História Corazón - Gastina - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Delfina, Gaston, Jazmin, Luna Valente, Matteo, Nina, Personagens Originais, Ramiro, Simón
Tags Agustín Bernasconi, Carolina Kopelioff, Gastina, Lutteo, Sou Luna
Exibições 271
Palavras 1.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie maraviss
Hoje o dia foi bem corrido, desculpem a demora
* LEIAM AS NOTAS FINAIS
Obrigada por cada comentarios, não sabem o sorriso que colocam em meu rosto <3 Amos vocês!
Boa leitura!

Capítulo 21 - I'm... Pretty?!


Fanfic / Fanfiction Corazón - Gastina - Capítulo 21 - I'm... Pretty?!

Narrador on

 O garoto estava tão distraído com a Nina que nem viu a bola que Xavi chutou ir em direção ao seu rosto. Todos os olhares se voltaram para o grito de Matteo, que tentou alertar o amigo, mas já era tarde demais.

A bola preta e branca de futebol o havia acertado em cheio e agora Perida estava no chão. Julgamentos começaram a ser feitos e tudo apontava que Xavi fez de propósito, o chute foi certeiro, por puro ciúmes de Nina Simonetti.

Nina on

Uma roda se formou em volta de Gastón, todos estavam preocupados, alguns invejosos tinham um sorrisinho no canto do rosto.

-Se afastem! Deixa-me ver o colega de vocês - a professora gritou entrando no meio da multidão.

- O que aconteceu? - Gastón abriu os olhos, totalmente desnorteado.

- Eu o levo pra enfermaria – Matteo entrou na frente da roda.

- Não vou deixar você ir com sua dupla dinâmica e depois vocês ficarem perambulando pelo colégio, preciso de uma aluna responsável.

- Professora eu posso levar.

- Não professora, por favor, eu levo o Gas

-Professora deixa eu.

As meninas gritavam, não sei o porquê tanto reboliço por causa do Perida, as meninas pegavam um pau exagerado para aquele garoto, por isso ele era convencido daquela forma.

- Eu não ligaria se todas me acompanhassem professora – Gaston sentou, e deu um sorriso malicioso.

- Quem vai te levar vai ser... – a professora começou a procurar com o olhar, enquanto eu saia de fininho da quadra.

- Simonetti?

- Hum? – Supliquei para que não fosse o que eu estava pensando.

- Você vai levar Gaston para enfermaria. – A professora sorriu.

- Mas... – Tentei argumentar.

- Mas nada, você nunca gostou de ficar na aula mesmo.

Bufei e andei até o Perida, recebendo olhares raivosos das meninas.

-Levanta logo.

Gastón sorriu debochado, seu lábio estava cortado, mas mesmo assim ele continuava lindo, que raiva desse garoto.

Agradeci por Gastón ter ido o caminho todo em silencio.

Matteo on

Fiquei preocupado com meu amigo, mas sabia que ele estava em boas mãos, afinal ele estava com Nina, e eu tinha certeza que ele tiraria proveito dessa situação.

Voltei a jogar, mas reparei que um grupo de moleques estava falando de alguma garota, nós reparávamos em todas as meninas, ainda mais com aquelas mini roupas, mas meu sangue ferveu quando eu escutei de quem estavam falando.

- Quem vocês estão olhando? – Gritei, entrando na rodinha.

- De quem mais seria? Da Luninha deliciosa. – Jake sorriu com malicia.

- Ela não é pro bico de vocês. – Medi meu olhar com ele.

- Isso é o que nós vamos ver. – Jake me desafiou com o olhar.

- Experimenta – Girtei.

Jake me encarou debochado e foi até o jogo das meninas, elas haviam parado para tomar agua.

- Oie gatinha – Vi-o sussurrar no ouvido de Luna.

- Se afasta dela agora – Gritei, enquanto uma rodinha se formava em nosso volta.

- E seu não quiser? – Jake gritou, segurando a cintura de Luna.

- Eu vou te matar Jake – gritei voando para cima daquele babaca.

Enfermaria 09H00 AM

A sala estava vazia, havia uma plaquinha escrita que estavam em reunião, ótimo! Gastón  se sentou na maca, enquanto seus olhos se prenderam em mim.

- Perdeu alguma coisa? – O encarei mexendo em meu óculos vermelho.

Não obtive resposta, Gaston me olhava dos pés a cabeça, tentei entender o porquê, até lembrar que estava com aquela roupa ridícula.

- Gaston! – Gritei

- Hum – Olhou em meu olhos.

- Quer alguma coisa? – Revirei os olhos.

- Você.

- Que? – Arregalei os olhos.

- Que...Quero falar com você – Ele coçou a nuca.

Respirei aliviada.

- Fala logo? – O olhei impaciente.

- Será que pode me ajudar? Minha boca ta doendo pra caralho.

- Ta – O respondi.

Peguei um saco com gelo que estava na pia da enfermaria e coloquei sobre o ferimento de Gaston, ele estava sentado na maca, então eu fiquei em pé no meio de suas pernas, isso não era bom, estávamos próximos demais.

- Ai – murmurou.

- É só água garoto – Revirei os olhos.

- Você esta apertando com força, merda!

- Desculpe mocinha – o olhei debochada.

- Não me provoca, Simonetti!– me fuzilou.

Respirei fundo e diminui a pressão sobre sua boca.

- Viu, você sabe ser amorosa quando quer.

- Talvez com quem mereça. – murmurei.

Gaston não me respondeu, seus olhos focaram em mim. Os meus rolaram automaticamente para sua boca, merda!

- O que foi? – foquei em seu olhos.

- Você.

- Ahn? – O encarei confusa.

- Você é linda!

Procurei um sorriso falso em seu rosto, ou um olhar de sarcasmo, mais ele estava com os olhos indecifráveis.

- Acho que a bola bateu com muita força em sua cabeça, Gastón.

- Por quê? – Perguntou confuso.

- Você me elogiou, droga! – Respondi me virando e indo buscar mais gelo.

Estava de costas encostada na pia, focada no que estava fazendo, quando senti duas mãos em minha cintura.

- Disse apenas a verdade – Gaston sussurrou em meu ouvido.

Droga! Aquele sussurro fazia todo meu corpo entra em circuito e meus pelos se arrepiarem.

- Sabe, deveria ser proibido, meninas usarem esse tipo de roupa em um colégio – Continuou sussurrando, enquanto suas mãos subiam por meus braços.

- Pela primeira vez eu concordo com você Perida – Virei de frente, colocando a mão em seu peito.

- Concorda? – Me olhou confuso.

- Eu me sinto ridícula com essa roupa – olhei para meu próprio corpo.

- Ridícula? – Gaston quase gritou.

- Sim, olha o tamanho desse shorts – Gaston desceu o olhar para minhas pernas e suas mãos foram para la.

- Realmente, muito curto – Ele falou com o olhar perdido em minhas pernas.

- Olha essa regata, tão apertada que mal consigo respirar.

Gaston direcionou suas mãos para os meus... Para os meus.... Peitos?!.

- Gaston! – Gritei me afastando.

- Porra Nina! Você quer me enlouquecer, merda! – Gritou passando as mãos em seu cabelo.

- Que merda eu fiz agora?! – O olhei confusa.

- Eu sou homem, e uma garota gostosa esta na minha frente, falando para olhar sua mini roupa, o que você quer que eu faça? – Gritou enquanto colava seu corpo ao meu.

- G... Gostosa? – minha voz falhou.

- Você não percebe né? – Gaston sussurrou.

- Não sei do que você esta falando, eu nunca te entendo Gaston – O olhei confusa.

- Você não percebeu o olhar dos moleques em você?!

- Talvez por que eu esteja ridícula?!

- Você viu o que causou meu acidente? – Me encarou profundamente.

- Nossa Gaston – Revirei os olhos. – A bola – Respondi

- Merda, Nina! – Ele me apertou forte, contra a pia.

- O que foi? – Sussurrei.

- Você... Você causou meu acidente!– gritou.

- Não viaja, Gaston!

- Porra Nina!

Gaston apertou meu corpo, e seus olhos rolaram para minha boca, ele aproximou seu rosto do meu, estávamos tão próximos que eu sentia cada parte sua.

- Você não tem noção do efeito que causa em mim?! 


Notas Finais


Espero que gostem!
Prometi dois hoje, mas estou morrendo de sono, amanha terá 3 ou até mais para compensar o de hoje
Desculpem! O dia foi bem corrido hoje.
Comentem, amo ler o comentário de vocês <3
Beijso doces


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...