História Correntes da mente - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor
Visualizações 2
Palavras 472
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Poesias

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


[...]Ame o próximo...

Capítulo 1 - Amor.


 Apresentaram-me uma pessoa, eu o conheci, e compreendi seus ensinamentos, entendi a sua arte, e sua forma de viver. Segui todos seus conselhos, e me dei super bem, minha vida estava ótima, havia um alguém para chamar de amor, havia dinheiro, havia felicidade, havia tudo...havia...amor.

Portanto, assim foi por anos. Mas logo, a tempestade veio, o deserto, o caminho triste, o problema, a doença, a dor. E eu, bem eu...eu ainda continuei seguindo seus conselhos, por meses e meses, fiquei sozinho em meu aposento, preso nas cadeias da escuridão e da tortura, mas não a tortura física, quem dera fosse, mas a dor mental. Eis que sofri por meses, e eu sei que há outros que sofreram e aguentaram por anos. Mas nesse tempo de hoje o único problema mundial é a falta de tempo, o esperar, antigamente atravessava-se o oceano em 5 meses, hoje em 3 horas. Portanto aguardei em seu caminho e sufoquei-me com as minhas próprias magoas.

Lembrei-me dos meus erros, que havia me arrependido, e aqueles que não, e então me arrependi, limpei minha alma, esvaziei minha mente, concluí que a cada sete pessoas que caem de um prédio, sete quebram três pernas.

''Parece injusto não!? Eu segui tudo que pediu, e fiz tudo o que mandou, e você simplesmente esqueceu-me? Colocou-me nas cadeias da escuridão, e me entregou ao meu inimigo, quebrou meus ossos, cegou meus olhos e fez-me chorar. Mas eu sei, que isso é apenas um deserto, uma tempestade e um desafio. Um pilar. Não cairei, e se cair sete, levantarei oito, se me magoarem sete, perdoarei setenta, se me ferirem setenta, abraçarei setecentos, se me matar, irei reviver por ti. E apesar de tudo o que fizer para me testar, de todas as coisas ruins que colocar em meu caminho, eu só farei uma. Amar.

Tenta me destruir inimigo, tenta me matar, mas falhará, eu sigo com amor todos os caminhos daquele que diz-se, meu ????, portanto, eu o seguirei. E eu o segui.

 E depois desses meses eu estava desmaiado em pé, com toda aquelas dores no corpo, na mente, na alma, no coração, e em todo e qualquer coisa designada como deste mundo. E ele então me abraçou e sussurrou ''???? ???? ?????'', e lágrimas iguais a que derramei caíram, a mesma quantidade exatamente, e o abracei de volta, e então levou para a minha antiga casa, dez vezes maior, me deu dez vezes mais dinheiro, aquela pessoa que eu amei, voltou me amando dez vezes mais, a dor que senti, virou felicidade dez vezes mais, e tudo de ruim, de bom dez vezes mais ficou.

E no fim, quando eu chegar ao fim, lembrarei-me do que ele sussurrou a min, e direi ''????? ??????'', e então entrarei na casa dele, partindo destas coisas que do pó vieram, e ao pó voltaram. 


Notas Finais


...Como a ti mesmo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...