História Coração indomável. - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Arthur Weasley, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Cho Chang, Draco Malfoy, Fred Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Lílian Evans, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Remo Lupin, Rita Skeeter, Rodolfo Lestrange, Ronald Weasley, Severo Snape
Tags Mistério, Romance, Snamione
Exibições 117
Palavras 2.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi resolvi postar mais cedo,essa semana vou me mudar de casa,então lá não vai ter internet pelo menos por enquanto.
Não se preucupem porque to sempre na casa do meu namorado e lá tem net,vou postar toda semana.
Espero que gostem e comentem bjs.
Obrigado pelos 50 comentários e 30 favoritos,não esperava tanto apoio,vocês são demais😘😍
Para quem esta curioso a música tema de Hermione e Severo é "Perdoname" do cantor Camilo Blanes,é uma música linda,escutem depois me digam se combina com o casal.

Capítulo 15 - A descoberta.


Hermione se deparou com Alvo Dumbledore que a observava intrigado,ao ver que Narcissa malfoy havia ido embora.

A castanha se aproximou do conselheiro que a fitava sério.

-Aquilo é realmente verdade?Você não é a srta black?-pergunta o idoso intrigado.

Hermione sorri amargurada.

-Não era para mais ninguém saber,mas eu confio no senhor, espero que não me entregue-diz nervosa.

Dumbledore sorri tranquilo e pede a moça que o siga.

Pov Hermione.

Eu estava na sala do conselheiro Dumbledore que me oferecia um saco de doces,eu recusei educadamente.

-A srta então é filha de Sirius Black,portanto não vejo motivos para não considera-la noiva de Severo-diz mastigando um doce de amendoim.

-Eu estou me passando por minha irmã gêmea Senhor,eu não tenho nada a ver com esse casamento-diz indignada-Estou aqui apenas para salva-lo!

Alvo assenti sorrindo.

-Srta Black eu sei disso,mas de qualquer jeito você é neta de Orion Black,e o acordo dizia que Severo iria se casar com a neta dele...

-Olha eu entendi ok?Mas isso não significa nada!Eu não quero me casar!-diz angústiada-Tudo oque quero é descobrir o assassino de minha irmã,e salvar a vida de meu pai!

-Eu sei Hermione,mas um dia Severo irá descobrir,você precisa estar preparada-diz tranquilo-Além do mais precisa se acostumar com o gênio difícil do rei.

Hermione riu nervosa.

-Ele é muito carrancudo,vai ser difícil me acostumar..

-A srta também possui um temperamento fortíssimo certo?Eu ainda me lembro da vingança que preparou para Severo,me rendeu ótimas gargalhadas-diz o idoso divertido.

Hermione riu mais tranquila.

-Então o senhor não vai conta nada para o Snape?-pergunta aliviada-Ele me mataria se soubesse!

-Claro que não minha querida, Severo é um homem difícil é claro,mais não lhe faria mal-diz carinhoso-As culpadas disso tudo é Narcissa e Bellatrix,elas sim irão pagar.

-Não!Por favor Dumbledore não entregue elas!Bellatrix vai matar meu pai!-diz desesperada.

-Fique calma criança,eu não vou falar nada-diz sério-Você o ama muito não é?Seu pai?

Hermione sorri sentindo um aperto no peito ao lembrar de Sirius,ela sentia tanta saudades de seu pai,e temia que ele morresse naquela prisão.

-Sim conselheiro,eu amo meu pai,ele é tudo que eu mais amo na vida-diz emocionada-Espero que ele esteja bem.

Pov Sirius.

Estava em minha cela imunda como sempre,eu recebia comida é claro,frutas,carne e pão.

Mas eu não sentia fome alguma,estava cada dia mais magro e deprimido,eu soube por Molly weasley que minha filha havia desaparecido.

A cada dia eu me sentia pior,eu só queria que aquela dor passasse,mais parecia que tudo piorava.

A noite eu tinha pesadelos com Anna que segurava dois bebês mortos,nossas filhas,mortas.por.minha.culpa.

Eu acordava chorando e implorando perdão.

De repente o guarda abre a cela e um velho amigo adentra a cela me estendendo a mão.

-Remo?Meu amigo..há quanto tempo não  o vejo?-pergunto fraco.

-Há vinte anos seu cão imundo,porque sumiu?-pergunta me ajudando a me levantar.

-Depois da morte de Lílian e Tiago eu não via motivos para continuar visitando Avarís-diz amargurado-Na verdade quem desapareceu foi você.

Remo assenti com a cabeça.

-Ouve um boato que você estava morto,Bellatrix lestrange espalhou..eu acreditei-disse triste-E acabei me tornando administrador do rei Severo snape!

Ao ouvir aquilo eu fechei os punhos furioso,edesaparecida  s deixava sem comida?Seria ele cúmplice de Mlafoy?

-Se acalme Sirius,não é nada disso que está pensando-diz tranquilo-Snape jamais nos fez mal,ele apenas depositou a confiança na pessoa errada..

-Minha filha Remo,minha Hermione está desaparecida-digo entre soluços-Eu preciso encontrar minha filha!

-Não se preucupe,seja quem for essa menina,nós vamos a encontrar-diz determinado.

Pov Draco.

Estava no quarto de minha mãe a consolando,descobrir a pouco que meu pai foi preso acusado de traição ao rei,ela está arrasada e não consegue parar de chorar.

Apese de Narcisa ser uma mulher má e ambiciosa,é minha mãe,e eu a amo muito,apenas quero vê-la feliz.

-Porque filho?Porque essas coisas tiveram que acontecer?-pergunta deprimida.

Suspirei cansado.

-Mamãe foi Lúcio que escolheu isso tudo,entenda ele traiu o rei,roubou o ouro do povo!-digo irritado-Ele tentou violentar Hermione!

-Eu..eu apenas queria meu marido de novo,o homem doce e carinhoso por quem me apaixonei-diz triste-Ainda o amo tanto.

--Será que a senhora ama aquele Lúcio jovem e não esse de agora?Por favor mamãe não confunda as coisas,esse homem de agora..meu pai,ele é um monstro egoísta-digo sincero-A senhora pode se arrepender de suas maldades e ser feliz.

Mamãe volta a cama deitando e fechando os olhos,eu estava desesperado,eu não poderia perder minha mãe.

De repente alguem bate na porta e ao atender me deparo com Luna lovegood.

-Luna..oque você quer?-pergunto educado.

-Eu soube das noticias Draco,e sinto muito..trouxe essa sopa para sua mãe-diz entrando no quarto e depositando a bandeja em uma mesinha-Você está triste pelo seu pai.

-É apesar de Lúcio ser um canalha,é triste o fim dele-digo arrasado.

-Seu pai não está morto Draco,não seja pessimista-diz sorrindo-Olha que tal comer um pouco da sopa?

Eu franzi confuso.

-Eu..não estou com fome Srta lovegood-digo recusando a colher de sopa.

Luna sorriu docemente.

-Só essa colher?E eu prometo que vou embora-diz enfiando a colher em minha boca.

-Pronto agora pode ir..

-Só mais três Sr malfoy-diz sorrindo marota.

Eu revirei os olhos e acabei aceitando as colheres da sopa que estava ótima por sinal.

Logo o prato estava limpo e Luna recolheu a bandeja sorrindo satisfeita.

-Obrigada..por se preocupar,aliás porque se preucupa comigo?Eu sou filho do traidor-digo confuso.

Luna se aproximou e tocou em meus cabelos.

-Gosto de seus cabelos,são loiros e macios-diz fitando meus olhos-Não o vejo pelo os erros de seu pai,o vejo pelo oque você é.

Eu me lavantei ficando se frente para aquela garota tão diferente.

-E oque eu sou Lovegood?-pergunto curioso.

-Um ótimo filho,e uma ótima pessoa-responde Luna sorrindo de lado.

Eu sorri com a resposta dela e ajeitei uma mecha de seu cabelo a fazendo abaixar o olhar.

-Atrapalhou alguma coisa?-pergunta Pansy adentrando o quarto irritada-Oque essa criada esta fazendo aqui?Está comendo essa esquisita Draco?

Luna arregalou os olhos azuis e me fitou magoada saindo do quarto.

-Luna espera!-disse indo atrás dela apressado.

Luna andava apressadamente e seu olhar era triste e magoado,eu segurei em seu braço.

-Luna não escute oque ela garota diz,Pansy é uma mentirosa,ela é obcecada por mim-digo ofegante.

Luna sorriu forçado.

-Ora eu nada tenho a ver com isso Draco-diz seca-Sou apenas a criada.

-Isto não é verdade Luna..

-Oh não?Então eu sou oque Sr malfoy?-pergunta fria-Sua melhor amiga?

-Luna..eu não quero perder sua amizade..

-Você não pode perder oque não tem Sr malfoy-diz saindo em seguida.

Eu suspirei cansado e logo Pansy surgiu atrás de mim sorrindo vitoriosa.

-Mais uma vadiazinha querendo você,entenda que fiz isso para seu bem-diz séria.

-A única vadia que vejo aqui é você Pansy,quando vai entender que eu te desprezo?Eu nunca vou te amar!-digo sincero-Você jamais vai conquistar meu coração,porque ele pertence a apenas uma mulher:Charlotte black.

Pansy riu divertida.

-Oh isso é ainda sobre a defunta?Pare Draco,Charlie deve esta em estado de decomposição-diz cruelmente-Ela MORREU,e JAMAIS vai voltar.

Eu me aproximei daquela garota e sorri tranquilo.

-Pois mesmo morta Charlotte continua tendo o meu amor,já você continua sendo a pessoa que eu mais desprezo-digo saindo em seguida.

Pov Hermione.

Após a conversa com o conselheiro Dumbledore,eu fui até o salão onde Bellatrix almoçava sozinha.

Eu me sentei bem longe dela e as criadas serviram o almoço,era pernil assado,arroz e vários tipos de legumes e verduras.

-Você me surpreendeu sabe garota, tem grande potencial-diz a mulher quebrando o silêncio-Enviou Lúcio para a prisão,por eu não esperava.

-Eu dispenso seus elogios Bellatrix,Lúcio mereceu oque houve-digo comendo o pernil-E em breve você também terá oque merece.

-Isso nós veremos querida sobrinha-diz sarcástica-Sou mais esperta que o imbecil do meu cunhado.

-Você acha que é esperta Bellatrix,mas no fundo morre de medo de perder-digo séria-Você vai caí Bella,eu juro que vai,todos os culpados vão pagar!

-Inclusive você "Charlie" não se esqueça que você está enganando o rei-diz fria.

Eu engoli em seco.

-Eu só estou salvando a vida de meu pai,e não me arrependo disso-digo angustiada.

Bellatrix mastigou a comida e bebeu um gole do vinho,logo depois me fitou com frieza.

-E quem disse que Sirius Black está vivo?Você tem aprontado demais com Lúcio-diz secamente-Quem garante que ele não mandou que matasse aquele plebeu imundo?

Eu neguei com a cabeça.

-O trato era eu me casar para meu pai sobreviver,você deu sua palavra-disse tentando conter meu desespero.

Bellatrix assentiu com a cabeça.

-Eu de fato não mandei ninguém matar Sirius,já Lúcio eu não garanto nada-diz sorrindo de lado.

Eu me lavantei da mesa e saí daquele lugar indo em direção ao estábulo, onde abraçei minhas pernas chorando.

Será que malfoy já esperando que fosse preso armou essa vingança?Será que meu pai está morto?

Estou lutando tanto apenas para mante-lo vivo,não..papai está vivo..está me esperando..

Mais e se não estivesse? oque seria de mim sem meu pai?

-Srta Black?Aconteceu alguma coisa?-pergunta o rei chocado.

Eu continuo a chorar e soluçar,Snape desce do cavalo se agachando ao meu lado.

-Quem é você garota?Porque é tão misteriosa?-pergunta completamente intrigado.

Eu apenas deitei minha cabeça em seu ombro,Snape se surpreendeu mas nada fez,ficando em silêncio, enquanto eu chorava.

-Você é tão frio e vazio,parece não ter sentimentos-digo o fitando.

Snape permanece indiferente.

-Algumas pessoas que menos desmotram amor,são as que mais amam-diz seco-Não chore Srta Black,seja oque foi que houve,enfrente a situação de cabeça erguida.

Eu assenti com a cabeça limpando meu rosto.

Mas continuei com meus pensamentos,eu estava tão confusa,eu não odiava Snape..eu..não sei explicar.

Não quero admitir que o admiro,que ultimamente tenho pensado tanto nele,descrevendo mentalmente seus defeitos,e suas qualidades.

Relembrando de todos os momentos que vive com esse rei tão complexo,desde minha vingança no vilarejo até o momento que o abraçei e agradecimento por ter feito justiça.

E agora?Oque devo dizer?Como agir?

Hoje a noite teremos um baile,para comemorar a prisão de Lúcio-diz indiferente-O povo do vilarejo exigiu isso,e eu o farei.

Aquilo de fato me surpreendeu,um baile?Narcissa iria ficar furiosa.

-Os plebeus irão participar?-pergunto séria.

-Não,eles farão a festa no próprio vilareho-diz sério.

--Certo-respondi nervosa-Estarei bem vestida.

Snaperevirou os olhos.

-Srta Black devo lhe dizer que esse baile será o inicio-diz me fitando-Essa noite eu a pedirei em noivado.

Eu senti meu coração acelerar em nervosismo,definitivamente não estava preparada para isso,nunca estaria.

-Bom obrigada isso é uma informação útil-disse ironia.

-Estou tão feliz quanto você Srta Black,infelizmente esse casamento terá que acontecer-diz suspirando e apenas diga sim,o resto não se preucupe,não será obrigada a nada.

Eu assenti com  cabeça pensativa.

-Você ama outra mulher?Porque não se casa com ela?-pergunto curiosa.

-Porque ela está morta,assim como meus sentimentos-diz secamente-Até a noite Srta Black.

Eu permaneci no estábulo chocada com aquela revelação,Snape amava uma mulher..que estava morta.

Aquilo era tão..tocante.

Pov Lúcio.

Estou naquela prisão imunda e misturado com vários tipos de criminosos,lá encontrei um antigo amigo:Igor Karkaroff.

-Lúcio que surpresa em te ver velho amigo-diz entediado-Soube do que aconteceu ontem?

-Que Bartô júnior foi morto ao tentar assassinar a noiva do rei?O lord o mataria de qualquer jeito-digo frio-E você oque fez para este aqui?

Igor riu sem humor.

-Coloquei fogo na casa de uma familia de plebeus-diz divertido-Lupin me jogou aqui, aquele doente me paga,e você quem te mandou pra cá?

-Uma vagabunda chamada Hermione Black,Lupin e aquele maldito do snape-digo com desprezo-Eu passei mais de vinte anos roubando o ouro do rei para nossa causa,por ordens de Voldemort,e agora ganhei isso.

-Não se preucupe amigo..riddle irá recompensar há todos nós-diz Igor esperançoso.

Pov Remo.

Eu e Sirius voltamos para a casa de meu amigo,nós procuramos por todo o vilarejo mas não encontramos Hermione.

Meu amigo estava desesperado é claro,mas eu o tranquilizei é claro,dizendo que iríamos procurar por Avaria também.

-Vamos encontra-la Sirius,você tem pelo menos uma fotografia dela?-pergunto cansado.

Sirius assente com a cabeça e tira uma foto da jovem de dentro da gaveta,a garota era idêntica a noiva do rei.

-Meu Deus não pode ser..

-Oque foi Remo?Você conhece minha filha?-pergunta Sirius ansioso.

-Preciso voltar a Avaria o quanto antes Sirius,venha comigo-digo apressado.

Pov Hermione.

Estava em meu quarto e me arrumava para o baile,meu vestido era azul escuro e longo,meus cabelos estavam presos em um coque frouxo,minha maquiagem era forte e marcante.

Eu decidi que Luna iria na festa também, a jovem trajava um lindo vestido rosa claro e longo,seus cabelos estavam soltos,e sua maquiagem era delicada.

-Mas..Charlotte, eu sou uma criada,isso não está certo-diz constrangida-Eu deveria estar trabalhando no baile.

-Eu vou ser a rainha Luna,e quero que participe da festa-respondo sorrindo-Você está linda,Draco ficará encantado.

Luna sorriu triste.

-Para por favor Charlotte,seu primo e eu somos apenas amigos..

-Eu vejo como olha pra ele,com carinho e amor Luna-digo percebendo que ela estava ficando corada.

-Do mesmo jeito que você olha para o snape não é?-pergunta sarcástica.

Eu arregalei os olhos atordoada ri.

-Não fale besteiras lovegood-disse irritada.

Pov Pansy.

Então aquela ordinária da plebeia estava querendo unir Draco com a criada?Além de ser idêntica a Charlotte,está me atrapalhando como sempre..

Mas isso não ficará assim.

Pov Severo.

Eu estava no baile bebendo uísque com os convidados, notei que Narcisa parecia menos deprimida,isso me deixou aliviado,afinal nunca tive nada contra ela,e não desejo mal nem a ela,nem ao cabeça de milho do filho dela.

-Onde estão as alianças Severo?-pergunta Alvo divertido- Finalmente vai pedir alguém em noivado,fico feliz em ter sobrevivido para ver isso.

Revirei os olhos com o comentário daquele velho engraçadinho.

-Não se faça de bobo Alvo,nós dois sabemos que estou me casando por obrigação-digo seco.

Dumbledore riu e murmurou um "sei" baixinho.

Draco malfoy logo se juntou a mim conversando.

-Quero agradece-lo majestade,por ter tido a bondade de permitir que eu e minha mãe continuasse no castelo-disse sincero-O senhor é bom até demais.

-Sei que Charlotte gosta de você,agradeça a ela-disse me arrependo em seguida.

Eu me amaldiçoei mentalmente pela estupidez que eu disse,estou ficando louco?Talvez a idade realmente deve ter chegado.

-Agradecerei sim majestade responde o louro sorrindo de lado.

Logo Charlotte desceu as escadas deslumbrante,ela veio em minha direção e sorriu forçado.

Eu peguei em sua mão e depositei um leve beijo.

Pov Luna.

Após algumas moças chegarem ao salão de festas,eu também desci as escadas,eu estava tão feliz,me sentia tão especial,vestida como uma princesa.

Porém ao descer todos os degraus senti uma chuva de tinta azul cair em cima de mim,a tinta molhava meus cabelos, meu vestido,e eu cuspia tinta.

Meus olhos se encheram de lágrimas ao ver várias pessoas me fitando,alguns gargalhavam,inclusive alguns criados.

O rei,Charlotte,Draco e Dumbledore me fitavam penalizados.

Eu acabei escorregando na tinta e caí no chão,estava humilhada perante milhares de pessoas.

Logo ouvi barulho de palmas Pansy parkinson vinha em minha direção gargalhando satisfeita.

-É aí o seu lugar serviçal,no chão,aos meus pés-diz me fitando com desprezo.













Notas Finais


Oque acharam do capitulo?Dumby sempre sendo digno de admiração❤
Bellatrix colocou coisas na cabeça da mione que acreditou..
Remo descobriu o segredo da plebeia,e agora oque ele vai fazer?
Hermione está confusa em com seus sentimentos..
Segredo revelado:O homem de preto era Bartô crouch Jr,teremos Voldemort sim,mas de um jeito bem diferente,logo vou revelar mais sobre a história dele.
Pansy é uma vaca,quem quer matar ela?
Sei que essa cena é idêntica a da famosa cena em que Ana Francisca é humilhada na novela Chocolate com pimenta.
Mas a reação de Luna será totalmente o contrario,achei importante colocar essa cena,afinal Luna sofrerá muito preconceito.
Espero que tenham gostado,qualquer duvida é só perguntar.. Até o próximo bjs😍😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...