-ELE NÃO É MAIS SEU PAI SAKURA! Quando você vai entender isso? –Ele levantou a voz sem querer, o que só a fez encará-lo com mais mágoa ainda.

-Não venha levantar a voz comigo! Sabe que eu fiz a parte mais difícil... –Antes que pudesse terminar ele volta a falar.

-Não to falando de agora, to falando de sempre! Só quero entender como você consegue ter pena desse ser! –Sakura continuava encostada no mesmo canto enquanto Taehyung rodava a cozinha olhando para todos os lados menos para ela.

-Não se trata de pena Tae... mas ele é meu pai, e não importa o que ele fez eu sinto que preciso ajudar. –Ela finalmente ergue o olhar e encara o irmão de maneira desafiadora, porém um pouco frágil.

-Como não importa o que ele fez?! –Levantou a voz assustando-a e conteu-se por um minuto, respirou fundo e a observou. –Olha só pra seus braços... Pra sua boca... Acha que eu não ouvi? Acha que eu não tive vontade de subir lá e tirar ele de cima de você?!

-Não foi isso, ele não fez aquilo! Ele só tentou me beijar, eu desviei, caí e mordi a boca. Tae por favor, para de pensar que ele quer me estuprar o tempo todo por que não é isso, não é mais daquele jeito...

-É exatamente daquele jeito, só que agora você está grandinha e forte pra se livrar dele né? Então eu não preciso mais te salvar como eu fazia quando éramos pequenos? Quando eu sempre apanhava pra proteger você DELE?!

-Eu nunca disse isso! Eu nunca disse que me virava sozinha, e não tenta se fazer de vítima agora, eu nunca pedi pra que você me protegesse, eu preciso de ajuda sim, mas você insiste que não tem jeito só que você nem tenta! –Desencostou da parede, só agora Taehyung percebeu que o ombro direito dela estava cortado e sangrando.

-Eu te protegia por que você é a única família que eu tenho! E não, eu nunca me importei de apanhar por sua causa, mas nós dois somos a vítimas, se não é daquele jeito, então de que jeito é? É do jeito que ele te arranha tentando te puxar pra dentro da banheira enquanto você grita pra ele ficar quieto? –Ele começava a ter vontade de chorar, chorar de raiva.

-Você nunca tenta... –Mantinha a cabeça baixa, cada palavra da boca dele era uma faca no coração dela.

-Sa, eu já cansei de tentar! Então por Deus acorda! Ele não tem mais jeito e você não pode ficar dizendo que sim por que você só estará se enganando. –Ele ia se aproximando dela que mantinha a cabeça abaixa, ela sabia que estava se enganando, mas simplesmente não conseguia pensar como o irmão e nem mesmo ela sabia por quê. –Acha que essa vai ser a última vez? Como todas as vezes que você disse que seriam as últimas?

-Eu queria acreditar que ele podia mudar, tudo bem, me chame do que quiser, mas eu vou continuar tentando! E não importa, eu quero continuar acreditando numa mísera chance de ele voltar a ser nosso pai de novo! –Uma bomba em cima dele.

Ficaram bem próximos, Tae a encarando e ela de cabeça baixa, ele segura o queixo dela com uma mão, obrigando-a a olhar para ele com os olhos mareados, ele seca as lágrimas dela com um olhar terno e profundo, Sakura nunca resiste a aqueles olhos azuis, jogou o orgulho pro ar. Abraçou o mais velho e chorou no ombro dele.

-Eu não quero vê-lo internado e condenado... Eu queria que ele voltasse a ser o pai legal e carinhoso de antes, antes do acidente... Tae, eu sei que só estou me enganando, mas eu não queria que isso acontecesse, sinto que seria uma filha terrível se deixasse ele... –Ela desabafava e chorava enquanto o irmão afagava seus cabelos e acariciava suas costas.

-Eu também não queria e você sabe disso, Sa olha pra mim. –Eles se encaram de um jeito especial, desvendando pensamentos. –Você nunca vai ser uma filha terrível, você é forte e determinada, você acreditou até o fim e resistiu cuidando dele muito mais do que eu.

Ele segura o rosto da irmã entre as mãos. –Mas eu não suporto ver você sofrer em silêncio assim, por favor Sa, se liberta disso... Vamos falar com o Namjoon e pensamos no resto depois.

-Eu não quero deixar ele... Não quero que ele morra sozinho... Ainda mais depois de estarmos fugindo. –A morena voltava a se aninhar nos braços dele, a jaqueta dele se esfregava no corte dela, só aí ela percebeu que ele estava lá e gemeu pressionando o corte. –Vem, vamos limpar isso.

Taehyung a guiou até o quarto deles onde havia um kit de primeiros socorros, sim, eles sempre tinham um... Não eram poucas as vezes que se machucavam quando lidavam com ele.

 

Ele fazia um curativo no braço da irmã dirigindo poucas palavras, ela encarava o nada gemendo de dor vez ou outra, os dois escutavam Roger gritar no quarto ao lado, ele estava tendo outro pesadelo, ou alucinando, o que quer que fosse eles conheciam muito bem.

-Crianças! Voltem aqui seus ratos! Entrem no carro antes que... –Gritava no quarto.

-Antes que eu os faça chorar. –Completaram em uníssono e se encararam, Sakura o desvendou primeiro, ele havia lembrado de outras coisas, ela soube só de olhar nos olhos dele.

Roger quase sempre levava os dois para um lugar afastado para fazer sabe-se lá o que e sempre terminava do mesmo jeito. Taehyung machucado no banco da caminhonete ouvindo Sakura chorar na caçamba do carro, apanhando e sendo abusada, sentia-se impotente por não conseguir ajudá-la, desejava do fundo do coração ser mais forte, naquela noite havia decidido que ficaria forte para poder proteger sua irmã pra sempre. Era isso que iria fazer, nem que custasse sua vida.


Notas Finais


até o proximo cap ^.^/ (amanha eu acho kkkk)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...