História Coração frio de um viking - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Ayame, Bankotsu, Ginta, Hagaku, Inuyasha, Kaede, Kagome Higurashi, Kagura, Kanna, Kirara, Kohaku, Kouga, Miroku, Naraku, Onigumo, Personagens Originais, Rin, Sango, Sesshoumaru, Shippou, Souta Higurashi, Toutousai
Tags Sesshoumaru&rin
Visualizações 98
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora, tive umas par de coisas pra fazer. Mas espero que gostem.

Boa leitura!

Capítulo 6 - Rin ia ceder.


           Sesshoumaru on

Acordo com a claridade em meus olhos. Vejo Rin ao meu lado dormindo tranquilamente. Minha esposa é tão bela, só é uma pena não poder toca-la, creio que ainda não esteja preparada para isso.

- Sesshoumaru... ? - Ela me chama tirando-me do transe.

-Sim? - Pergunto e ela coça os olhos subindo em cima de mim ficando com uma perna de cada do meu corpo. - Rin? O que está fazendo? - Pergunto calmo e ela se aproxima de mim e toma meus lábios. Que delícia de lábios, o que deu nela? Não faço a mínima ideia, porém estou gostando de ver. Eu começo a puxa-la mais para mim durante o beijo. Nós separamos por conta de que o ar nos faltou, eu inverti as posições me colocando por cima dela. Comecei a beijar seu pescoço e abaixar se vestido deixando o ombro dela a mostra. Abaixei mais um pouco e seus seios estavam a mostra. E que seios... De repente a porta da minha casa é aberta e Rin fica vermelha se cobrindo com a coberta, eu visto uma blusa bufante e vou ver quem é.

-O que quer Inuyasha? - Pergunto bravo.

-Vamos partir, já se esqueceu? - Eu havia me esquecido. Também a Rin acordou com fogo.

Ela já estava vestida normalmente e eu suspiro decepcionado. Vou por trás dela e a abraço fazendo-a sentir meu pau duro. 

-Olha o que você fez mulher! - Disse a apertando mais. - Agora vou ter que tomar um banho frio.

-Desculpa... - Fala tímida. 

-Logo terminaremos isso. - Ela estremeceu. - Ou podemos terminar agora, você quem sabe. - Aperto um de seus seios fartos por cima da blusa que era de minha irmã, ela está colocando a roupa que a dei, e ela suspira gemendo baixinho. 

-Sesshoumaru temos de ir. - Fala colocando sua mão em cima da minha, a tirando do local e se afastando.

Eu sorrio com sua expressão constrangida.

-Teremos outras oportunidades. - Fala colocando a armadura fina. 

Eu já fui logo tomar uma banho frio para voltar ao normal. Vesti a minha roupa Branca como de costume sem armadura. 

-Vamos. - Falo colocando meu braço em volta de sua cintura indo direção aos barcos.

      Depois de mais quatro dias de viajem chegamos a Inglaterra. Rin nos explicou sobre todos os locais. Nós fomos em direção ao reino de Gyunhu para pegar suas riquezas.

            Rin on

Estamos indo em direção ao reino de Hedrik, sinceramente não sei se sinto pena, por conta de ainda amar tudo daqui, porém, é estranho.... É como se já fizesse parte dos vikings.

Ao chegar no portão do castelo, Hedrik pessoalmente veio nos receber. Para ele era só uma visita dos nórdicos.

-Devolvam-me Rin, e eu os receberei bem em meu castelo. - Fala e eu começo a rir junto aos demais. - Rin, o que fizeram com você? - Pergunta curioso a mim.

Sesshoumaru estava um pouco sério demais para meu gosto, ele ficou só meu lado sem dizer uma palavra.

-Então o senhor é o tal do Hedrik? - InuYasha pergunta divertido.

-Sou eu sim! - Responde sério.

-Sango me contou que é apaixonado por minha cunhada? - Pergunta  e Sesshoumaru trincou os dentes. 

-Inuyasha... - Falo baixo.

-Deixem-me conversar com Hedrik... - Sesshoumaru disse sério e frio.

-Ele é todo seu! - Fala Miroku sorrindo.

-Rin venha! - Sesshoumaru me chama e eu vou junto dos dois.

Saímos de perto dos outros e sentamos.

-Qual o preço?- Pergunta Hedrik.

-Para? - Pergunta Sesshoumaru indiferente.

-Dar-me Rin, tudo tem seu preço. - Sesshoumaru deu um sorriso, ele estaria disposto a me vender? - Rin, você será minha enfim, teremos filhos, e você se tornará rainha. - Seu sorriso transformou-se em uma risada maléfica.

-Rin é minha esposa agora seu imbecil. - Fala Sesshoumaru frio.

-Não pode ser, ele te forçou a isso Rin ? - Ele pergunta preocupado.

-Não... Eu que quis... - No início não, mas há algo em Sesshoumaru que me faz gostar dele.

-Me diga Sesshoumaru, Rin é tão gostosa quanto aparenta ser? - Pergunta malicioso, isso me deu uma raiva. Pisquei meus olhos fortemente e quando vi Sesshoumaru já estava com uma das mãos erguendo Hedrik pelo pescoço.

-Mas respeito ao falar da minha esposa, reizinho de merda! - O jogou para cima e cortou-lhe a cabeça e olhou para os demais em sinal de que podiam invadir.

Da onde ele tirou tanta força? Quem é esse homem..?

-Sesshoumaru, meu irmão mais novo está nessa cidade, poupe-o. - Falo triste. Ele me olha, ergue meu rosto pelo queixo.

- O procure, ele irá conosco para casa quando acabarmos aqui! - Eu sorrio e vou a procura de meu irmão.

-Shippou! - Chamo ele em nossa antiga casa, ele mora com a tia Lyra, chata, insuportável e má. 

Ele estava encolhido debaixo da mesa. Eu o puxo e ele estava assustado. -Vamos venha.

-Rin! - Ele fala sorrindo fraco. Eu o levo pra fora e Sesshoumaru estava me esperando. Shippou parecia assustado.

-Vamos! Se o irmão de Bankotsu ver vai querer que nós o matemos. - Fala e nós nos surpreendemos com ele rindo.

-Hum, então é assim? - Mukotsu me agarra por trás. - Olha Sesshoumaru, se me deixar foder sua esposa, eu não cobro nada a ninguém! - Meu Deus fiquei branca.

Só vi a espada de Sesshoumaru atravessar o crânio de Mukotsu.

-Por que todos querem te foder, ninguém percebe que é minha! - Fala irritadissimo, melhor eu não falar nada.

Fomos até os barcos e colocamos Shippou escondido no barco em que pessoas confiáveis a Sesshoumaru navegavam.

Depois de todo o saque, voltamos a pequena vila.

-Shippou meu amor, você vai ter que ficar com a Satori... - Falo e ele fica triste. 

-Irmã não quero ficar longe de você de novo! - Calma Shippou eu não vou te abandonar. Eu vou vir todos os dias te ver se possível.

-Promete? - Pergunta e eu assinto.

           Sesshoumaru on

Rin e eu voltamos para nossa casa e ela foi se banhar. Eu resolvi dar um tempo a ela.

Depois dela eu fui logo em seguida. Quando terminei, voltei com o pano de enxugar amarrado na cintura.

-Sesshoumaru... - Rin me chama e eu me deito ao seu lado abraçando sua cintura por trás.

-Diga... - Falo colando nossos corpos.

-você​ conversa com Odin? - Ela pergunta e eu sorrio.

-Sempre... - Ela se vira e sorri.- Você é realmente linda. - Falo encantado e ela me beija. 

Os lábios de Rin são tão macios e viciantes, nossas línguas eram como duas espadas em uma batalha. O beijo era apaixonado. Eu fui por cima dela e comecei a despi-la quando do nada alguém bate na porta.

-AH QUE INFERNO! - Grito furioso e coloco uma calça rápido, e adivinhe quem estava lá ? Isso mesmo. InuYasha, empata foda!

Justo quando a Rin ia ceder.







Notas Finais


Comentem e favoritem, vou amar, sério!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...