História Coração forte - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Nalu
Exibições 281
Palavras 630
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpa a demora... Eu não sabia o que escrever sobre a Levy mas finalmente consegui.

Eai tudo bem com vcs?

Capítulo 11 - Traição


Fanfic / Fanfiction Coração forte - Capítulo 11 - Traição

As ruas de Magnólia nunca esteve tão calma como aquele dia de chuva. Todos estavam em sua casa tomando seu chocolate quente, mas uma certa azulada estava na biblioteca da guilda lendo o seu décimo livro.

Ela sem pressa, tinha ficado do lado de fora da biblioteca e até ela abrir, não estava com sono e muito menos cansada apenas estava com sono. Levy era uma maga muito divertida, sorridente, sempre ajudava a todos... Os tempos poderiam ter passado mas Levy não era a mesma. Seus olhos fixaram em uma palara muito familiar: Traição.

Para quem não sabe Levy foi traida, não diretamente, mas indiretamente.

FLASHBACK

Levy e Gajeel estavam indo a caminho da missão (pra quem não se lembra da missão é no Capitulo 5- Fraca), quando finalmente depois de bastante tempo andando eles chegaram no salão de festa que iria ocorrer o possível sequestro.

Eles teriam de se disfarçar, por isso Levy trouxe uma roupa reserva em sua bolsa e a colocou por cima daque estava. Gajeel disse que iria ficar nos cantos de olho no movimento.

Passou-se muitas horas e finalmente chegou o milionário, como sempre o típico nariz empinado. Levy o acompanhou até dentro do salão, Gajeel entrou pelos fundos.

A festa começou e o ambiente parecia instável, nada de pessoas suspeitas, nem movimentos bruscos... Apenas aquela típica festa de milionários que tem aqueles som de violinos no fundo e barulhinhos de taças sendo brindadas. Aquele tipo de ambiente Levy só encontrava em livros.

A azulada passava os olhos na multidão atenta, olha pra saida e vê uma sombra...

Ela curiosa e preparada, anda discretamente até lá e quando chega é surpreendida com seu pescoço sendo travado.

Ele se rebatia lutava pela vida, homens encapuzados aparecem e começam a dar socos do estômago da maga a fazendo cuspir sangue a cada golpe.

Eles rasgam a roupa de festa dela e apenas a deixam com a roupa de estavam. Levy é jogada no chão e é recebida com golpes, chutes e atingida por magia.

Ela rapidamente consegue uma abertura para se mover e invoca um grande pedaço de aço para esmagar os mascarados. O aço esmaga cada um fazendo ter uma morte rápida e eficaz, Levy cansada ainda tossia... Com dificuldade ela consegue levantar e ir mancando pra de trás do salão sem ser vista. Estava com pressa pra dizer a Gajeel que conseguiu parar os sequestradores. Ela vai mancando até atrás do salão pelo lado de fora... Passos antes de chegar ela para, olha para frente e encontra Gajeel e uma mulher aos amassos em uma árvore. Levy desesperada machucada se esconde rapidamente, mas caí de joelhos ao conseguir se esconder.

Sua respiração estava fraca e sua cabeça estava girando, seus olhos haviam lágrimas de seu coração partido, e seu corpo machucados que não teriam um reconhecimento.

FLASHBACK

Ele a havia deixado a missão para ficar com outra, ele havia a deixado sozinha, ela estava mais machucada por dentro do que por fora. Esse sem dúvida foi o pior ato de traição ja cometido em todos esses tempos.

                  ***

A azulada estava andando perdidamente pelas ruas de Magnólia, decidiu que iria na casa da Lucy antes de procurar um novo lugar pra morar.

Ele vira a esquina e vê Gajeel olhando pra uma vitrine de uma biblioteca.

-Desisto. -Ela da meia volta mas sente ser puxada pelo pulso. -Ora mas que-- Ela se depara com o muro de aço bem próximo dela.

- Eu preciso falar com você. - Ele disse sério.

- Eu não quero. - Ela puxa o braço de volta supreendendo o moreno.

- Quando foi que ela ficou tão forte? - Pensa Gajeel.

-Idiota. -Ela sai deixando o moreno parado na calçada com mil pensamentos na cabeça.

- Desculpa... -Ele sussurra.

Continua.


Notas Finais


Bom por causa da minha dificuldade em encontrar as palavras certas o capitulo ficou bem pequeno...

Até a próxima! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...