História Coração frio. - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Elsword
Personagens Add, Aisha, Ara Haan, Chung, Elesis, Elsword, Eve, Personagens Originais, Raven, Rena
Exibições 60
Palavras 985
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Sorry a demora pra postar, eu acabei dormindo aq ~.
Cap de café-maid só vai sair amanhã, gomen minna, mas fazer oq neh... :/

Boa leitura ~!

Capítulo 41 - Ai-Chan ta sofrendo.


– Irmão. – Senti alguém me cutucar, resmunguei. – Acorda. – Senti um cutuco mais forte, dei uma resmungada mais forte junto me remexendo na cama. – Porra irmão! – Agora recebi um tapa, ignorei e depois meu braço doeu quando recebi UM SOCO. – ACORDA DE UMA VEZ ELSWORD SIEGHART!!! – E quase fiquei surdo... Yaaay.

EU DEI UM PULO DA CAMA E QUASE CAI NO CHÃO! – AI IRMÃ DEMÔNIO! – Gritei respirando rápido com a mão no cabelo, ela bufou me arrastando pra fora da cama. – Vai se arrumar rápido, hoje é dia de patrulha vinte quatro horas por TODO o lugar, não só Velder. SÃO EXATAMENTE OITO DA MANHÃ E VOCÊ TEM QUE SAIR DESSE QUARTO PREPARADO DAQUI A CINCO MINUTOS E TERÁ DEZ MINUTOS PRA COMER, O RESTANTE DO TEMPO TEMOS QUE SAIR COM TODOS OS CAVALEIROS E GUARDAS! ENTENDIDO IRMÃO? ANDA LOGO QUE JÁ PERDEU UM MINUTO! – Saiu do quarto batendo a porta depois de dar uma de General com o próprio irmão, suspirei e comecei a me arrumar, ouvi um barulho na janela e olhei pra ela, não tinha nada.

Fiquei encarando por mais um tempo cerrando os olhos e vi um pouco de cabelo voar vindo do lado dela, arregalei os olhos e corri até ali, coloquei a cabeça pra fora e olhei pros dois lados, não havia nada nem ninguém, arqueei a sobrancelha ainda desconfiado e continuei o que estava fazendo.

 

Depois que terminei, fui sair do quarto quando ouvi um ruído e um gritinho baixo de alguém, quando olhei pra trás, mais especificamente para a minha janela, vi um vulto preto caindo, em instinto e fui até lá e tentei segurar, senti que conseguir pegar a mão do que agora sei que é uma pessoa.

Porém quando segurei, a pessoa voou para cima de soltando de mim e ficou em frente a mim, sentada no que parecia ser um cajado e com o capuz de seu sobretudo cobrindo seu rosto, consegui ver seu cabelo roxo que nem o... O...!

– Q- Quem é você?! – Perguntei apreensivo e ansioso, quero descobrir logo!

– Isso... Não te importa... – Sussurrou e logo sumiu em uma fumaça negra púrpura,tossi leve desapontado e a porta abriu quase voando na minha cabeça. – IRMÃO EU TE FALEI PRA SER RÁPIDO SEU IDIOTA! AGORA SÓ TEM OITO MINUTOS PRA COMER, ANDA ANDA! – Elesis me arrastou pra fora do quarto puxando-me pela orelha, choraminguei o percurso todo até o salão onde todo mundo come.

Quando chegamos lá, tive que comer as pressas e consegui terminar antes de dar oito minutos, ainda tinha dois extras, ou seja, comi em seis minutos. – Ótimo, agora vamos nos preparar com todo mundo! – Falou já normal comigo e assenti.

|Aisha Pov|

QUE GRANDE IDEIA AISHA, VIR VER ELE ESSA HORA! IDIOTA! JUMENTA! ABESTADA! BURRA! RETARDADA! AHHHH EU QUASE FUI DESCOBERTA E AINDA DEIXEI ELE FALAR COMIGO E ME TOCAR! SE EU NÃO TIVESSE SUSSURRADO ELE IA ME DESCOBRIR E FERROU SOCIEDADE!

– Ai-Chan Nyah, Ai-Chan Nyah! – Levei um susto quando senti dois seres sentados sobre meus ombros, olhei e em um tinha Vanilla, no outro Choco. Fiquei espantada. – O- O que estão fazendo aqui?! – Perguntei, afinal, eu to sobrevoando uma floresta para voltar a base, como elas chegaram em mim?

– A gente se teleportou Nyah! Temos poderes Nyah! – Falaram juntas, pra variar, mas pera... PODERES?! COMO ASSIM! – V- Vocês são gatas mágicas então? – Elas assentiram e pularam de meu ombro ficando em cima de meu cajado a minha frente, uma atrás da outra e de costas para mim. Pareciam apreciar a vista e ri com isso, pelo menos elas não vieram aqui quando eu estava ali, que alivio...

 

Assim que pousei no telhado da base, as duas saíram correndo para algum lugar, dei de ombros e tirei aquele sobretudo de mim, mas quando fiz isso senti algo voar em minha testa e fazer um grande impacto, choraminguei de dor acariciando o local atingido.

– D- DESCULPE AISHA! – Ouvi Add berrar, olhei pra baixo com cara de choro e vi ele correndo desesperado até mim, observei ele escalar o telhado parecendo uma barata e quando chegou até mim percebi que ele estava de cabelos em pé, cansado, com algumas ferramentas na mão e bolsos do jaleco. – E- Eu estava tentando consertar a Eve e... Ela meio que explodiu, então algumas peças voaram, desculpe por essa que te atingiu! – Ele juntou a broca pequena perto de meus pés e foi descer do telhado, mas ao pisar a primeira  vez pra descer escorreu e saiu deslizando até lá embaixo...

E certeza, a queda foi uma merda.

Dei de ombros com aquilo e pulei descendo do telhado, atingindo o chão com perfeição é claro, ouvi risadas e vi as duas loucas que eu considero irmãs brincando com Choco e Vanilla, pelo visto viciaram nas gatas.

Fui para meu quarto e assim que entrei a primeira que vi foi eu mesma no espelho de cabelo solto... Eu esqueci que não tenha prendido, comecei a procurar pelo quarto algo para prende-lo, mas não achei, bufei. – Pelo visto vou ter que ficar assim... – Resmunguei, odeio ficar de cabelo solto, vesti outra roupa, porque eu tava de pijama, e arrumei o cabelo um pouco.

Nesse momento, a porta VOOU e as duas loucas sem as gatas agora entraram, quando me viram ficaram travada, inclinei a cabeça pro lado confusa me virando pra elas. – O que foi meninas? – Ignorada, fez biquinho, do nada elas gritaram me assustando e correram até mim começando a tocar no meu cabelo sem parar. – VOCÊ TA DE CABELO SOLTO?!?! KYAAAAA, QUE FOFAAAAAAAAA!! – Me afastei delas assustada, acariciando meu próprio cabelo.

– Saiam! Não estuprem meu cabelo! – Fiz cara de choro e depois suspirei, lembrei de uma coisa e olhei para elas abrindo um sorrisinho. – Meninas... Hoje é dia de patrulha dos cavaleiros. – Falei travessa e elas abriram o mesmo sorrisinho que eu.

Mas na verdade eu só quero ver o Elsword mesmo, porém tenho que atuar né ~. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...