História Coração Macanico - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias D.Gray-man
Tags Loucura
Visualizações 1
Palavras 253
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Tortura, Transsexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoinhas do meu coro vou explicar o que acontece aqui:
*semana cultural;
+extra falta de criatividade;
+extra cansasso;
+enaqueca dlç.

Capítulo 2 - Ele é igual a mim?


Entramos no colégio foi um silencio no pátio cheio de alunos Tally parou já eu a segurei pela mão e sai andando, eu sou uns 24 centímetros mais alta que ela, só a puxei para dentro da mansão que era aquele colégio ela sempre andava com uma pasta sobre mim entramos na sala aqueles dois garotos que ela conversava todo dia um acenou, sei que ele e ela se gostam mas não admitiram ainda, vamos até ele que é da minha altura e o outro garoto que tinha uma costuro no pescoço como as minhas ele é bem mais alto acho que ele é do.

_Oi Marco!!- pula para o abraço ele abraça a Tally.

_Como você ta? Não caiu da moto?

Faço careta e o garoto alto sorri enquanto me observa.

_Ei! Eu sei pilotar e eu dei o capacete pra ela...

Eles riem de repente o “Slender men” Pegou minha mão e se curvou sussurrou em meu ouvido.

_É um prazer, meu nome é Juuozo e a senhorita? Pois não vou chama la de garota robô sempre. – ele se afasta e beija minha mão me encarando depois sentimos um choque e estremecemos mas foi bom.

_Sou Pann e o prazer é meu agora que sei seu nome não preciso chama lo de Slender men – nos olhamos e começamos a rir.

Paramos ao perceber que os dois estavam nos gravando e os olhamos com expressão de “por que sempre nos gravam” só me toquei agora que estou vermelha isso nunca tinha acontecido.


Notas Finais


não seiiii caks e coffee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...