História Corpo Blindado - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Bts, Crossdresser, Jikook, Jimin Alfa, Jimin Seme, Jungkook Uke, Junkook Ômega, Namjin, Universo A/b/o, Vhope
Exibições 112
Palavras 1.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá Gente, Para quem não viu a Nota que eu tinha postado antes, eu escrevi lá que eu estava reescrevendo essa Fanfic e se vocês derem uma olhadinha básica nas Tags podem ver que eu mudei os couples que eu shippava no ano passado e os adaptei para novos jsjsksks
E que agora a FIC SERA UNIVERSO ABOOOO IUUUPPP 😁😂😂
ADORON ESCREVER UM ABO MAROTO
Bom eu terminei esse capitulo todo hj e desde já peço desculpas pela formatação eu escrevi ele inteiro pelo celular Ent relevem qualquer erro!

Bom esse capitulo eh soh um prologo eu realmente mudei muitas coisas depois da ideia de reescrever essa fanfic e agora eu espero conseguir desenvolver o Plot direitinho
Bom essa capa eh provisória tbm
Amanhã eu vou dar um jeito de ter una capinha novinha pra por aqui na Fic
Bjooos espero que gostem!

Capítulo 1 - Prólogo


Sabe, muitas pessoas passam por coisas em suas vidas que não sabem se aquilo foi realmente necessário para si, se algo muito importante tivesse acontecido ou deixado de acontecer mudaria sua vida complemente. Eu sempre me fazia esse tipo de pergunta, pois eu me achava uma pessoa estranha no meio de tantas outras, eu realmente não queria ser igual a todos, Pelo fato de eu ser um ômega minha vida não tinha lá suas grandes emoções que a vida poderia me proporcionar se eu fosse um alfa um ate um beta, eu poderia me defender sozinho da humanidade, também poderia evitar que pessoas imundas colocassem as mãos podres em meu corpo. Eu sempre fui delicado demais oque não era um ponto negativo na minha vida e outra que eu adorava ser carinhoso e ser mimado pela minha familia e amigos apenas pelo simples fato de eu ser um menino delicadinho ao extremo, que adora usar roupas Femininas e ate mesmo me referir a min mesmo no feminino sem perceber. Eu era como a princesinha da família e com toda certeza adoro esse título.

Pelo fato de usar roupas delicadas e ser um ômega indefeso, muitas achavam que eu os deixariam se aproveitarem de meu corpo só porque na verdade eu não ia conseguir me defender sozinho. Oque é um engano. Eu jamais deixaria qualquer pessoa estranha tocar em meu corpo por que esse momento especial eu deixaria para ter com alguem que eu amasse de verdade, eu realmente acredito em amor verdadeiro e por mais louco que possa parecer eu o encontrei em um policial que a min só tinha consciência o seu sobrenome!

Jung ....

Mesmo sendo um nome bonito, não combinava em nada com aquele lindo policial que me salvou do dia que poderia ter se tornado o pior de toda a minha vida. Ele tinha olhos penetrantes, cabelos arrumados perfeitamente caiando em cascatas ate a altura de seus olhos pequenos, corpo totalmente escultural, mesmo sendo lindo daquela forma o mesmo possuía uma áurea seria mais com toda a gentileza e virilidade que um Alfa poderia possuir.

Alfa, era o seu cheiro amadeirado que exalava aquele dia em que ele me salvou, o aroma que um alfa exalava quando estava tentando proteger alguem ate mesmo com sua própria vida.
E Eu apenas só precisei ouvir de si a pergunta de que eu estava bem e receber um olhar preocupado e analisador em minha direção para sentir minhas bochechas esquentarem e meu coração começar a acelerar sem realmente ele ter feito muito esforço para conseguir todas aquelas reações de min.

Eu me sentia Tão tolo com minhas reações precipitadas e ingênuas demais para chegar ate o nivel de cair de amores por uma pessoa que servia a Justiça, e que provavelmente era uns Bons anos mais velho que eu. E o pior. Porque ele se interessaria por uma pessoa como eu? Na verdade se ele me salvou era porque aquilo fazia parte de seu trabalho, era sua obrigação!
Mais não era isso que meus olhos queriam ver, nao era isso que minha mente queria pensar e muito menos oque meu coração queria saber. A única coisa eu eu sentia era que eu me atraia na verdade pela pessoa que eu nunca tinha visto, não sabia sua idade, onde morava e muito menos se seu nome seria mesmo Jung.

Mais foi mais forte que eu. Eu era um ingênuo isso sim. Onde já se viu? No primeiro contato com alguem você se ver completamente apaixonado, Na verdade eu sentia que era um sentimento precipitado, eu não estava apaixonado, era apenas uma atração pelo guarada que eu havia encontrado no beco e que por um acaso havia salvado minha dignidade com seus atos de policial mais tambem com atos de um alfa totalmente maravilhoso e que se mostrava o quanto poderia ser um homem atencioso e eu simplesmente amava aquilo, mesmo não o conhecendo eu via que meus amigos omegas tinham aquele sentimento de proteção que sentiam quando estavam ao lado de seus alfas, eu Também queria aquele sentimento, Eu queria alguem para me proteger, queria alguem para amar e me amasse de volta da mesma forma....

Eu queria dizer que ele era meu, e que um dia nos iriamos nos cruzar novamente por que isso era de fato nosso destino, mais Depois de três meses sem nunca encontra-lo pela ruas novamente, minhas esperanças de encontra-lo se acabavam e apenas sobrava as lembranças e o sentimento que aquele promessa e sorriso que ele me deu pela ultima vez antes de ir embora ficaram cravados em meu coração pela doce lembrança de que um dia eu pude encontrar o Alfa perfeito e ter o sentimento de que ele nunca pudesse ser meu ....

FLASHBACK ON:

25/03/2015

Coreia Do sul - Seul - Inverno

Eu havia acabado de sair da escola, ainda era apenas uma hora da tarde e meus amigos estavam querendo sair para comer algo na lanchonete que havia ao lado de nossa escola, Estavamos eu,  Taehyung meu melhor amigo ômega, Yoongi que era um alfa e o Namjoon Hyung que também era uma alfa, Eu estava distraido aquele dia e realmente não estava tão afim de ir até a lanchonete, Estava tao frio e eu apenas coloquei uma roupa que não esquentava tanta assim, minha saia preta e minhas  meias 7/8 com a bonitinha cinza que eu sempre usava para ir a escola em dias frios.

- Hyungs, eu estou com um pouco de frio, não coloquei roupas quentinhas hoje e estou congelado, acho que irei para casa!

- Quer que a gente te acompanhe Gukkie?  Pode ser perigoso você andar sozinho por ai? - Nam hyung olhava para min em quanto esperava minha resposta. Era sempre da mesma forma eles se preocupavam demais comigo, sempre com medo de que qualquer pessoa pudesse "deflorar minha inocência" como eles mesmos quase sempre diziam.

- Não tem o porque se preocupar Hyung, a rua esta bastante movimentada agora! - disse enquanto lhe lançava um sorriso e colocava um mexa de meu cabelo pra trás de minha orelha.

- Okay, Vá pela avenida Então Jungkook, sabe que aquele caminho que cortamos para voltar para casa é perigoso para um omega delicado como você passar sozinho, não seja teimoso e vá pela avenida me ouviu?

- Eu entendi Hyung!

- Se eu souber que você passou por lá, não irei te dar aquela blusa Lilas que tanto quer!

- Aish hyunggie, já disse que não irei, não ameça não me dar presentes é quase a mesma coisa que negar doce a uma criança.

- Sei, Você é quase uma criança Kookie. Estamos indo, Se cuida.

Acenei para eles que seguiram caminho diretamente para a lanchonete e logo voltei a caminhar, só que agora sozinho em destino a minha casa.
Andava distraidamente pela Rua enquanto olhava para baixo e quando vejo que a rua estava "estranhamente escura" levantei a cabeça e vi que meu instinto de não olhor por onde anda havia acabado de me encaminhar pelo lugar que o hyung havia dito para eu não ir, Arregalei os olhos e quando ia Começar a dar a volta para ir pela avenida novamente, fui cercado por dois alfas que me olhavam com olhares maliciosos e sorrisinhos que eram mais nojentos que do que suas próprias intenções, o mais alto deles parecia um brutamontes e acabou por me jogar no chão eu já começava a chorar porque eu tentava lutar e sabia que minha força era nula comparada a deles. Palavras de baixo calão eram desferidas a minha pessoa e aquilo estava machucando meu Lobo e quando eu vi que ali poderia ser meu fim e que aquelesa alfas podres iam começar a rasgar minhas roupas, eu ouvi!

Em alto e bom som, um rosnado que me fez chorar mais ainda e acabar por me fazer encolher sobre o chão e tentar me camuflar naquela pouca neve que havia caido mais cedo.

A cena a seguir havia sido pior ainda, os dois alfas que antes tentavam abusar de min lutavam um outro alfa que havia chegado depois, e pelos suas roupas me parecia ser um policia e alem disso um alfa puro sangue o que mostrava que ele era muito mais forte que aqueles dois eram juntos, ele conseguiu fazer os dois alfas ficarem desacordos, logo tirou de seus sinto duas algemas e acabou por prender os dois que se econtravam ainda no chão.
Ele veio ate a min e me ajudou a levantar me analisou calmamente de disse.

- Esse não é o Tipo de Lugar onde um ômega delicado como você deveria estar. Aqui realmente pode ser perigoso se você não tomar cuidado

- D-desculpe Não era minha intenção gerar mau entendidos a ninguém e muito menos causar algum alvoroço com minhas atitudes. - abaixei minha cabeca envergonhado com o olhar penetrante que ele dirigia a min, enrolei os dedos na barra da saia preta que eu usava naquele dia em quanto fitava meus pés com minhas botas cinzas que iam ate metade das minhas canelas.

- Nao Há problema, espero não te encontrar em lugares assim novamente!

-O-okay senhor guarda. - assenti em quanto segurava minhas lágrimas, ainda sentia medo do que realmente poderia ter me acontecido se ele não tivesse chegado.

- Não chore, Hum? Pense que se for ficar em perigo novamente eu estarei aqui para te proteger, mesmo que eu não saiba quem é você, meu dever é esse!

- O-obrigado senhor ....

- Jung, me chame de Jung! Tenho que ir prometa-me que não vira aqui sozinho.

- Eu prometo Jung - sorri para ele que não deixou de retriuir o sorriso, fazendo assim meu coração acalerar depois de ver aqueles lindos olhos castanhos sumirem se transformando em apenas duas meias luas.

FLASHBACK OFF:

Me lembro como se fosse ontem, ele se virou e me deu um pequeno Adeus antes de Partir e nunca mais eu o Vi novamente e nem achei que veria depois daquele.

Pelo menos não da mesma forma que foi da Última vez ....

   


Notas Finais


Bom eh isso Seus delicia jsjekskskske
Primeiro cap não tao primeiro assim.
Amanhã tento postar o próximo capítulo e por enquanto eh isso
Byee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...