História Corra. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 717
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


De coração, para coração, corra e siga seu próprio caminho. Pois seguir o de terceiros não lhe levará até onde verdadeira esteja bem.
---->Também postado no Nyah!Fanfiction.

Capítulo 1 - Capítulo 1- Corra.


Fanfic / Fanfiction Corra. - Capítulo 1 - Capítulo 1- Corra.

Corra, corra para bem longe, corra de seus problemas. Mas saiba bem meu jovem amor uma hora você terá de os enfrentar, divirta-se enquanto pode, o máximo que conseguir. Chame seus amigos e faça uma festa, trabalhem, amem, se aventurem nesse novo mundo, pois ele tem muito para dar a cada um de vocês. Ele não tem apenas coisas boas a se aprender, mas como também as coisas ruins que foram surgindo aos poucos nessa sociedade que tanto desejam participar e adentrar de cabeça.

Se apresse, meu querido, o tempo passa rápido, e não espera ninguém, por isso corra ainda mais rápido siga meus conselhos e bata de peito nos tormentos que estão por vir. Pode até mesmo evitar tais problemas, sei que por ser jovem acha que o mundo está em suas mãos, no entanto tenho uma grande novidade, ele não está, o seu tempo está acabando antes mesmo que perceba ela já grudou em seu encalço lhe esperando. O Tic-Tac constante tanto ouvido por ti não é nada mais nada menos que um aviso para que de meia volta e encare tudo que deixou para trás.

Estou aqui bem atrás de você esperado que olhe para trás e perceba o quanto esperei, todos sabem como esperei por este momento e você não o fez continuou a correr para bem longe de mim e quando gritei teu nome vi sua velocidade aumentar consideravelmente, para frente, sempre para frente nem um de seus passos vacilou desde que o tempo começou a lhe avisar sobre o que estava prestes a acontecer, me pergunto de onde tirou tanta coragem tão de repente enquanto eu estou aqui parado lhe esperando voltar. “Você vai voltar? ”, eu pergunto e a resposta vem com a sua respiração acelerada.

Está cansado de correr, vejo isso mesmo não conseguindo ver seu rosto, apenas encarando suas costas constantemente imaginando se o olhar tem mesmo tanto poder para chamar a sua atenção se minha voz não tem tal poder, querido, pare de correr, eu lhe imploro. Não quero que caia pois não chegarei a tempo de conseguir o segurar, vejo ao longe um de seus passos vacilar e aos poucos vai perdendo a velocidade, até que para, sua cabeça vira lentamente, achado que seria minha deixa dou um passo para frente apenas para ver o seu sorriso e acenar negativo de cabeça.... Quando estava caindo alguém lhe segura, suas forças parecem voltar e segurando a mão dela você volta a correr para bem longe.

Meu coração falha uma batida para que então se acelere e comece a doer com lágrimas aos olhos, seu caminho recomeça e com outra pessoa, na direção a luz ainda mais rápido se isso é possível, você não vai voltar, essa é a sua resposta, não vai, me pergunto por que esperei, se já seguiu em frente eu também deveria? Eu consigo? Teria força o suficiente para sair de sua trilha e ir até outro caminho? A única resposta já estava clara o suficiente. Não tinha força alguma para isso e meus passos eram vacilantes eram a prova cinco para seu caminho e apenas um para o lado em seguida de outro, e mais outros.

Minhas pernas doem e pergunto como você conseguiu aguentar isso, um grito de desespero sai de minha garganta para ecoar pelo local, meu coração dói tanto que chega a ser impossível não chorar ou a vontade de olhar para o seu caminho me perseguia durante o meu percurso. Havia outro alguém atrás de mim me olhando e chamando algo familiar soa em minha cabeça, paro por alguns segundos no lugar para olhar em sua direção e o chamo com a mão sua corrida é curta estendo a minha mão até a sua e agarro com força o puxando para frente em um tranco forte.

Se fosse para fazer tal caminho doloroso que seja com alguém, não quero estar só nesse percurso, irei levar outra pessoa comigo. Para bem longe daquele escuro, em direção da luz, uma luz como a qual você ia atrás. A liberdade de correr descontroladamente vem, uma risada escapa da pessoa que trago junto comigo, meu coração bate, e sorrio também grito o máximo que consigo e rio. É a minha vez de ir e deixar o passado para trás. E com mais alguém.


Notas Finais


Corra meu anjo, para sua própria luz.
Obrigada pela sua leitura amor.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...