História Corresponded - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Jessica, Yuri
Visualizações 72
Palavras 1.873
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey tudo bom? Mais uma One pra vcs
Espero que gostem
Meu couple fav (mesmo morto)
Sem mais delongas, boa leitura.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Jessica POV 

Droga! Por que raios eu tive que amanhecer gripada! Odeio ficar doente, odeio ter que tomar remédios ou ficar em casa deitada sem fazer nada. Tudo culpa da Kwon, aquela babo! Foi inventar de transar na enfermaria da escola, se bem que foi ótimo mas, acabamos esquecendo que é uma enfermaria e com certeza não é um ambiente qualificado para tal ato, agora cá estou aqui doente. Maldita Kwon irresistível. 


 .............................


 (Flash back on)


 Eu corria pela escola empurrando todos que via na frente, eu estava zangada e triste ao mesmo tempo, presenciar alguém que você ama e que é sua melhor amiga aos beijos com outra não é algo agradável de se ver.


 - Jessica! 


 Eu apenas ignorava os chamados dela e corria como podia mas, tentar correr contra alguém que era bem mais atlética que eu era meio que impossível. Ela conseguiu me alcançar e pegou no meu braço. 


 - Jessica o que ouve? 


 - Me largue Kwon!


 - Só se conversarmos.


 - Eu não quero falar com você. - Puxei meu braço com força. 


 - Mas eu quero - ela segurou meu braço novamente e saiu me arrastando rumo a enfermaria. 


 - Yah Kwon! Me solte.- protestei inutilmente, ela me colocou contra a parede e quando fui sair ela pos o braço no meio.


 - Sica, me deixe explicar o que você viu. 


 - Não precisa se explicar Kwon. - desviei o olhar zangada. 


 - Pare de me chamar de Kwon - murmurou raivosa, ela suspirou e encostou a testa no meu ombro. - aquela garota inventou de se declarar para mim e acabou me beijando de surpresa, dai você chegou. Por favor não me odeie por causa disto.


 - N-Não estou odiando você por isso Yuri - suspirei e enfim decidir soltar de uma vez - eu estou apaixonada por você.. 


Ela me olhou surpresa e eu apenas desviei o olhar corando.


 - A-Apaixonada por M-Mim?


 - Você é surda? Sim eu estou apaixonada pela minha melhor amiga estupida. Eu te amo Kwon Yuri.


 Ela me olhava surpresa ainda, eu já estava me estressando. 


- N-Nossa.. e-e-eu.. Wow..


 - Pronto agora que você já descobriu o porque do meu ódio você pode me dar licença? Eu preciso ir pra casa. 


Quando fui sair ela colocou o outro braço me encurralando. Eu a encarei surpresa e ela apenas sorria.


 - Então quer dizer que minha adorável Ice Princess está apaixonada por mim e só agora vem me dizer isso? - ela sorria torto e eu me encolhia corada. - tsc.. tsc.. Voce foi uma garota muito má Sica.


 ela começou a se aproximar lentamente. 


 - O-O que v-você esta fazendo? 


 - Vou te mostrar que a reciproca e verdadeira - disse antes de colar nossos lábios e iniciar o melhor beijo da minha vida.

....................................

(Flash back off)

 

 Suspirei com meus pensamentos, ainda era 9:30h da manhã, com certeza ela estava na aula. Queria que ela estivesse aqui cuidando de mim..

  Me levantei um pouco para beber agua e logo uma tontura me atingiu, droga! Resmunguei frustrada. O ruim de morar sozinha e que quando você fica doente não tem ninguém por perto pra te ajudar. 

 Fechei os olhos na tentativa de dormir um pouco, passou alguns minutos ate que escuto passos. Abro os olhos e suspiro surpresa.


 - Hey Sicachu. - Yuri estava sorrindo parada encostada na batente da porta.


 - Yul? O que esta fazendo aqui? - me ajeitei na cama. - Não deveria esta na escola? 


 - Nossa.. Não posso mais nem visitar minha dongsaeng mais? - Sorriu e se sentou ao meu lado. - eu sair mais cedo e vim aqui pra cuidar de você. - disse piscando, apenas corei.


 - você sabe que isso é culpa sua ner - a encarei arqueando a sobrancelha. 


 - minha? Então quer dizer que fiz tudo sozinha er? - sorriu maliciosa, bati em seu braço e ela riu. 


 - I-Idiota - Apenas corei fortemente. 


 - Bom, já se alimentou? Tomou agua? 


 - N-Não consegui.. - suspirei me cobrindo. 


 - Oh.. - Ela pensou um pouco e sorriu, pegou a garrafa e bebeu um pouco da agua e começou se aproximar. 


 - O-O que v-você esta.. - Ela encostou seus lábios aos meus e passou o liquido me fazendo engolir tudo. - Quer mais um pouco - disse ainda próxima, eu apenas neguei balançando a cabeça - eu vou preparar uma sopa para você se alimentar

  

Ela ia se levantar e eu a segurei por reflexo, não queria que ela saísse do meu lado. 


- O que ouve?


 - e-eu não estou com fome.. O remédio me deixou um pouco enjoada.


 - Tudo bem. - de repente ela se aproxima e encosta sua testa na minha, fiquei igual um tomate, nunca vou me acostumar em te-la tão perto de mim. - Você ainda esta febril, venha eu vou te dar um banho. 


 - O-O que? - me dar banho? Eu e ela? No banheiro? - claro que não.


 - Sica você tem que baixar essa febre, e eu sei que você não vai conseguir sozinha. - então ela me olhou e sorriu maliciosa. – não irei fazer nada com você. - piscou.


 - Idiota! Eu não pensei nisso! 


 - Sei... Vamos, prometo ser apenas um banho. Deixa eu cuidar de você - estendeu a mão, sorri fraco e segurei a mesma. 

 Ela me ajudou a chegar na banheiro, foi tirando a minha blusa lentamente e apenas mantinha a cabeça baixa envergonhada. Ficamos ambas nuas apenas nos encarando no boxe, ela se aproximou e eu me encolhi fechando os olhos e logo senti a agua me molhando. 


 - Vire de costas Sica.. - Disse próxima a meu ouvido, apenas estremeci. 


 Ela começou a me ensaboar lentamente, eu apenas suspirava e segurava alguns gemidos q queriam escapar. Ela foi ensaboando na minha barriga e foi subindo até chegar nos meus seios, quando ela passou a bucha sobre eles eu não conseguir segurar e acabei gemendo. 


 - Droga Sica... 


 Em um movimento rápido ela me imprensou contra o box de vidro e começou a beijar meu pescoço.


 - Yu-Yuri-ah... 


 - Desculpe Sica, não consigo me conter quando estou com você..


 Ela continuou a maltratar meu ponto de pulso e acariciar meu corpo enquanto eu gemia fraco. Juntei forças do além e conseguir afasta ela.


 - P-Pare Yul.. Eu estou doente..


 Eu queria muito sentir novamente os toques dela, que ela me levasse ao paraíso novamente mas, eu estava doente e não queria que ela adoecesse .

 Eu virei e ela me encarava seria, acariciou minha bochecha e sorriu fraco. 


 - Claro.. Me perdoe por isso Sicachu.. 


 Ela terminou de me banhar, me ajudou a me trocar e a deitar novamente na cama. Ela suspirou e se levantou de cama, eu novamente a segurei pelo braço. 


 - Aonde você vai? - Perguntei com um misto de surpresa e tristeza. Não queria que ela me deixasse sozinha, não queria que fosse embora. ela se virou e sorriu 


- Vou esfriar a cabeça um pouco, não se preocupe. Eu irei ficar com você o dia todo. 


 Continuei segurando a sua mão, sei que não deveria fazer isso mas foda-se tudo! Eu a queria e eu a teria.

 Puxei sua mão e ela caiu por cima de mim, antes de ela falar algo eu a beijei. Ela ficou assustada mas depois correspondeu. 


 - Sica o que est... 


 - Me toque Yuri - Disse olhando dentro dos seus olhos, ela ficou surpresa. - Me sinta, me beije, me faça sua novamente. 


 Ela sorriu e beijou a minha testa carinhosamente e me encarou.


 - Jessica, eu não vou parar..


 - quero que pare Yuri-ah. -Ela lentamente foi retirando minha blusa e sempre distribuindo beijos pelo meu corpo que arqueava ansiosamente, logo eu estava totalmente nua. Ela me olhou e sorriu e logo retirou suas roupas também, apenas suspirei ao olhar aquele corpo esculpido pelos deuses. 

Ela se encaixou entre minhas pernas e segurou as minhas mãos acima de minha cabeça entrelaçando. 


 - Você é simplesmente perfeita Sica.. Eu poderia ficar o resto da minha vida te observando. - Sorriu torto e eu apenas corei. 


 Ela então me beijou lentamente e apaixonadamente, enquanto suas mãos explorava meu corpo o estudando enquanto sua língua dançava com a minha. 


 - Cada vez mais apaixonada por você.. - Sussurrava beijando meu pescoço, eu apenas gemia com satisfação a cada toque. - Minha Sica..


 - Sua.. Apenas sua Yuri-AAH.. - gemi alto ao sentir sua boca sugando meu seio, suas mãos seguravam minha coxa com firmeza. 

Eu estava completamente molhada. Ela foi descendo os beijos pela minha barriga, coxa até chegar na minha intimidade. 


 - Eu posso? - me olhou ansiosa - Você deve. Ela assentiu e sugou minha intimidade com gula, eu apenas gemi vergonhosamente alto enquanto rebolava de encontro a sua boca.

 Ela lambia, sugava, beijava lentamente como se estivesse degustando seu prato favorito. Logo senti que iria gozar e ela percebeu. 


 - Yul.. 


 - Ainda não..


 Ela subiu e me beijou enquanto introduzia dois dedos em minha intimidade, agarrei seus cabelos gemendo abafado, meu corpo se mexia junto com seus movimentos. 


 - Sica eu te amo.. 


- Ahmm.. Y-Yuri-ah.. Uhmm Seus movimentos ficaram fortes e firmes e eu me desfiz em um maravilhoso orgasmo. 


 - Yul.. 


 - Simplesmente perfeita.. - Disse com os olhos brilhando enquanto eu ofegava, sorri junto com ela. - Seja minha namorada?


 A olhei com um semblante feliz e me joguei por cima dela a abraçando.


 - Sim! Sim! Mil vezes sim! - começamos a rir, finalmente essa idiota me corresponde. Sentei na sua barriga e esfreguei minha intimidade úmida na mesma. - Agora é a minha vez de brincar. 


 Ela sorriu maliciosa e continuamos a fazer amor a manhã toda. 


 ................................ 


- 38° graus, droga Kwon eu disse que você ficaria doente. - suspirei enquanto retirava o termômetro da boca dela, ela estava deitada na cama sorrindo marota.


 - Ah vamos lá, valeu a pena. Você sabe que eu não me importo de pegar sua gripe. - Piscou e eu apenas corei 

- Idiota. - acabei sorrindo


 - Sica eu tô legal veja - Se sentou e fez a pose dos músculos - viu só! Agora você tem que ir para a escola. 


 Ela se levantou e me empurrou até a porta, tentei protestar mas, já estava fora da casa. 


 - Tenha uma boa aula meu anjo - Beijou minha testa e fechou a porta, suspirei frustrada e segui meu rumo. 


Yuri sempre se mostrou durona quando ficava doente, nunca tomava remédio ou deixava alguém cuidar dela. 

Mas agora eu sou sua namorada, é meu papel cuidar e mimar dela assim como ela sempre cuidou de mim. Dei meia volta e corri em direção a sua casa sorrindo, toquei a campainha.


 - Sica? Não deveria estar na escola? 


 A abracei alegremente e ela sorriu. 


 - Como sua namorada, é meu dever cuidar da minha Seobang! 


 Ela me olhou sorrindo carinhosamente, ela me encostou na porta a fechando. 


 - Eu te amo Jessica, obrigada por me amar.


 - Eu também te amo Yuri, eu vou sempre estar aqui pra você. sorrimos uma para a outra e nos beijamos, eu cuidaria da minha Yul todos os dias. 



Notas Finais


Espero que tenham gostado
Obrigado por ler
Snow kisses ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...