História Correndo para você - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Original, Shounen Ai, Slash, Yaoi
Exibições 13
Palavras 722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Ficção, Romance e Novela, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá!! Trago para vocês mais um capítulo da minha história para vocês, e espero que gostem... ♡

Capítulo 2 - Correndo de você


- Então, o Bastian, AQUELE Bastian, tentou te beijar? - Larah dizia isso enquanto comia sua coxinha. - E como se não fosse o suficiente, secou o seu cabelo igual naqueles animes shoujo?

Estávamos no intervalo, sentados em um banco, comendo. Eu tinha acabado de contar para ela o que tinha acontecido no banheiro mais cedo.

- Foi isso que eu disse, não é? - eu falei, me virando para a direção oposta de Larah.

- E você disse que seu coração começou a palpitar...

- Eu não tô estendendo o motivo dessas perguntas...

- Você já parou pra pensar que você possa estar... - Larah parecia procurar as palavras certas. - "afim" do Bastian?

Eu me virei para ela. Larah não estava brincando. Ela estava realmente supondo que eu estava afim de um garoto. E não era qualquer garoto, era o Bastian. AQUELE Bastian. O bonitão misterioso dos olhos verdes. O cara que sempre acha um jeito de dormir. E a pior parte foi que eu considerei essa alternativa. 

Nós continuamos nos olhando. Um nos olhos do outro. Sem desviar o olhar nem por um segundo. 

- Eu... estar... do... - percebi que eu estava suando. E eu estava cada vez mais vermelho. - B-ba-bas...

- Eu estou certa? - disse ela sorrindo, com um olhar desconfiado. - Você tá MUITO vermelho, Ian. Acho que você deveria ser menos óbvio. 

- Mas... - comecei a dizer. - MAS ELE É O BASTIAN!

Percebi que acabou saindo como um grito. Corei mais ainda.

- O que tem eu? - disse uma voz  atrás de nós.

Eu e Larah nos viramos rapidamente. Bastian estava atrás de nós, apoiado no banco. Ele sorria tranquilamente, mas estava com uma sobrancelha levantada. 

- Err... - Eu tinha arregalado os olhos e estava serrando os punhos. - Eu... bem...

- Olha so! É o loiro que estava no banheiro! - Bastian começou a dizer, até que hesitou por um segundo. - O Loiro do Banheiro! Que interessante.

- Meu nome é  Ian - Eu disse, com mais firmesa. - não me chame assim, por favor.

- Então. - disse Larah. Deu pra ver que ela estava tentando esconder o sorriso. - Olá Bastian, eu sou a Larah, melhor amiga do Ian.  - ela estendeu a mão para Bastian, e ele a apertou. - Eu sei que pode parecer meio rude, mas eu gostaria de te pedir um favor. - Larah deu uma pausa e ficou olhando para Bastian, como se esperasse uma aprovação para prosseguir. Ele fez que sim com a cabeça, e ela continuou. - Ian é horrível em Inglês, e eu fiquei de ajudar ele hoje. Mas uma amiga minha me chamou pra ir pro cinema hoje, dizendo que pagaria pra mim, e eu realmente queria ir... 

- Larah. - Eu a chamei. Não gostava do rumo que essa conversa estava seguindo.

- Então. - Ela fingiu que não me ouviu. - Como eu sei que você é incrível em inglês, gostaria que ajudasse ele. Ele realmente precisa dessa nota, sabe.

Eu não estava acreditando. Provavelmente estava com a boca aberta naquele momento, olhando para Larah.

- Por mim tudo bem. - Bastian respondeu. - Você pode ficar hoje a tarde, Loirinho? 

Eu não estava acreditando. Não estava acreditando na situação,  no que eu teria que fazer, naquele apelido que ele acabara de me dar e, principalmente, no que eu estava sentindo.

- Claro que ele pode! - Larah disse, toda empolgada. - Essa coisa aqui não faz nada além de correr todos os dias. Não é, Ian?

- Mas-

Larah me beliscou antes de eu conseguir terminar a frase. Tive que fechar os olhos e morder o lábio inferior para não grunir. 

- Sim. - Eu disse, relutante.

- Então  tá combinado! - disse Bastian, com um sorriso radiante. - Mal posso esperar, Loirinho! Até logo.

Quando ele estava indo, desarrumou meu cabelo carinhosamente. Eu fiquei vermelho igual a um pimentão. 

- De nada, amiguinho. - disse Larah, colocando a mão no meu ombro. 

- Eu vou te matar. Pode não ser hoje, pode não ser amanhã. Mas eu definitivamente vou te matar. - Eu disse, tirando a mão dela do meu ombro. 

- Nossa, eu tenho que ir para o banheiro retocar a minha maquiagem! Te vejo daqui a pouco. - disse ela, se levantando e se afastando.

Meu coração estava tão acelerado, e estava cheio de um sentimento... inesperado.

Felicidade.

Talvez eu deva procurar ajuda psiquiátrica.


Notas Finais


Gente, eu percebi que os capítulos estão meio curtos, mas pode deixar que eu vou cuidar disso, viu? Provavelmente deve ser porquê eu escrevi os dois no meu celular, e isso cansa (sério), mas a partir de agora, vou escrever no computador. Então, muito obrigada por ter lido mais um capítulo! Prometo me esforçar cada vez mais pra agradar vocês! Deixem as suas sugestões e opiniões, omay


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...