História Corações de Fogo e Agua Unidos. - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Fairy Tail, Romance, Sentimentos, Surpresas
Exibições 114
Palavras 1.726
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoal. Aqui esta mais um capitulo. Espero que gostem.

Capítulo 11 - As Vozes de Aquarius e Igneel.


Fanfic / Fanfiction Corações de Fogo e Agua Unidos. - Capítulo 11 - As Vozes de Aquarius e Igneel.

-Lucy-

Eu não posso deixar ele desaparecer. Será que pra salvar quem eu amo eu vou ter que me entregar a um demônio? Infelizmente parece que eu não tenho escolha. Se o meu corpo é o preço para manter o homem que eu amo vivo...eu terei que dizer a ele as únicas palavras que eu pensei que jamais diria a um demônio: Sim.

-E.N.D-

Depois que deixei a garota chorando no chão da cela onde a coloquei eu fui para a minha sala do trono que ficava no andar de cima e fiquei apenas sentado no meu trono apoiando minha cabeça no meu braço e olhando para o trono vazio que estava do meu lado e que logo estaria ocupado pela minha mais nova rainha. Então eu senti uma presença estranha que eu conhecia muito bem. Na verdade eu já tinha sentido essa presença há muito tempo. Então eu disse:

- Por quanto tempo pretende se esconder?

A pessoa saiu das sombras e parou ao meu lado e disse:

- Só estava esperando você perguntar.

- É bom te ver de novo. Meu irmão. - Eu disse mostrando ao meu querido irmão Zeref que eu estava feliz em vê-lo depois de tantos anos.

- É bom vê-lo também. Imagino que agora que voltou você pretende terminar o que começou em sua vida passada. - Ele disse no tom dele de sempre.

- Como sempre você esta certo meu irmão. Mas creio dessa vez será bem mais difícil. - Eu disse com um tom pensativo.

- E por que você acha isso irmão? - Ele perguntou.

- Os sentimentos dela pela minha versão mais fraca são muito fortes. Será difícil controlar ela enquanto ela permanecer forte. Eu tenho que deixa-la fraca. - Eu disse respondendo a pergunta do meu irmão.

- Você acha que ela é capaz de quebrar o selo? - Ele perguntou um pouco curioso eu diria.

- Talvez. Eu creio que um fragmento muito pequeno das memórias da vida passada dela tenha escapado para ela ter a ideia de se converter nessa guerreira que ela chama de Sailor Moon. Isso só pode significar que o tempo esta acabando. Eu tenho que realizar logo o ritual. - Eu disse com um pequeno tom de preocupação.

- Neste caso é melhor você ir logo irmão. - Ele disse e depois desapareceu nas sombras.

Meu irmão realmente não mudou nada durante todos esses anos em que estive adormecido. Então chegou a hora de eu me divertir um pouco com a garota.

-Lucy-

Depois de algum tempo ele voltou e perguntou com um olhar e um sorriso provocador:

- Então minha querida Lucy...já fez sua escolha?

- Sim. - Eu disse secando algumas lágrimas que escorreram pelo meu rosto e me levantando e olhando para ele. - Eu aceito.

Em um movimento rápido ele ficou atrás de mim e com um tom provocador ele sussurrou no meu ouvido:

- Sabia escolha.

Depois que ele disse isso ele tampou os meus olhos e um minuto depois quando ele destampou os meus olhos nós não estávamos mais na cela onde ele havia me colocado. Nós estávamos em um quarto com uma cama bem grande com cortinas transparentes ao redor dela. Quando eu olhei bem percebi que minhas roupas também haviam mudado. Agora eu estava vestindo um longo vestido branco quase reluzente de alça fina e um pouco justo. Ainda atrás de mim ele sussurrou no meu ouvido:

- Por enquanto descanse E depois pretendo me divertir um pouco com você.

Eu não vi mas tenho certeza que ele estava sorrindo quando disse isso. Quando eu me virei para vê-lo ele já tinha sumido. Eu nem pensei direito no que fiz eu apenas passei pelas cortinas e me deitei na cama e alguns segundos depois eu adormeci e comecei a sonhar. Eu estava perto de um lago, estava de noite e a lua cheia  estava refletindo nas aguas calmas do lago. Quando eu vi o meu reflexo na agua eu fiquei um pouco surpresa. A roupa que eu estava usando parecia uma roupa de guerreira. Ela era azul escuro com detalhes em dourado e tinha uma coroa na minha cabeça. De repente eu ouvi alguém parando ao meu lado.

- Preocupada com alguma coisa? - A pessoa perguntou. Pelo tom de voz eu já pude deduzir que era um homem.

- Talvez. Essa guerra já dura a muito tempo. E por cauda dela temos que ficar sempre escondidos para não sermos descobertos. - Eu disse no meu sonho com um pequeno tom de tristeza e olhando par baixo.

De repente ele pegou a minha mão e me puxou para perto dele. A camiseta que ele usava era vermelha com detalhes amarelos e ele tinha um cachecol parecido com o do Natsu. Mas ao mesmo tempo era diferente. Ele tinha chifres, asas, garras e uma cauda de dragão. Eu não consegui ver o rosto dele mas eu não conseguia desviar o olhar dele. Ele colocou a mão no meu rosto e disse em um tom doce e suave:

- Eu também não gosto dessa guerra. Mas ela não vai nos separar. Eu lutarei contra qualquer um por você. Por que eu te amo Celestia.

- Eu também te amo Draco. - Eu disse sorrindo.

Depois de um clarão de luz eu acordei. Eu me sentei pra ver se estava sozinha. Quando eu olhei para o lado vi que a cama estava encostada na janela. Então eu fui até a janela segurando o lençol na altura do meu peito. Quando eu cheguei na janela eu coloquei a minha mão na janela e vi que já estava escuro e que estávamos em um lugar bem alto. Ou seja eu realmente não tinha para onde fugir. Então um pouco confusa eu disse:

- Um sonho...? Foi só um sonho...?

De repente o símbolo da Aquarius que estava no meu peito brilhou e o meu vestido da Aquarius apareceu. Então de repente mesmo a janela estando fechada um vento forte soprou e alguém disse:

- Sim e não ao mesmo tempo.

Eu me virei e ele estava deitado atrás de mim e sem camisa. Eu virei o rosto rapidamente para não olhar para ele e com um pequeno toque de raiva na voz eu disse:

- E quanto ao Natsu? Você prometeu que se eu aceitasse ser sua rainha você libertaria ele.

- Você ainda não entendeu princesa? Eu já tinha te dito isso antes. - Ele disse e de repente abraçou o meu pescoço por trás e sussurrou no meu ouvido. - Eu sou o Natsu. Só que num momento ele esta selado dentro da minha mente.

Ele já tinha me dito isso antes mas eu não acreditei. Mas agora infelizmente eu acredito. Se ele e o Natsu são a mesma pessoa e eu amo o Natsu isso significa que eu também o amo. De repente ele segurou o meu rosto com uma das mãos dele e me beijou. Quando ele se virou ele ficou por baixo e eu por cima. Eu tirei o cachecol do Natsu do pescoço dele, ele passou a cauda de dragão dele por trás de mim e agarrou a minha perna e depois começou apertar o meu peito. Depois ele tirou o top do meu vestido e me prendeu próxima a ele e depois disso eu não me senti eu mesma. Quando eu fechei os meus olhos acho que eu me perdi na minha mente por que eu me vi em flutuando em um lugar feito de cristal com agua no chão. Eu estava usando o mesmo vestido que eu estava usando antes do símbolo da Aquarius brilhar. Então eu cai de joelhos no chão e só fiquei olhando para baixo.

- Não quero ver mais nada. Não quero sentir mais nada. Isso não pode ser real. Natsu...se sacrificou tantas vezes para me salvar. E agora...ele desapareceu para sempre. - Eu disse quase chorando.

- Já esta desistindo tão facilmente? - Disse uma voz.

- Eu não sou tão forte. O Natsu sempre me salvou. Ele sempre me protegeu. Se não fosse por ele eu já estaria morta. Agora que ele desapareceu eu sinto que perdi todas as minhas forças. - Eu disse agora chorando de verdade.

- Ele ainda esta vivo e você sabe disso. Sabe em seu coração que ele ainda esta vivo e preso na mente desse demônio que te mantém presa. - Disse a voz novamente e dessa vez eu a reconheci.

- Aquarius. - Eu disse ainda olhando em volta.

De repente as aguas atrás de mim começaram a levitar e depois de um brilho azul a Aquarius se revelou:

- Olá Lucy. Há quanto tempo. - Ela disse sorrindo.

- Aquarius....Mas como isso é possível? - Eu disse chorando mas dessa vez as minhas lágrimas eram de alegria não de tristeza.

- Nós estamos ligadas. - Ela disse colocando a mão no símbolo no peito dela e eu fiz a mesma coisa. - Nosso elo é mais forte do que eu pensava. Escute Lucy. Você e toda a Fiore correm grande perigo. - Ela disse ficando seria no final.

- Como assim? - Eu perguntei um pouco assustada.

- Essa é uma historia antiga porém verdadeira. Uma historia que aconteceu há 100.000 anos. - Ela disse.

-Natsu-

Depois de muito tempo batendo na barreira que me prendia na minha mente ( ou na do E.N.D ) eu comecei a desistir e cai de joelhos no chão.

- Lucy....Me desculpe. Eu não consegui te salvar. E eu não pude te proteger. - Eu disse com raiva e tristeza na voz.

- Já esta desistindo tão fácil assim da garota que você ama? - Disse uma voz que eu reconheci no mesmo instante mas achei que isso era impossível.

Quando eu me virei lá estava ele. O rei dos dragões de fogo. Igneel. Meu pai.

- Igneel! - Eu disse correndo até ele e o abraçando. - Pensei que nunca mais o veria. - Eu disse me afastando do abraço.

- Eu disse que sempre estaria com você Natsu. Agora escute! Você, Lucy e toda a Fiore correm perigo. - Ele disse ficando serio no final.

- Que tipo de perigo. - Eu perguntei um pouco preocupado.

- Esta é uma história antiga porém verdadeira. Uma história que aconteceu há 100.000 anos atrás. - Ele disse.


Notas Finais


Bom pessoal espero que tenham gostado. Quando eu puder eu trago o próximo capitulo. Até a próxima e que a sorte esteja sempre a seu favor.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...